O Diário de uma Babá


O título não tem nada a ver com o filme, mas foi inspirado nele. No filme, a Scarlet Johansson é uma recém-formada antropóloga insegura, porque não sabe quem é... até que arruma um emprego como babá e se "descobre". É impressionante o que se pode descobrir sobre si mesma quando se cuida de um ser tão pequeno e frágil, que depende de ti. Digo isso por experiência própria. Se fizessem uma classificação de cada pessoa pelo que ela faz, eu seria a típica babá: cuido do meu sobrinho de 3 anos (que toma calmante pra bebê de tão agitado) das 07:45 às 19:32. Ultimamente não tenho conseguido ficar muito tempo com ele, ele é muito agitado e eu canso fácil, então ele fica mais com meus pais.
Mas não é a primeira criança que eu cuido. Já cuidei de algumas e por isso, entendo perfeitamente o conceito do filme. Pra uma pessoa realmente conseguir saber quem é, é necessário algum tipo de situação que a exponha com sentimentos reais, com coisas importantes, que realmente dependam de ti. Cada um aprende sobre si mesmo de formas diferentes, situações diversas, mas todas com o mesmo núcleo: responsabilidade. Que palavra chata... Isso nos lembra de que temos de crescer, amadurecer, estudar, trabalhar, fazer algo útil, porque algum dia algo vai depender de ti, e tu tens de estar preparado pra isso.
E não há nada melhor que uma criança totalmente dependente de ti pra te ensinar algumas liçõezinhas básicas que todo mundo tem de saber, mas que insistimos em não lembrar...
Eu estou aprendendo, aos poucos, quem eu posso ser. É uma descoberta difícil, nem sempre a realidade tem a medida dos teus sonhos, mas o melhor a fazer é aceitar a sim mesmo e tentar melhorar sempre. Quem sabe um dia não seremos todos amigos? :)

A bonequinha aí em cima é a Fiorella :)


Nenhum comentário