Love has a bad reaction

Se há algo que não entendo e provavelmente nunca entenderei é a obsessão estranha e descontrolada que as pessoas (principalmente as mulheres) têm com aquela coisinha louca chamada amor.
Alright, talvez você diga: "Quem essa louca pensa que é para falar assim de algo tão sublime quanto o amor? Essa menina é muito nova para ter alguma noção disso." Se você disse (ou pensou) isso, você está absolutamente certo. Eu sou sim uma louca que não entende nada de romance ou afins, e que venho aqui para escrever a respeito das ideologias malucas que vêm à minha muito fértil mente. Mas se há algo de que estou convicta nesse exato momento é de que o amor é uma fraude. Ponto.

As pessoas dizem que o amor chega na sua vida e muda tudo para melhor; que te deixa mais sorridente, mais tranquila, mais confiante, mais feliz. Eu sempre questionei toda essa "felicidade" que esses loucos apaixonados ficam simplesmente porque o amor não é essa coisa que te deixa em um estado de euforia e leveza do ser. O amor é totalmente o contrário disso. Ele é uma droga que arruína com sua vida e te deixa de coração partido sem saber o que fazer dali por diante. É ele quem cria os seus dilemas e suas frustrações. Ele bagunça toda a sua vida, te deixa de pernas pro ar, de casa virada. E tem menina que diz: "Mal posso esperar para viver um grande amor." Please, menina, acorda: sua vida é agora, tudo está acontecendo agora. Aproveite enquanto está sozinha, porque depois só vai restar uma grande bagunça em seu coração.

É como diz uma música (Pain is so close to pleasure) que eu gosto bastante: "Quando eu era jovem e estava só começando as pessoas conversavam comigo e pareciam amarguradas. Então eu cresci; e tudo que eu queria era começar uma nova relação. Tão apaixonado, mas o amor reagia mal. Eu estava procurando por uma satisfação à moda antiga. Mas tudo que eu tenho é dor quando tudo que eu precisava era um pouco de amor e afeto."
É basicamente isso que acontece com todo mundo. A pessoa cresce ouvindo os outros falando de amor, e não entende nada do que estão dizendo. Então, quando ela atinge certa idade, ela quer de qualquer forma começar uma relação com alguém. Mas então esse "amor" que ela pensava ter dá uma rasteira nela, a deixa com a cara no chão e a pessoa sofre pra caramba por apenas querer um pouco de amor.

É claro que o amor existe - eu nunca disse o contrário. Mas não da forma como as pessoas o idealizam. Você pode algum dia encontrar um amor para você, mas tem de estar ciente de que isso vai te machucar, vai te deixar pra baixo, vai transformar a sua vida de uma forma que você e irá se sentir confuso e totalmente perdido, sem saber o que fazer.
A vocês - que ainda tentam achar alguém - eu desejo boa sorte. Espero que estejam preparados quando isso acontecer.

(Mia Sodré adora bancar a psicóloga)

Tumblr_lar9z4xlfo1qdsrq7o1_500_large

15 comentários:

  1. Mia querida,adorei o texto,você é uma ótima escritora!
    Mas eu,sendo mais velha que você,tenho que discordar em partes com o que você disse.
    Sim o amor machuca,mas nem sempre,machuca,dói só até você estar com a pessoa,e sempre há uma,que é exatamente o oposto de todas aquelas pessoas fúteis e idiotas que você já conheceu na sua vida,e que vem e muda completamente a sua maneira de ver as coisas,te dá uma nova perspectiva.
    O amor não vem e bagunça e vira tudo de pernas por ar,e te deixa de coração partido,sempre sofrendo,isso é paixão,o amor não é assim,é exatamente como você disse no início e muito mais.Mas amor é algo maduro,consciente,não elimina todos os seus problemas,mas te dá aquela segurança que paixões não dão.
    Eu já ouvi muitas pessoas falarem assim como você,e eu sempre insisti com meu ponto de vista,de que o amor é paz,que muda tudo mas pra melhor,e que a gente só passa a entender isso,quando tem um amor ou quando encontra o amor.Todos insistiram,até que encontraram esse sentimento na vida delas,e me deram razão.
    E é isso que eu digo à você também,amor existe e é bom,independente de qualquer imagem que tenham criado dele.Só a paixão traz momentos curtos de alegria,e depois te faz sofrer,o amor não,é por isso que existem muitas pessoas que buscam o amor,não porque é algo que ouviram a vida toda,mas porque provaram da paixão e sofreram,e viram que amor é só uma vez na vida e não faz sofrer,a não ser de saudade.
    Então dê tempo ao tempo,que no futuro você terá o seu amor,aquele alguém que você tem certeza que quer passar o resto de sua vida.Aí você verá que tenho razão.:d
    Beijos e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  2. Lady Mercury - Eu concordo plenamente com o que você disse, querida. Só que eu usei a palavra amor ao invés de paixão porque a maior parte das pessoas confunde muito as duas coisas, e se envolvem com pessoas imaturas que as fazem sofrer muito, e isso é triste. Por isso eu disse que o amor não é como falam. Só que eu não quis confundir tanto a cabeça do povo (hahaha) então especifiquei dessa forma, para que quando as meninas mais novas que lerem esse texto forem se "atirar" em um romance e tiverem "certeza" de que é amor, elas se lembrem do que eu escrevi aqui: dói, dói pra caramba quando colocamos expectativas em algo que não dá certo. Mas a verdade talvez seja que eu gosto de ser pessimista com as coisas mesmo, infelizmente it's me.
    Eu fiquei muito feliz em te ver comentando aqui, espero te ver mais vezes por aqui, honey!
    E obrigada pelos elogios.
    Kisses. *-*

    ResponderExcluir
  3. Mas o amor também tem seus lados bons e não são poucos.

    ResponderExcluir
  4. Oi querida Mia, Li o teu texto, e deixo aqui o meu parecer:
    Quando se trata desse tema ´´AMOR`` temos que entender que o Principio do amor está e vem de Deus; vejamos os textos:(1 João 4:8)Aquele que
    não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. (1Corintios 13.4-7) 4 ¶ O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
    5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
    6 Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
    7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. E o texto mais conhecedíssimo de todos (João 3:16) Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. certa vez Paulo diz que Deus prova o seu muito amor com que nos amou que deu o seu filho amado para morrer por nós, sendo nós ainda pecadores, isto é inimigos dEle. O principio do Amor é doação, o texto de corintios fala não visando o seu interesse, mas o do outro; E se tratando de casamento o principio é o mesmo,e é exatamente o contrário disso que tem acontecido, cada qual buscando a sua própria satisfação e usando como um objeto o seu cônjuge.

    ResponderExcluir
  5. Gabriela - Sim, querida, tem seu lado bom. Mas eu ando numa fase meio pessimista. Whatever.

    Anônimo - Oh God, você de novo por aqui? Sabia que você comentaria a respeito disso - afinal, praticamente ninguém concorda com a minha opinião, right?

    ResponderExcluir
  6. Mia,
    Concordo com você e acescento:
    "O amor não é algo que se perde, pois ninguém perde o que nunca teve. As pessoas são PHD em enganar, e me incluo nesta. Hoje vejo que posso ter mentido inumeras vezes quando disse a algumas pessoas que a amava.
    Hoje sei que amor, não é aquela reação mágica que temos. Isto é atração #fato. Amor é algo que se constroi com tudo aquilo que um dia alguns prometeram:
    "Amor, tristeza, dor, saude, pobreza, doenças, felcidade,etc."
    Amar consiste em provar que não se pode viver sem TAL pessoa e que você sempre amará ela acima de tudo.

    ResponderExcluir
  7. @AnônimoInveja mata, honey; sabia? (And bitch is your mom).

    ResponderExcluir
  8. Invejar, hahaha
    o que tu tem para isso? Tem nada, é uma pé rapada e mais qualquer roda de carro já era para qualquer um, então ter inveja do que? Vai se enxergar criança.

    ResponderExcluir
  9. @Anônimo Well, já que eu sei quem você é então posso responder mais diretamente.
    A começar eu sou muito mais bonita que você (só para começar). Não tenho essa cara de bruxa e ainda tenho curvas, não sou uma tábua reta que nem você.
    Em segundo lugar, eu tenho talento. Eu escrevo bem, sei me comunicar maravilhosamente, ao contrário de você que é uma zero à esquerda em qualquer categoria.
    Fora o fato de que eu não sou covarde e não fico me escondendo atrás de um anonimato. Você se acha tão adulta... hahaha Mas será que é atitude e uma pessoa adulta discutir com uma (como é mesmo que você disse?) "criança" como eu? Não, bitch, não é; e você só faz isso porque qualquer coisa que eu faça da minha vida te incomoda pelo simples fato de você não aguentar que eu seja melhor que você. Por isso me inveja e sempre invejou.
    E já que eu sou tão criança assim, da próxima vez venha falar isso na minha cara. Sabe onde me achar. Afinal, crianças não sabem se defender, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  10. eu pensei exatamente isso: "Quem essa louca pensa que é para falar assim de algo tão sublime quanto o amor?"
    aushuashuahsuahsuhauhusa
    enfim.
    Eu acredito que o amor passa a ser nocivo quando um ama demais o outro de menos ou quase nada. então o que ama demais de entrega e o outro vai embora.
    é como dizem sobre as profissões: todas tem seu profissional bom e o ruim.
    Isto meio que se aplica ao amor. Existem pessoas boas de se amar e aquelas que só irão nos destruir justamente por a amamos.
    Desejo-lhe boa sorte.

    ResponderExcluir
  11. @Gabriele Santos Eu sabia que ao menos alguém iria pensar isso! hahaha
    Mas é verdade, nem todo mundo sabe amar, e nem todo mundo sabe o que é amor. Acontece, e com mais frequência do que possamos imaginar.

    ResponderExcluir
  12. Texto polêmico esse seu! Você já recebeu parabéns por ele mas eu terei que lhe parabenizar outra vez. Quando o lí pela primeira vez tive a mesma reação que a Lady Mercury, mas depois você explicou tudo.
    Acho que desde sempre as pessoas confundem paixão com Amor a ponto de banalizá-lo. O mundo é cheio de pessoas que mal se conhecem e já dizem se amar. Isso é impossível! Pelo menos na minha opinião. Não é possível amar alguém sem conhecer os defeitos e as nuances da personalidade dessa pessoa. Quando é assim não é amor, é só paixão. E não há veneno pior que uma paixão não correspondida.
    E amor, amor não doi. É a falta dele que dói, ou a fata do que fazer com ele que dói.Pois amor é incondicional, é alguém que simplesmente te encanta em todos os defeitos. Mas isso não acontece com todas as pessoas, e se acontece é uma vez só.

    No final das contas love sucks.

    ResponderExcluir
  13. @Kabuki É verdade. É como um texto que li quando tinha uns 10/11 anos e que me lembro exatamente até hoje, que dizia: "Primeiro se conhece, depois se ama. Ninguém ama o que não conhece." Mas eu me irrito com a maior parte das pessoas que por qualquer coisa dizem que "amam" aquela pessoa, e depois de um tempo estão chorando e se sentindo humilhadas por causa desse "amor". E esse é o tipo de amor que dói, que na verdade não é amor, mas é uma paixão enlouquecida. Mas como eu gosto de ser polêmica (hahaha) então falei de amor, não de paixão como seria o certo.
    And, yes - love sucks.

    ResponderExcluir
  14. @Jorge Lima Oh God, até que enfim alguém que concorda comigo sem que eu precise dar explicações! hahaha
    As pessoas não apenas enganam umas ás outras como também enganam a si mesmas, e isso causa um prejuízo danado na mente dessa gente depois que a atração acaba. That's all. Thanks. *-*

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.