What is a rebel?

Sinto como se estivesse forçando a mim mesma a ser algo que não sou. Essa não sou eu. Não sou doce, não sou alegre, não sou simpática. Não gosto da maior parte das coisas existentes por aí. Não gosto de praticamente nada, e essa é a verdade.
Mas talvez o que eu mais odeie nisso tudo são pessoas medrosas. Eu nunca tive medo de ser odiada, nunca. Sempre achei uma honra ser odiada até. Mas há um certo tipo de gente que anda se propagando pelo mundo: o tipo medroso. Essas pessoas fazem de tudo para agradar aos outros, porque têm medo de serem odiados. Têm medo de assumir quem são de verdade. E na busca pela aprovação da maioria, eles esmagam a minoria que não anda junto na massa da moda. Whatever.

Ando revoltada. Sinto como se não vivesse, como se não estivesse dando meu melhor. E a verdade é que eu não estou. Eu me acostumei às coisas como são, à minha realidade. Mas o fato é que cada um cria a sua própria realidade. E estou reunindo forças para continuar, lutar e transformar a minha realidade para algo que me deixe satisfeita, para algo que seja como eu imaginei; ou ao menos perto disso.
Eu sei que posso fazer melhor do que isso, e é o que eu vou fazer: não vou ser como essas pessoas covardes que se submetem à convenções para entrar em grupos sociais. Vou ser eu mesma, e quem não gostar de quem eu sou que se afaste. Só assim eu saberei quem realmente está ao meu lado e quem está apenas fingindo.

Que se danem os holofotes: a vida é agora e eu não vou permitir que a minha seja desperdiçada. Não mesmo. E você; por quê não faz o mesmo? Experimente. É saboroso viver a vida sem dar a mínima para má reputação ou qualquer coisa do tipo.
Sim, pode ser que me chamem de rebelde. Chamem do que quiserem: eu estou vivendo a minha vida e aproveitando cada minuto dela. Porque o importante da vida não é quanto tempo você vive, mas o importante é ter uma vida fabulosa. E isso - I swear - eu terei.

(Mia Sodré está de volta, folks)

5 comentários:

  1. amei seu novo layout, lindo :)
    texto super sincero o seu, vc escreve muito!

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente!! Odeio pessoas que são simpática com tudo e com todos o tempo todo. Aquelas que nem te conhecem e já te ''consideram''. Isso pra mim é pura falsidade, seja você mesma, se poucas pessoas te aceitam assim , te aceitam pelo que é e pronto.

    ResponderExcluir
  3. Seu blog tá o máximo!
    Eu sempre fui assim, nunca me importei com o que os outros pensam até porque se me importasse não seria nada disso que sou. Eu acho que as pessoas que se importam/incomodam com o que falam/pensam por aí nunca conseguirão ser elas mesmas. O negócio é viver espontaneamente.

    ResponderExcluir
  4. tem que ter coragem suficiente para dar a cara á tapa e ser quem realmente somos, expressar nossas ideis, nos impor perante os outros.
    podes ter certeza que quem estiver do seu lado nos seus momentos mais explosivos e "não-simpáticos", estes sim, merecem seu mais puro cuidado.
    beijo grande.

    ResponderExcluir
  5. As votações pro três meses de destaque ja começaram é só clicar nesse link aqui

    http://maniasgirls.blogspot.com/p/vote-aqui_02.html

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.