Be free with yourself

Todos os homens sobem e caem, sobem e caem. É o mal dos sonhadores: desejam tanto, almejam tanto e sempre acabam caindo. Essa é a beleza do equilíbrio que há nas coisas. Nenhum homem ou mulher pode ser muito rico, muito poderoso ou muito belo sem que aconteça uma desgraça. E muitas vezes a maior desgraça está dentro deles mesmos. Uma luta travada dia a dia entre sonhos, mitos e realidades. A realidade humana zombando de todos os sonhos e de tudo que se possa chamar de excelente.

É claro que você sempre pode ter escolhas. Você pode escolher por ter uma vida longa e sem glória, ter uma família e ser uma pessoa normal, com uma morte tranquila; ou você pode escolher ser grande, ter uma vida não tão longa mas cheia de glórias e uma morte histórica, cheia de artimanhas, e se perpetuar pelos séculos. Mas é como diz um velho ditado indiano: "Aqueles que amam demais perdem tudo mas aqueles que amam com ironia, perduram". Você precisa ser irônico em relação ao amor para poder ir atrás de seus sonhos, porque senão o amor te devora e você fica cego e louco e perdido para sempre.

Os sonhadores nos desgastam com seus sonhos, mas a natureza achou por bem que eles fossem embora mais cedo, antes que enlouquecessem todos os homens. Mas o que posso dizer quanto a isso? Também sou uma sonhadora. Tenho sonhos muito altos, e cada vez eles se erguem mais. Se realmente estou destinada à coisas grandes, então minha sentença já está assinalada; ou não. Confesso que invejo as pessoas que viveram no passado, porque havia muito mais a conquistar que hoje. Atualmente não há nada de novo para se conquistar, mas antigamente havia. Sorte de Alexandre que viveu na antiguidade clássica e teve a honra de ser lembrado através dos séculos como "o grande". Quem somos nós para dizermos tal coisa? A verdade é que ninguém escolhe tal coisa, mas somos escolhidos antes de nascermos. O destino brinca com nós, e quando finalmente conseguimos o que tanto almejávamos, ele nos dá uma rasteira, fazendo-nos lembrar que somos apenas humanos e não sabemos de coisa alguma.

Não há um só homem ou mulher que passou por essa Terra que tenha sido grande e não tenha tido inimigos. Porque ninguém acredita nos sonhos dos loucos, ah não, ninguém acredita. E porquê acreditar? Eles nos iludem com seus ideais de conquista nos levando para seus profundos abismos da alma. Mas os homens só respeitam quem se atreve a sonhar e a conquistar seus sonhos, quem é louco o suficiente para procurar o fim do mundo até à exaustão e conseguir as coisas através de seus ideais. Ninguém acredita nesses loucos, mas todos os admiram, apesar de os odiarem ao mesmo tempo. Essa é a excelência de ser grande: ser admirado até por seus inimigos.

(Mia Sodré está enlouquecendo através da busca de seus ideais)

Tumblr_lqo1qrdric1qcxax1o1_500_large
(O significado da águia é a liberdade, ao menos para mim. A águia é forte, reverenciada pelos antigos babilônios e sempre lembrada por Alexandre, ao qual era representado por uma. Ela busca seus ideais e é livre, ao mesmo tempo que impõe respeito sem precisar atacar para tal. Quando era pequena, desenhei uma águia em uma folha de papel, coloquei em uma moldura e pus na parede. Todos os dias eu olho para esta águia e digo para mim mesma: um dia, eu serei como uma águia em meus propósitos. Essa é uma de minhas buscas, uma de minhas paixões. Quais são as suas? Qual é seu objetivo? Para ser livre, é preciso libertar-se, sobretudo, de seus medos. O medo controla todos os homens. Sem medos, o homem é livre.) 

10 comentários

  1. Uau, um belo texto e acho que já disse tudo o que eu tinha para dizer.
    Sonhamos e caimos,amamos e caimos. Mais o que somos de nós sem essas quedas? ninguem mesmo.
    E eu também admiro os loucos, eles são tão...sonhadores e eu acho que lá no fundo os sonhos e as "loucuras" deles tem um fundamento.

    ResponderExcluir
  2. Hi.
    Seguindo, Retribui?
    Amei Seu Blog! O Post É Super Legal!
    Bom, Será Que Você Pode Me Ajudar?
    Queria Que Você Votasse Em Mim No Concurso -Attitude Included!
    Vote Em: Peace Love//Blog Oficial *
    Aki O Link; http://theattitudeincluded.blogspot.com/2011/08/votacoes-abertas.html

    Espero Que Você Possa Me Ajudar ;)
    Sucesso Para Você Flor! xD

    ResponderExcluir
  3. Oi Linda.
    To adorando o blog, super fofo!
    Já sou seguidora. Dá uma passadinha lá?
    http://iloveeverything-mih.blogspot.com/
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Na vida, cada escolha que fazemos tem seu preço, uma consequência. Ainda assim, é difícil perceber e aceitar que abandonar a tranquilidade monótona de uma vida comum e lançar-se em busca dos sonhos mais distantes trata-se apenas disso: uma escolha.
    Somos, como você muito bem citou, limitados por nossos medos, que fazem com que busquemos a segurança de uma existência sem significado, sem conquistas sinceras.
    Aos que desejam a glória dos grandes atos, preparem-se para lutar e sofrer na pior das batalhas: o combate contra si mesmo.
    Mais uma ótima postagem.
    Boa sorte em suas batalhas.

    ResponderExcluir
  5. Prefiro o equilíbrio na vida e nos planos. Mas exageros, às vezes, é fundamental. Para os sonhos não há limites!

    ResponderExcluir
  6. Uau, nao tenho nem o que falar... Esse texto mecheu comigo.
    Eh q simplesmente me abriu os olhos para um monte de coisa. Tenho amigos e familia que nao querem muito mais que casar e ter filhos, mas eu quero viajar, escrever um livro, e ser feliz!
    E filhos tbm, quem sabe hauhsausuahs
    Mas o seubtexto eh otimo,ne a legenda no final da aguia tambem. Eu desenhava fadas quando crianca ><
    beeeijos

    Recantodalara.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Obga por vc visitar e seguir meu blog!!!
    Achei lindo o seu, cheio de CONTEÚDO. Parabéns!!!
    Já estou seguindo!
    Volte sempre :g
    http://myway-mw.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Uau, adorei o texto. Concordo com tudo que você disse. Acho que quando a pessoa tem poder demais nas mãos, o próprio acaba a derrubando. E não pelos pés, como um tombo. Derruba porque toma conta da mente.


    http://www.garotasdizem.com/

    ResponderExcluir
  9. Mia seu texto acabou de ser publicado na ABL.
    Agradecemos sua participação.

    ResponderExcluir