Compromissofobia

Sou um dos seres mais contraditórios que existem. Amo cabelos curtos e lisos, no entanto o meu é enorme e ondulado. Detesto a cor rosa, porém as paredes do meu quarto são de um rosa bem forte. Amo pessoas em geral, mas morro de medo apenas em pensar em ter uma relação séria com alguém. É como naquele verso de Dead on time: "Fool, you got no reasons, but you got no compromise..."
Minha compromissofobia acaba com todos os meus relacionamentos. Sempre é a mesma história: o menino me conhece, me acha uma garota excêntrica e incrivelmente encantadora (não estou exagerando, é o que eles dizem), ficamos amigos, ele me pede em namoro, eventualmente eu aceito (ou não) e ele acaba me pedindo em casamento. Fim da história - eu termino na hora, me esquivo completamente.

Apesar de eu amar me relacionar com pessoas, é fato que eu temo por minha liberdade. Minha mente fica o tempo todo repetindo a mesma sentença: 'e se...'. 'E' e 'se' são palavras que não têm um sentido amplo quando separadas, mas quando juntas podem fazer uma revolução na vida de qualquer pessoa. Então, me pergunto: será que me afasto porque nunca gostei de verdade ou me afasto pelo simples medo de ter compromissos?

O fato é que acredito piamente no destino e em minha muito fértil mente tento me consolar dizendo que um dia aparecerá alguém certo para mim, que seja tão louco quanto eu, tão cheio de liberdade e êxtase emocional e paixão pela alma quanto eu - e que também terá medo de compromissos - e então não teremos grandes conflitos porque nenhum de nós irá falar sobre grandes passos, como casamento, mas apenas viveremos a alegria de estar juntos em harmonia, sem pensar no amanhã.
Coração vazio, vagas abertas. Alguém se habilita a encarar esse desafio?
(Mia Sodré gostaria que alguém a amasse através das coisas que ela escreve.)

30oktober-059-_172715999_large

10 comentários

  1. Na verdade esse " e se" acaba nos impedindo de obter muitas respostas ao mesmo tempo em que faz muitas perguntas.
    Embora eu não acredite em destino e nem mesmo em pessoa certa. Acho que quando conhecemos uma pessoa que de um modo ou de outro acaba nos envolvendo os " e se" são esquecidos e os medos apagados. Portanto creio que você ainda não tenha se deparado com ninguém assim ainda.

    http://odespertardumsonho.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. adorei o texto flor, acho que devemos deixar sempre o nosso coração aberto! Novas oportunidades podem surgir, beijos
    tem sorteio lá no blog.

    http://nacaoesmaltada.blogspot.com/2011/11/leitoras-e-suas-unhas.html#comments

    ResponderExcluir
  3. Realmente esse "e se" é um grande problema em nossa vida. Muitas vezes deixamos de fazer certas coisas ou depois de fazê-las pensamos "e se acontecer isso? e se fulano fizer isso."
    Há uns dois anos atrás eu também tinha medo de me envolver em um relacionamento sério, mas abri meu coração para uma pessoa e posso lhe dizer uma coisa? Foi a melhor coisa que eu fiz! Experimente fazer isso também, pelo menos quando achar que é o momento certo. Beijos, anjo.

    ResponderExcluir
  4. Eu digo Mia, que a pessoa certa está em qualquer lugar, pode estar do teu lado ou a quilômetros de distância. Quando eu achei que meu vago coração não seria mais preenchido, eis que o tal de destino colocou na minha frente o mais inusitado acontecimento e por fim, gerou amor, carinho e muitos planos, como este de casar. Eu sei que o seu 'Mio' rsrs está por ai, quem sabe já com a passagem na mão vindo te encontrar. Pois eu sei que pessoas como você não merecem somente escrever, mas sentir, ser sentida e amar. ♥

    ResponderExcluir
  5. Geeeente, que fofo. Sem exageros, claro. Posso ser sincera? Eu sempre quis que alguém gostasse de mim e se encantasse por mim pelo que eu escrevo. É raro encontrar hoje em dia um garoto que se apaixone por você pelo que você escreve... Mas, enfim, adorei esse seu texto! Eu não tenho compromissofobia rs Ah, gostaria de pedir pra colocar esse texto lá na tag gravateando, posso? www.nosnagravata.com :D

    ResponderExcluir
  6. Eu vi o seu blog na coluna do Jerri na capricho. Amei o texto, e, diga-se de passagem, vc escreve muito bem. Eu tenho um pouco de compromissofobia também, mas nunca perco as esperanças de encontrar alguém que me liberte disso e não me faça arrepender.

    ResponderExcluir
  7. Me identifiquei muito com esse texto, a palavra compromisso também me assusto pelo motivo de roubar a liberdade! Mas, acredito que um dia tudo se encaixa, esse medo vai embora e no final tudo irá dar certo!
    Beiijos*-*
    http://cartasp-voce.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Mia, tudo bem? Já pus o texto no Gravateando. Amanhã mesmo o post estará no ar. Muito obrigada por participar da tag do blog. :D www.nosnagravata.com

    ResponderExcluir
  9. Vi esse texto no cartas para você e pensei "você Mia com certeza é digna de aplausos em pé!" Meu medo era parecido, quer dizer, só no quesito medo de relacionamentos, mas era por outros motivos - insegurança e medo do que poderia me machucar, no geral. Mas uma hora a gente entende que é preciso arriscar :)

    ResponderExcluir
  10. p.s. - Já tem alguém preparado para você e acredito que esteja em condições parecidas, é só questão de tempo até que vocês se encontrem - ou se percebam, nunca se sabe quem pode ser. ;)

    ResponderExcluir