Lua negra

Há muito tempo eu vagueio pela noite procurando por você para iluminar minha escuridão. Mas você se perdeu de mim, sua grave voz se distanciou por entre as colinas e a luz da lua não foi capaz de iluminar seu belo rosto. Como você é impiedoso, me deixando assim sozinha em meio à névoa. Eu te odeio e eu te amo também, meu cruel mestre. Estou voltando para casa, deixe a janela aberta, deixe-me entrar. Essa lua negra já não ilumina mais meus passos e eu certamente cairei no abismo sem você.

Faz frio aqui fora, minha dormente pele não consegue mais sentir a chuva. A noite não passa e os arrepios se tornam constantes. Criaturas estranhas me cercam e me assustam e a única coisa que me faz prosseguir é a lembrança de sua voz me chamando. Sou eu, meu amor, sou eu, meu senhor; estou voltando o mais rápido que posso, fugindo das trevas. Mas não posso fugir pois eu me tornei a própria escuridão, misturei-me aos vazios dos abismos e lá estou. Meu frágil corpo se perdeu nos penhascos daquelas verdes colinas, mas eu ainda estou aqui, vagueando pela densa escuridão.

Deixe-me possui-lo, deixe-me arrancar sua alma para fora dessa luz. Eu preciso consertar isso, não tenha medo de mim, lembre-se de como éramos completos. Eu não existiria sem você, você quer isso também; não tenha medo, venha para mim. Entregue sua luminosa alma para iluminar minha escuridão. Você tem um temperamento tão forte quanto minha persistente alma. Não sairei daqui até que você venha comigo. Faz 18 anos que vagueio na escuridão, deixe-me arrancar sua alma, estou com tanto frio aqui sozinha. Venha, venha para mim, junte-se a mim nessas colinas tempestuosas, nesse abismo sombrio. Sejamos um só novamente; apenas eu, você e o abismo.

Tumblr_lp2gx7iiww1qmwai5o1_500_large

14 comentários

  1. Legal, muito criativo teu blog!
    Sempre exagerando na criatividade :)

    ResponderExcluir
  2. Muito profundo o seu texto... Acho que nunca vou me cansar de dizer que você escreve super bem, devia escrever um livro. Beijos
    http://primeirapessoa-dosingular.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Mia, esse é o tipo de texto que me instiga a comentar... é como puxar a força o calor do sol para a meia-noite! Você deu ao texto um tom sombrio, mas não frio. Falou de amor, desejo, um querer desesperado... até assustador.

    Mais uma coisa, esse gif por acaso é uma das cenas daquela vídeo de O Chamado?

    ResponderExcluir
  4. Jeann - Sim, é uma das cenas do vídeo de O Chamado.
    Fico feliz por você ter captado a essência do texto. ;)

    ResponderExcluir
  5. Que texto lindo, Mia! Você realmente tem o dom com as palavras. E o gif encaixou totalmente com o texto, ótima escolha.
    Beijos e boa semana.
    http://bordadodelua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Mia, sou nova visitante a bordo. Muuuito bons seus posts, sou sua nova seguidora (:

    Beijos

    http://balizapierrette.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. É o apelo de uma alma para encontrar a luz da redenção.

    ResponderExcluir
  8. Oooi muito lindo seu blog, gostaria de fazer parceria com meu blog?
    http://t-w-o-teens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Bonito o layout do seu blog ficou excelente

    ResponderExcluir
  10. MINHA NOSSA SENHORA DOS TEXTOS ESPLÊNDIDOS!

    aff Mia, do jeito que eu tô, tão sentimental e sensível ao extremo, esse texto me fez chorar de lindo e maravilhoso que é.

    Um jeito tão diferente e perfeitamente ousado, de falar sobre amor. Fico cada vez mais, encantada com o seu infinito talento para a escrita.

    meus trechos preferidos: ''... Como você é impiedoso, me deixando assim sozinha em meio à névoa...''

    ''Deixe-me possui-lo, deixe-me arrancar sua alma para fora dessa luz...''

    ''... Entregue sua luminosa alma para iluminar minha escuridão. Você tem um temperamento tão forte quanto minha persistente alma...''

    ''...Sejamos um só novamente; apenas eu, você e o abismo.''

    AMEI MUITO ESSE TEXTO <3

    Bjs!

    http://ahoradevirarborboleta.blogspot.com/

    ''... Estou voltando para casa, deixe a janela aberta, deixe-me entrar...''

    ''... Sou eu, meu amor, sou eu, meu senhor; estou voltando o mais rápido que posso, fugindo das trevas. Mas não posso fugir pois eu me tornei a própria escuridão, misturei-me aos vazios dos abismos e lá estou. Meu frágil corpo se perdeu nos penhascos daquelas verdes colinas, mas eu ainda estou aqui, vagueando pela densa escuridão...''

    ResponderExcluir
  11. Estava me perguntando se o gif, era de O Chamado também. Mas deixando-o de lado, embora tenha contribuído muito para o visual, o seu texto tem algo gótico, que me prende com muita facilidade. Gosto desse tipo de texto, continue assim.

    ResponderExcluir