Do branco ao púrpura

Onde estás tu, que adoças meus dias? 
Para onde foste ao despertar de meus sonhos?
Fugiste como tantos, pois esta é a minha sina, 
ou te encontras nas trevas, resistindo aos meus encantos? 

Sombras da noite me fazem perceber
que um leve engano de meus delírios
poderiam me afastar de você. 
Matarei meus medos tal qual Goya,
e não resistirei aos meus desejos. 
Pois tudo o que vejo e que percebo agora 
é o reflexo virginal de outrora. 

Viestes de tão longe para aquecer minha pureza. 
Vestiu-a de púrpura e a despiu de esplendor
No qual Vaste, mesmo em toda sua loucura
Sucumbiu, ao precioso sabor. 

Sabor este que produz deleite
Prazer tal qual não se verá jamais
Pois como a virgem, ao perceber o falo
Se rende ao gozo e perdição fugaz. 

E eu, que já não espero mais sentir
Ao toque de tua derme me percebo flor
No calor de teus braços, tal qual virgem
A quem te negas, ao mínimo de dor. 


Não sou muito boa escrevendo poemas; na verdade esse é o primeiro poema que eu escrevo em anos e o primeiro a ser publicado no blog. Mas eu precisava escrevê-lo essa noite. Well, não está lá essas coisas, mas que seja: aí está. 

22 comentários

  1. Que ótimo te ver escrevendo poema. Vc saiu da sua 'rotina' e isso é bom. Eu adorei, achei bem descritivo e comovente, como me agrada. Acho que pode seguir por este ramo também. Aliás vc escreve bem de qualquer forma.
    Ps: A imagem é linda.

    ResponderExcluir
  2. como assim não está lá essas coisas?
    Está perfeito.
    acho que este primeiro poema é uma possibilidade de você caminhar por novos horizontes. Já vimos que você tem talento.
    Parabéns *-*

    ResponderExcluir
  3. Ta perfeito, Mia.
    Você tem que escrever mais poemas <3 Ficou lindo.
    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir
  4. Que perfeito seu poema, adorei, adorei o blog tambem e estou seguindo!
    http://fazdecontatxt.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. E você ainda diz que não escreve bons poemas. Adorei, você devia escrever mais poemas e postá-los aqui.
    Saudades do seu blog rsrs.
    http://livinhas-place.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. O poema ficou ótimo, você escreve muito bem.
    http://perfeitamenteteen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. eu gostei bastante do poema,
    acho que você leva jeito sim!

    grande beijo e otima quarta feira!


    http://cabecafeminina.com.br

    A página no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Cabe%C3%A7a-Feminina/162665117088740

    ResponderExcluir
  8. Bom, eu achei lindíssimo o poema e muito bem feito! Não sei escrever poemas,mesmo,e é tão legal ver alguém escrever um e tão bem ><

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. o poema é lido e teve uma imagem que se encaixou perfeitamente

    ResponderExcluir
  10. tenho inveja de você por escrever um poema tão lindo assim, e ainda por cima é o primeiro,eu estou tentando a anos e não consigo hahaha, parabéns.
    Beijoss
    http://biahyde.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, imagina, olha só quem fala: você escreveu o melhor texto sobre mulheres que eu já li. Adoro seu blog. ^^ Obrigada, dear. ;)

      Excluir
  11. adorei, e o poema esta perfeito mesmo!
    da uma olhadinha no meu, comenta, segue, se gostar aceito parcerias :)


    http://vida-fragil.blogspot.com/
    beijos, te cuida!

    ResponderExcluir
  12. Nem parece ser o primeiro em anos, está perfeito!!
    Beijos, *---*
    rascunho-errado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Sabe o que eu mais admiro em você, Mia? A capaciade que você tem de expressar através das palavras, e não dar a mínima para a opinião alheia. Bom, pelo menos é o que parece, afinal seu blog tem seu nome, sua foto... Ao contrário de mim, que morro de medo de me mostrar ao mundo. Continue assim, com a coragem de dizer o que pensa e de dar a cara pra bater.
    Muito sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lavínia, sua fofa, muito obrigada, viste? E sim, você tem razão: eu não dou a mínima pra o que pensam de mim. Acho que a vida é muita curta para que nos restrinjamos à opinião alheia. Então, dou mesmo a cara à tapa. Não vou dizem que não dói (às vezes, os tapas são ardidos, haha), mas posso dizer que vale a pena. Ao menos, pra mim, vale. Espero que um dia você também possa se sentir bem consigo mesma a ponto de sair do anonimato e se revelar ao mundo. Thanks, dear. ^^

      Excluir
  14. Te seguindo com muito prazer viiu *-*

    Beijos
    http://jeitomeninadeser.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. :O Escreva mais poemas.
    Lindo, fugaz.

    ResponderExcluir
  16. Eu realmente gostei do seu site. Excelente conteúdo. Por favor, continuem postando conteúdo tão profunda.

    ResponderExcluir
  17. Pfvr, diz que não é muito boa com poemas... UAU! Imagina se fosse, hein? Descubra o véu que cobre esta poesia que te preenche tão lindamente e se mostre pro mundo! Achei este poema, extremamente, sensual. Adorei <3

    ResponderExcluir