Equilíbrio, equilibrista

Andando em uma corda-bamba, equilibrista que sou, tento coordenar meus passos lentamente para que eu não caia antes do final do espetáculo. Mas o vento sopra forte, a multidão fala alto, meu coração acelera e meus pés falseiam em cima daquela corda.

As luzes coloridas que passam por mim como uma aurora boreal me fazem ficar atônita. Meu equilíbrio já é pouco, meu frágil corpo tenta manter-se firme ao máximo e em meu rosto há um sorriso congelado que denota pânico, mas que para a plateia, mostra tranquilidade.

Maus sonhos à noite me disseram que eu cairia no alto do espetáculo. Eu perderia tudo, seria deixada para trás e ficaria humilhada por minha fraqueza. A hora era essa, não havia escapatória. Tarde demais, arrepios gelados sobem e descem pela minha espinha enquanto gotas de suor caem na corda-bamba fazendo-a ficar escorregadia. A queda a essa altura é inevitável. Não há mais controle físico, não há mais controle emocional.

A multidão entra em êxtase: eles perceberam o meu ato final. Como uma águia, olho para cima, cravo o bico em meu próprio peito na intenção de arrancar as penas que não tenho e mergulho para meu destino final. Voo fraca e lentamente para o chão do espetáculo, atravessando a cortina de horrores.

Acordo finalmente e me percebo humana, sujeita a quedas e falhas. Pois, menina equilibrista que sou, também perco o equilíbrio.

Tumblr_lwafxcomxp1qfet8co1_1280_large

13 comentários

  1. Muito bom o texto Mia, como sempre,rs.
    Falhas sempre acontecem e nos ensinam a tentar melhorar, nos impulsionam!
    Beiijos:)
    http://cartasp-voce.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Erros fazem parte da vida. Texto estupendo, como sempre!

    exclusivoparagarotas.tk

    ResponderExcluir
  3. Pois é, até mesmo os mais fortes caem. Então é a vida, ninguém está 100% equilibrado ou sempre equilibrado!
    Gostei de seu texto, novidade! ashaushauhs
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Somos mesmo como equilibristas... Sempre buscando algo maior... mais alto... mas sujeitos a falhas e tombos... Gostei muito do jeito que escreveu...

    ResponderExcluir
  5. Mia, como pode você ter palavras tão fortes e ao mesmo tempo tão doces e encantadoras? Infelizmente em muitos momentos de nossa vida perdemos o equilíbrio, nos deparamos com tombos horríveis e com marcas incuráveis. O importante e termos sempre a coragem de levantar do chão, tirar a poeira dos joelhos, estancar o sangue e sabermos que somos fortes. Adorei tuas palavras, como sempre. ♥

    ResponderExcluir
  6. Todos perdemos o equilíbrio não?! Eu sempre perco o meu, mesmo tentando não perdê-lo,rs.

    Já coloquei seu blog no gadget de afiliados ><

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. é assim mesmo, todo mundo as vezes perdem o equilibrio.

    blog-sundaedecereja.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Sinceramente, toda vez que eu venho aqui fico encantada em como você brinca e se expressa com as palavras. Cada dia me dá mais prazer de ler teus textos tão incríveis.
    http://primeirapessoa-dosingular.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Depois de ler fiquei pensando que, não importa o quanto a gente tente, às vezes se equilibrar nessa vida é impossível.
    http://confesionesenpalabras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Já estou te seguindo flor,tbm curti sua página no face, me segue tbm e curte a página,aproveita para participar da promoção no meu blog, irei sortear 3 maquiagens da Mary Kay.
    http://www.maisestilosa.com/2012/01/primeiro-sorteio-do-blog-mais-estilosa.html

    *lindo seu blog

    ResponderExcluir
  11. Já me coloquei muito nessa posição, como equilibrista. E também cheguei a mesma conclusão que a sua. Sou humana, sujeita a 'quedas e falhas'. Adoro a maneira como vc interpreta sua ideias e as passa para o papel. É contagiante, sério. Sinto que aqui, está uma bela escritora. Parabéns, mais uma vez.

    ResponderExcluir
  12. que texto perfeito...
    adorei a analogia que fizeste, ficou simplesmente impecável.
    Seu Texto diz tudo.somos seres humanos sujeitos a falhas e é realmente difícil manter equilibrio.

    ResponderExcluir
  13. Perder o equilíbrio é normal, o importante é saber levantar e seguir em frente. Afinal, somos humanos e as vezes caímos.

    Adorei o texto, o sentimento que tuas palavras sempre passa aos leitores.
    http://iasmincruz.blogspot.com/

    ResponderExcluir