Um amor, um livro e um chocolate quente

Pessoas queridas que leem o blog (quer dizer, eu acho que há pessoas que realmente leem as maluquices que aqui escrevo), talvez vocês tenham estranhado o meu sumiço dos últimos dias. Well, o fato é que estive muito atarefada com os preparativos do meu aniversário. Yes, babies, eu finalmente completei dezoito anos (dia 26/01; sim sou aquariana com ascendente em escorpião e lua em câncer. Drama, muito drama.). Estou ficando velha, OMG. haha

Anyway, a maior parte das pessoas, quando atinge a tão sonhada idade de 18 anos, se revolta (ou ao menos diz que vai se revoltar e aprontar todas). Quanto a mim? Oh, não, eu não pretendo aprontar nada. Verdade. Meus objetivos de maioridade são:
• Conseguir manter o blog em um estilo mais pessoal e randômico;
• Continuar feliz e leve do jeito que eu estou (confesso que grande parte dessa felicidade possui nome, sobrenome, endereço e blog);
• Ser normal (não completamente normal, porque isso é meio que impossível para mim. Mas na medida do possível conseguir ser razoavelmente feliz, estável, concluir meus estudos, cultivar minha relação etc.).

E é nesse ponto que eu quero chegar: ser normal. É fato que hoje em dia está na moda ser diferente. Ser diferente virou o normal, e ser normal virou diferente. O problema nisso é que agora todos parecem estar tentando ser mais diferentes do que os outros, estão tentando se superar em coisas idiotas e sem sentido. Todos se acham muito diferentes apenas porque usam roupas estranhas, chamativas, curtas (ou compridas, sei lá), cabelos de vassoura (oi Neymar!), óculos enormes de nerd (referência básica ao PC Siqueira), entre outras coisas, e não percebem que isso não é mais diferente: isso é normal, isso é moda, isso já virou rotina. Chato, chato, chato.

Então eu - que tentei por dezoito anos ser diferente de todos - quero ser normal. Quero ser eu mesma. E ser feliz de um modo simples e tranquilo, com meu bem ao meu lado e minha família me apoiando. Eu não vou sair por aí, fazer várias bobagens e "aproveitar" tudo o que eu posso agora que cheguei à maioridade. Ainda acredito que o maior aproveitamento de vida que há é em família, juntamente com as pessoas que nos aturam dia a dia e não nos mataram ainda e também com as pessoas que escolhemos para fazerem parte das nossas vidas.

O verdadeiro aproveitar está em sentar sob a sombra de uma árvore com alguém especial e apenas falar sobre coisas randômicas da vida, como o quão lindas são as formas das nuvens aos finais de tarde ou a coloração alaranjada/salmão que o céu toma em seu horizonte durante a primavera. É isso que dá sentido à vida: amar e ser amado; não com palavras, mas com gestos, atitudes e olhares. E é isso que eu farei nessa maioridade: aproveitar tudo o que eu puder eternizando momentos na memória juntamente das pessoas que eu amo e que me aturam dia a dia.

Nada de festas, nada de baladas, nada de ressacas, nada de usar a roupa mais curta e a maquiagem mais pesada apenas para atrair olhares e talvez encontrar um amor. Não. Agora vou ser assim: de cara lavada, pijama e um bom livro. E que se dane quem acha que sou careta por não "curtir" minha juventude: não quero curtição, quero um amor. Um amor, um livro e um chocolate quente. E um inverno delicioso. Só.

Não posso deixar de agradecer a todos que me parabenizaram, seja no orkut, no twitter ou no facebook. Não consegui responder um a um dos recados recebidos até agora, mas quero agradecer a todos que reservaram um tempinho dos seus dias para me desejarem felicidades. Muito obrigada, queridos; vocês me deixaram muito feliz por terem se lembrado de mim. Agradecimentos especiais para as meninas que fizeram uma hashtag no twitter pelo meu aniversário (#HappyBDayMia). Gostaria de dar um abraço em todas vocês, mesmo. I thank you all. *-* 
Mf_407201987_86ea63b6a8b95c72cb2ea6713d60d443_large

18 comentários

  1. Que lindo você não querer festas nem ressacas, muitas pessoas se 'libertam' quando fazem 18, eu irei fazer mês que vem e também penso do seu jeito, viver em paz, realizando meus sonhos objetivos, querendo um amor só pra mim e ponto.É como a frase que eu tenho em meu blog:
    "Eu procuro poesia, sentimentos verdadeiros, um livro bom para ler e um lugar tranquilo para tomar meu chocolate quente"

    Parabéns, atrasado,rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que frase mais linda, Jennifer. Amei. *-*
      Muito obrigada, linda. E fico feliz por você pensar como eu nesse aspecto.
      Bjo.

      Excluir
  2. Amoreca estou sorteando uma clutch de caveiras lá no meu blog. Vem participar

    Bjs

    Monike

    ResponderExcluir
  3. Que linda! Você tem toda razão Mia, é assim que aproveitamos a vida e não enchendo a cara, fazendo barbaridades e ferrando com tudo, pra no final não lembrar de nada.
    Parabéns, continue essa pessoa maravilhosa que você é! E que cada ano você possa curtir à sua maneira :)
    Beeijo grande <33

    ResponderExcluir
  4. Parabéns atrasado! Tudo de melhor! :D
    Bom, ser normal ou diferente não importa muito... O que realmente interessa é ser você! Com pijama ou roupa curta :P
    Beijo beijo, Bruna
    http://confesionesenpalabras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Bruna. ^^ Mas confesso: prefiro pijamas, são superconfortáveis e fofinhos. haha *-*
      Bjo.

      Excluir
  5. Eu acho que fazer 18 anos é só aumentar um ano em sua idade e poder dirigir, assistir mais alguns filmes no cinema, ir à mais alguns lugares, ganhar alguns direitos...Só. Felicidade, amor, chocolate quente e bons livros continuam os mesmos! E, olhe, são as melhores opções!

    exclusivoparagarotas.tk

    ResponderExcluir
  6. Linda, tem selinho para você no blog (:
    Beijos :*
    Layla, peacetime1.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh *---* obrigada, Layla.
      Bjo.

      Excluir
  7. Que texto lindo Mia, ontem deixei meus 18 anos e confesso que foi como aí no texto. O importante é viver com quem amamos, de forma simples e feliz do que dizer que se dane o mundo. Importante é aproveitar a vida, não importa a idade, com aquilo que faz bem ao seu coração.

    Todas as felicidades do mundo para ti Mia felicidade, amor, paz e que você continue nos encantando com suas palavras.

    http://iasmincruz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ias, sua fofa, muito obrigada, viste? Aliás, parabéns para nós. *-*
      E que se dane o mundo: seremos felizes e jovens adultas à nossa própria maneira.
      Bjo.

      Excluir
  8. Parabéns pelo seu aniversário! Muita gente pensa: "Ah, tenho 18 anos, sou livre" e depois surtam com isso. Que bom que você não é assim! haha Ainda não tenho 18 anos, mas só quero ser feliz do meu próprio jeito. O que importa mais do que ser feliz nessa vida? :)

    Beijão e felicidades!
    clichetutoriais.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Agnes! ^^
      Realmente, o importante é ser feliz da maneira que se é, né? Seguir a direção que a maioria segue só costuma dar dor de cabeça. uhum.
      Bjo.

      Excluir
  9. Oii flor,adoreii seu blog,estou te seguindo segue de volta??http://teenagestarblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Sobre todos aqueles que ainda continuam tentando, Deus, derrama teu sol mais luminoso.

    (Caio Fernando Abreu)


    Adorei o blog,
    estou seguiindo, claro ;)

    retribui??
    www.momentosdapathy.blogspot.com

    beijooooooos

    ResponderExcluir
  11. Muito bom o texto, sinceridade, ah Mia eu não te desejei parabéns, mas serve atrasado? O SENHOR te abençoe e a sua família, fico feliz com o seu texto, sinceramente =) beeeeeeijos, Jesus te ama, ah você escreve mt bem :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, claro que serve sim, linda. Muito obrigada, viste? Que Deus te abençõe também. *-*

      Excluir
  12. Olá! Acabei de conhecer o blog, e gostei muito do estilo dele, assim como do seu estilo de escrever :D
    Também achei legal você querer realmente aproveitar a vida, sem fazer essas loucuras que o pessoal faz por ai só porque fez 18 anos. Tenho lido "agora vou beber", "agora vou sair", "meus pais que me esqueçam" por aí com uma certa frequência, e isso, obviamente, não leva ninguem a lugar nenhum.
    ;**

    ResponderExcluir