O porquê da lógica...

... e a lógica do porquê.

Repito essa frase desde que tinha 10 anos. Veja bem, isso já faz 8 anos e nada muito mudou em mim. Sempre precisei de uma lógica para tudo o que faço ou o que deixo de fazer. Sempre procurei por porquês, mesmo para as coisas mais simples e irracionais do mundo, como o porquê pintar as unhas de rosa sendo que eu tenho aversão a rosa. Minha vida pode ser facilmente resumida como um conjunto de ações programadas por uma lógica totalmente ilógica e estranha mas que faz completo sentido para mim.

Estou indo muito rápido no meu raciocínio? Acostumem-se: minha mente é mais agitada do que eu. Ou não acostumem-se, afinal, não posso obrigar ninguém a nada, não é mesmo? (na verdade eu posso, mas não pretendo porque já superei a fase de "controladora" e estou bem melhor e mais relaxada agora, obrigada por não perguntar).
Sendo eu esse ser que vive em um estado de questionamento contínuo, fazendo perguntas a respeito das respostas dos outros e procurando por porquês sem sentido em coisas randômicas, é meio difícil conviver comigo. Ainda mais em um relacionamento amoroso, no qual eu deveria (deveria, mas não sou) ser delicada e apaixonada e romântica. Mas não sou. Fico me perguntando o porquê de tudo, desde uma simples palavra até o motivo que me levou a amá-lo. E a ele me amar (conforme ele diz que ama, claro).

Isso me tirou o sono por noites seguidas. Acordava durante a madrugada sozinha, apenas com dois grandes espelhos ao meu lado e teorias em mente. Então eu desisti de lutar contra meu lado paranoico-com-complexo-de-Rubik (fãs de House irão entender) de ser e resolvi parar tudo o que estava fazendo em minha vida para resolver o mistério antes que o mistério resolvesse a mim mesma (ou me desmembrasse de vez). E o desvendei. Eu descobri o porquê da lógica ilógica do amor que sinto por esse menino.
"Alguns médicos têm o complexo de Messias, têm a necessidade de salvar o mundo. Você tem o complexo de Rubik, sempre precisa resolver o quebra-cabeça." (Wilson para House, em House M.D.)  
Eu o amo porque ele é tão ferrado (psicologicamente falando) quanto eu. Assim como ele me ama porque eu também sou ferrada e cheia de traumas e declínios. A gente se completa. Temos uma ligação mental. Um entende o outro de uma forma inexplicável, que apenas malucos conseguem entender. Claro que não é só por isso (há também o fato de que sempre nos atraímos com pessoas cujos organismos sejam totalmente opostos ao nosso, entre várias outras coisas), mas o fato é que eu consegui tirar essa dúvida da minha mente. Afinal, eu não poderia aceitar que ele me amasse do jeito que eu sou. A não ser que ele fosse como eu nesse ponto: danificado. E sim, isso é uma coisa boa.

Como eu havia dito antes, é uma lógica que não faz sentido para a maior parte das pessoas. Mas pra mim faz. Eu sempre tenho que descobrir os porquês dos porquês, porque eu tenho uma necessidade de dar sentido às coisas na minha vida, a qualquer coisa que eu faça. Como se se algo não tivesse sentido então tudo fosse desmoronar. Paranoia. Eu sei. Eu avisei que eu era maluca. haha
Entenderam algo? Duvido que alguém vá entender. Mas é apenas o porquê da lógica e a lógica do porquê. Afinal, tudo tem um significado. E se não tiver é apenas porque você não está fazendo as perguntas certas para tal.

 
Um exemplo de como se é tratado quando se questiona as coisas em geral. Pois é. Mas vale a pena achar um porquê pra tudo. 

14 comentários

  1. Oi Mia!

    Olha só, a lógica desse texto não é ilógica. u.u
    Eu costumo questionar muitas coisas, infelizmente, questiono sempre as coisas erradas. Naqueles em quem eu devia confiar, não confio. As vezes acho que penso demais sobre os por quês e por isso não saio daí. Nunca consigo aceitar as coisas simplesmente como elas são. Tudo tem que ter um motivo oculto.
    Procuro na lógico o motivo para tantas pessoas me suportarem, por exemplo. Talvez esse feito também seja meio ilógico. Vai saber?

    Beijo,
    http://ideias-defenestradas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a frase que você sempre usa. Acho que todo mundo gosta de se questionar, isso é meio filosofo, mas todos fazemos mesmo que seja em poucas vezes. Eu acredito em coisas doidas que não são logicas e não me importo com isso, não me importo se parece certo para outra pessoa.

    Adoro o jeito que você escreve, Mia.
    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir
  3. Poxa, ótimo texto. Me fez refletir de uma certa forma. Acho que essas dúvidas e esses "porquês" são totalmente essenciais, afinal são esses questionamentos que movem o mundo, foi através de perguntas que grandes idéias surgiram. Bjs!

    Garota de All Star

    ResponderExcluir
  4. Poxa, ótimo texto. Me fez refletir de uma certa forma. Acho que essas dúvidas e esses "porquês" são totalmente essenciais, afinal são esses questionamentos que movem o mundo, foi através de perguntas que grandes idéias surgiram. Bjs!

    Garota de All Star

    ResponderExcluir
  5. Na verdade, acho muito positivo perguntar o motivo das coisas. Faz a nossa mente fazer ligações. É bom. E,quase sempre achamos uma solução para um problema.

    ResponderExcluir
  6. Texto muito bacana. Aliás o blog é maravilhoso. Conheci por uma indicação de outro blog que nao vou lembrar o nome agora rsrs
    mas eu adorei.
    http://desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu também sou um pouco assim, cheia de por ques... mas não fico muito na neurose de ter respostas, senão ficarei louca. Nós até podemos dar respostas a certas coisas, mas isso não quer dizer que seja verdade. Também penso isso sobre meu namorado, o pq de eu gostar dele e ele de mim e além de eu não encontrar uma resposta para isso, caso eu tivesse uma resposta eu não teria certeza que é a verdade.
    Enfim, eu adorei essa frase do título e início do post, eu não conhecia.
    Mas tente relaxar um pouco, sério, nem tudo precisa de resposta heheh ;p

    ResponderExcluir
  8. Eu também sou assim, quero sempre ter um sentido para minha vida, para o que eu tô fazendo,falando,sentindo. Entendo você por buscar sempre 'por quês' da vida, quem não quer saber de algumas coisas aparentemente sem explicação?! Eu quero, ás vezes não tenho respostas,mas como você, tenho respostas que são lógicas para mim. E não me é estranho você ter chegado a conclusão do por quê que ele te ama, por que ele também é 'danificado', como você. Os opostos até podem se atrair, mas sempre tem que ter algo em comum em duas pessoas que se amam, seja esse algo normal, que acontece com todo mundo, ou não ;}

    Beijos ><
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. "Eu sempre tenho que descobrir os porquês dos porquês, porque eu tenho uma necessidade de dar sentido às coisas na minha vida, a qualquer coisa que eu faça. Como se se algo não tivesse sentido então tudo fosse desmoronar. Paranoia. Eu sei." - > Eu.

    Acho que todo mundo quer saber os motivos das coisas serem como são. Eu me pergunto sobre muita coisa, e sei que nunca chegarei a uma conclusão. Mas quem é que para esse meu cérebro inquieto, né?

    Bjs!

    http://qualquerlink.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Amei seu blog. Sério. O layout é lindo, super delicado e fofo. Amei seu modo de escrita e o raciocínio lógico e ilógico ao mesmo tempo, acho que entendi um pouco da sua lógica dos porques, porque acho que no fundo todos queremos saber alguns porquês. Esses questionamentos quanto ao amor e tal, acho que todos já se perguntaram isso alguma vez! Afinal, é impossível amar alguém sem saber porque a pessoa te ama! A única coisa que eu achei engracada é que você disse que não sabe porque pinta a unha de rosa, sendo que não gosta de rosa, mas na foto do seu perfil ali você está vestida de rosa. Mas ok, eu relevo. Deve fazer sentido para você, nessa sua lógica dos porquês.
    Por fim, gostaria de dizer que gosto MUITO do nome "Mia" e adorei receber uma visita sua em meu humilde blog! Muito prazer!
    Continue curiosa, abraços!

    ResponderExcluir
  11. É tudo ilusão. Não existe lógica, apenas construções em cima de convenções pra justificar atitudes atávicas.

    ResponderExcluir
  12. E a vida segue cheia de porquês... E nos traz pouquíssimas respostas...

    ResponderExcluir
  13. Essa 'insanidade' de ser questionador e querer encontrar lógicas em tudo, é um dos sentimentos mais gostosos que existe. Pelo menos, eu, adoro ser assim. (Não sei se isso também acontece contigo) MAS, uma coisa é certa, como vc disse ' resolver o mistério antes que o mistério resolvesse a mim mesma (ou me desmembrasse de vez).', de fato é irracional e pode se tornar negativo, quando em exagero. Algumas vezes, já me senti desta maneira, me perguntando até o porquê de minha existência. Foi então que percebi, que é preciso moderar, controlar e simplesmente viver mais.

    ResponderExcluir
  14. Você conhece alguém que tenha uma mente parecida com a sua e que morre nas proximidades de João Pessoa? Você é igualzinha a mim. Já estou apaixonado por essa extensa e longa rede de pensamentos que guarda em sua cabeça. XD

    ResponderExcluir