Sobre medos e mitos

Há algum tempo o Jorge (do blog Identidade Serial Killer) me sugeriu fazer um post sobre os medos femininos. Bem, confesso que não entendo muito de meninas, entendo muito mais de meninos. E também não sou lá muito medrosa. Não tenho medos comuns. Mas eu anotei a ideia na minha caderneta e reuni alguns medos que eu tenho pra compartilhar com vocês.

Particularmente eu considero o medo em si algo bom. É o medo que nos impede - na maior parte das vezes - de cometermos bobagens. Medo de morrer, medo de ir pra o inferno, medo de levar uma surra dos pais, medo de ficar grávida, medo de rodar na escola, enfim... O medo sempre está na nossa vida e é algo saudável desde que não atrapalhe demais a vida de ninguém. Pseudo-filosofias à parte, vamos à mini lista de medos estranhos que eu tenho.

Ter meus olhos arrancados. 
Desde que eu era pequena eu tenho uma paranoia com olhos. Sempre acho que um dia alguém de algum tipo de seita satânica irá tentar arrancar meus belos olhos verdes. Não deixo nada chegar perto deles e tenho o maior cuidado possível. Medo irracional? Provavelmente. Mas vai entender, né? 

Tomar banho. 
Meu medo não é do banho em si. Eu até gosto de tomar banho. O problema é que eu sempre acho que algo de errado vai acontecer durante o banho e que minha família será morta e eu não ouvirei nada porque estarei no banho. Então o cara virá atrás de mim e me matará. Ou algum espírito do mal. Ou uma queda mesmo. Já falei que eu caio até parada? Então. 

Escuro. 
Esse é mais comum e não é bem um medo. É pânico. Desde que eu nasci eu nunca dormi no escuro. Nunca. Mamãe conta que eu chorava e ficava com falta de ar quando tentavam fazer com que eu me acostumasse com o escuro. Não era manha, nunca foi. É um pânico que eu tenho de escuro. Falta o ar. Por isso eu tenho sempre uma lanterna comigo. Sempre. 

Borboletas. 
Meu medo de borboletas teve início quando eu tinha 6 anos. Inventei de pegar uma e quando me deparei com a cara feia do bicho, levei um susto e saí correndo. Hoje em dia não posso ver uma borboleta perto de mim que fico super nervosa. Aliás, fico nervosa com qualquer animal que esteja por perto. Quer me ver correr? Ponha um animal perto de mim. 



Gravidez.
Morro de medo de ficar grávida algum dia. Não, não há possibilidades de eu ficar mas o medo não sai da mente. Tudo começou quando eu tinha entre 5 e 6 anos e comecei a ter pesadelos com uma mulher dando a luz à uma criança (que no caso parecia ser eu). Ou seja, eu sou tão louca que com 5 anos sonhei com meu próprio parto que provavelmente meu subconsciente arquivou. Quer dizer, eu acho que é isso já que com 5 anos eu não fazia ideia de onde os bebês vinham (coisa que só fui descobrir aos 10 durante as aulas de Biologia). E desde então eu tenho horror a gravidez. 



Espelhos. 
Tenho horror a espelhos. Quando tinha 8 anos passei cerca de um ano sem me olhar em um apenas por medo de ver algo sobrenatural nele. Exagero meu? As lendas antigas estão repletas de histórias que dizem que espíritos se escondem dentro de espelhos, e eu como pessoa que não duvida de nada que sou prefiro não arriscar e evito espelhos até hoje (apesar de ter dois espelhos enormes em meu quarto). 



Ir para o inferno. 
Sei que há quem não creia que exista o inferno bíblico. Mas eu fui criada para acreditar que sim, ele existe, e se eu fizer algo de errado (ou seja, qualquer coisa que envolva ser um humano) eu vou para lá. Well, o fato é que o meu maior medo é de ir para o inferno e me ferrar por toda a eternidade. Por isso sou tão cuidadosa em tudo o que faço. Se isso vai dar certo? Eu não faço ideia. Sinceramente acho que todos iremos para o inferno de qualquer forma. A não ser que Deus fique com pena por sermos tão ferrados assim e nos dê uma colher de chá no paraíso. Ou não. 

26 comentários

  1. O medo talvez seja aquilo pelo qual a coragem tenha gosto bom. O medo, do seu jeito avesso, nos move. O que nos prende é o medo de ter medo.

    ResponderExcluir
  2. Nossa Mia, tô chocada. o.O
    Não posso dizer que é legal seus medos, porque analisando o seu ponto de vista e sua história eu também teria medo. O único que me deixou apavorada, foi o medo de borboletas. Eu nunca parei pra ver a cara de uma e então fiquei imaginando um monte de coisas. isapoispaoispi'

    Mas sinceramente, adorei seus medos. kkkk
    Adorei o post, achei super interessante e fiquei pensando no que eu escreveria no seu lugar e tenho medos incomuns também. ^^

    Beijos. ♥

    ResponderExcluir
  3. Caaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaraca! Ao contrario da Juliane, eu digo: que medos legais! RHEAUHERUHURE não para se sentir, lógico, mas é um assunto interessante! Gostei de você pelos seus medos HRUEAHEUHUARR e muito macabro mesmo as suas explicações.
    se meus olhos fossem verdes, eu tbm teria o seu medo RHAEUHERUA mas como não são, tenho apenas agonia, sabe? sei lá..
    sobre o fim do mundo, eu não tenho medo dele. não acredito nisso. para mim, é tudo para produzir dinheiro. cadê que ainda se fala nisso? não falam nada. eu não tenho medo de morrer, mas tenho um medo enorme de sofrer antes. tipo, não tenho medo que o mundo se acabe numa exploção, por exemplo, que eu não sentiria muito, mas morro de medo que ele se acabe na violencia, em terremotos, tsunamis. TSUNAMIS: ta ai um medo horrorozo meu! sério.. (ok, ia começar a falar aqui sobre meus medos, mas deixe-me calar ou eu falo demais HUEAHUREA)
    e aquela foto do escuro, me diz que é um giff, por deus, que eu tô vendo aqui o rosto sumindo e voltando.. e enfim, é, tô com preguiça de comentar o resto, mas gostei demais desse post, bem diferente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "eu tô vendo aqui o rosto sumindo e voltando.." idem!
      não é um gif HUAHAHAUHAU

      Excluir
    2. Meninas, não é um gif. Mas é sinistro. haha
      E eu também tenho medo que o mundo se acabe em tsunamis. Não tenho pretensões de morrer dessa forma (aliás, quem disse que eu tenho pretensões de morrer de alguma forma? hahaha).

      Excluir
  4. Achei seu medo por tomar banho meio estranho,confesso, mas tem um filme antigo de terror/suspense que envolve isso não? Uma mulher no banheiro e aparece o cara com um faca abrindo a cortina e matando ela, é até um filme famoso,mas me esqueci o nome, até por que nunca o via inteiro :/ (quero muito ver,rs). EU TAMBÉM TENHO MEDO DE BORBOLETAS, e todo mundo ri de mim por isso :// ahsu' eu já vi a cara delas,mas quando criança falava que era por que elas soltavam um pózinho que podia nos envenenar e nos matar, acho que vi isso na TV e ficou na cabeça, hoje não tenho medo,medo,mas não gosto de ficar perto delas :/ e tenho medo também de animais em geral, galinhas, patos, pombos! hasuahu'

    Enfim, pensei que iria falar do medo de altura e barata que quase toda mulher tem,rs.

    Beijos ><

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim, é o filme "Psicose" do Hitchcock. Na verdade eu tenho esse medo há mais tempo do que eu conheço o filme, mas o filme ajudou muito a dar força ao medo. haha Filmes e seus efeitos de sabotagem em nossas mentes. :/
      Eu lembro que falavam desse pozinho! Morria de medo disso. Diziam que o pozinho iria fazer com que a pessoa ficasse cega. Era super tenso.
      Eu não tenho medo de altura e nem de barata. haha Pois é, sou do contra. :p
      Bjo!

      Excluir
  5. Santa mãe de Deus, que medos O.o Quanta coisa tu tem medo, não são medos comuns. Nossa, a do banheiro eu ja imaginei coisas mas nunca como um medo. Gravidez é um sonho meu na hora certa.Também tenho medo do inferno, como católica fui criada buscando sempre fazer o melhor pra ir pro lado do Pai. Desde a infância tu tens esses medos, quantos histórias pra contar. Que post INCRIVEEEEL. Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu parar pra contar as histórias que esses medos (e alguns outros) renderam... vixe. Não quero nem pensar. haha
      O medo do inferno é tenso. E acho que todos os medos são derivados dele, no final das contas...
      Que bom que você gostou, Ias. (:

      Excluir
  6. Todos temos, né? uns mais bobos, outros que talvez façam sentido... medo é algo muito pessoal. O que é estranho para mim pode não ser para você e vice-versa. O que não podemos é travar nossa vida po conta desses medos. O mais importante é viver (e conviver).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, viver em uma redoma de vidro por conta de medos realmente não dá. E tudo é muito relativo, sim. E viva à vida, com ou sem medos. (:

      Excluir
  7. ADOREI o post \o/
    hahaha
    Fiquei rindo bastante com todos os seus medos e achei ao mesmo tampo estranhos e legais rsrsrs.
    \o

    ResponderExcluir
  8. Mia, você realmente é hilária. Amei o post porque só assim que a gente conhece um pouco sobre você né? E olha, você tem uns medos muito incomuns hein? Confesso que foi divertido ler esse post e eu nunca tinha pensado no medo como algo bom a saúde e você tem toda a razão na sua teoria. Beijos
    http://primeirapessoa-dosingular.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Mia,

    O medo do banho lembrei logo de psicose. hahaha Seria algo assim né? Hitchcock ferrando com nossas mentes. u.u

    Admito que também tenho um certo receio quanto a gravidez. Na verdade pensar em engravidar algum dia me deixa meio eufórica. Com falta de ar. Vai entender --'

    Muito legal seu post!

    Beijo,
    http://ideias-defenestradas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hitchcock é mestre em ferrar com as nossas mentes. O que eu posso dizer? Meu medo de pássaros se originou dele também (pássaros bicando o olho - not).
      Também fico com falta de ar só em pensar em gravidez. Tenso isso. :/
      Que bom que gostou, L.
      Bjo!

      Excluir
  10. O teu primeiro medo me lembrou de uma história: a ex-mulher do meu tio tb tem olhos verdes e uma vez ela foi assaltada e o ladrão achou que ela usava lente e queria roubar a lente a todo custo, ameaçou matar ela e tudo. oO
    Mas enfim, curti o post. E realmente, teus medos não são muito comuns. hehe
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OMG, fiquei com mais medo ainda agora! Ainda não havia pensado nessa possibilidade. Credo. haha ¬¬
      Não são nada comuns. Eu sei. Sinistro isso.
      Bjo!

      Excluir
  11. uau, alguns medos me lembraram algumas amigas minhas, especialmente o de borboletas. Eu ri com a coisa dos olhos, e gostei de saber a coisa do sonho e da gravidez e pá... enfim, muito interessante.
    Vi um anime uma vez que falou que a base da humanidade era o medo. Que tudo que nós pensávamos ou reagíamos era medo. Guerra, ciúme, diferentes níveis de medo. Isso me interessou bastante, mas a teoria foi quebrada no primeiro episódio, quando a menina teve coragem kkkk
    Mesmo assim fiquei encanada com isso, e pensei bastante, acabei chegando a mesma conclusão que o anime: O medo está em todo lugar, mas a coragem dentro de nós.
    Muito bom o post, parabéns *-*
    beeijos

    recantodalara.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito firmemente que o medo rege nossa vida. Ele é o sangue do dia-a-dia. Sem o medo nos mataríamos provavelmente. Claro que se deve superar os medos, mas nem todos. É bom termos um certo limite.
      Bjo!

      Excluir
  12. Tô contigo, não tenho olhos verdes, mas morro de medo de que algo aconteça com eles ( não que alguém fosse querer arrancá-los pois são muito comuns), mas sei lá... Eu gosto de ver as coisas, sabe?
    Caramba, medo de gravidez é novo pra mim nunca tinha ouvido ninguém falar disso. E o medo do banho, eu tenho algo bem parecido... Só que não é que aconteça algo de ruim fora e sim que aquele cara da faca ( do filme em preto e branco, que eu nunca lembro o nome)apareça no meu banheiro, é... Tenso!

    ResponderExcluir
  13. gostei, n tenho problema com olhos mas com dentes,e com o inferno, e com coisas que voam.


    beeijo

    ResponderExcluir
  14. Eu tenho todos esses medos quando vejo filme de terror, tortura e etc. Tenho medo de espelhos, de ver alguma coisa atrás de mim, tenho medo de engravidar também. Não porque minha mae vai brigar e me expulsar de casa, porque ela não faria isso, mas pelo simples fato de ter perdido a minha vida e liberdade.

    Adorei o post, ficou muito criativa essa ideia.
    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir
  15. Acho que os nossas medos são bem parecidos, tirando o da gravidez quero muito ter filhos.

    ResponderExcluir
  16. Tenho alguns medos parecidos contigo, tipo o PAVOR DE ESCURO, eu sinto falta de ar, igual você disse que sente, parece que eu tô me afogando na escuridão, sério, amei o post.
    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir
  17. Eu tenho muito medo do mundo acaber esse ano,por mais que as pessoas falem que o mundo não vai acabar.
    http://perfeitamenteteen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Muito Bom Realmente magnifico

    Todos nós temos medo de alguma coisa, e quando compartilhamos notamos que outras pessoas também sofrem com esses tormentos.

    Beijos Jorge Edu ID SERIAL KILLER

    ResponderExcluir