Procura-se Deus

Domingo, após uma conversa randômica e leve a respeito de diferenças religiosas, meu namorado me pergunta: "Qual é o seu conceito de Deus?" Confesso que não entendi a tal pergunta em um primeiro momento, e respondi algo bem genérico apenas para sair daquela conversa - já que não me agrada discutir sobre religião e também nunca ninguém havia feito essa pergunta para mim. Falei que Deus para mim é o criador de tudo, a força suprema que controla vida e morte, destinos e planos. Falei basicamente o que me foi ensinado. Mas como minha característica básica é ser uma pergunta ambulante, comecei a me indagar a respeito disso e a fazer algumas pesquisas sobre.

Minha primeira observação é a de que Deus - o conceito de Deus cristão, ao menos - não é racional. É algo do instinto humano, da fé, da inconsciência e até (ou talvez) mesmo do medo de perguntas e respostas. Um conceito simples e prático que não tem espaço para indagações ou grandes dissertações. Afinal "falar de Deus, sendo tão humana assim, seria cometer um pecado de estar errada a respeito do criador de tudo" (ou ao menos é isso que mamãe diz sempre). Mas afinal, se Deus nos dotou de raciocínio é para que o usemos, certo? Certo (ou não).

Se a fé é algo praticamente inerente ao ser humano - a crença em algo, seja em Deus, em entidades, deuses mitológicos da Grécia antiga ou até mesmo na crença de que não há crença - então há de ter um porquê que a explique melhor. Mas se a fé não é algo racional, como poderemos entendê-la a partir de aspectos físicos e comprováveis? Ora, se a fé é algo basicamente instintivo, então é certo assumir que nem tudo há de ter explicação. Nem todos os 'porquês' são passíveis de resposta.

"Cada sociedade vê a figura do Criador à sua maneira. Cada indivíduo, até. Para Einstein, Ele era as leis que governam o tempo e o espaço - a natureza em sua acepção mais profunda. Para os ateus, Deus é uma ilusão. Para o papa Bento 16, é o amor, a caridade. "Quem ama habita Deus; ao mesmo tempo, Deus habita quem ama", escreveu em sua primeira encíclica." (via: Superinteressante

Não há como afirmar qual crença em Deus é a correta (e eu seria muito estúpida e arrogante se simplesmente ignorasse crenças muito mais antigas do que a minha). O máximo que se pode fazer é ter sua própria crença baseada em experiências de vida e ensinamentos, pequenas coisas existentes no dia a dia. Para mim? Bem, após pesquisar tanto sobre, concluí que Deus - sendo ele essa energia vital, essa força suprema que fez com que os átomos sejam tão perfeitos e com que a Terra não seja engolida por um buraco negro, seja ele quem for - de fato existe. Por mais que nos esforçamos, nunca conseguiremos responder ao "porquê do por que", já que há mistérios que somente a mente do criador sabe. Como Einsten disse certa feita: "Deus não joga dardos." Isso porque o universo é milimetricamente perfeito demais para que tudo seja uma linda e engenhosa obra do acaso.

Mas também não acredito que Deus seja esse tirano do qual muitas vezes ouvimos falar em sermões religiosos, que mata as pessoas e as faz sofrer apenas por erros bobos. Que testa as pessoas como se tudo não passasse de uma brincadeira, de uma aposta (como a que é descrita no livro de Jó, no Antigo Testamento), como se a vida humana fosse um entretenimento. Acredito sim no que diz em Eclesiastes: "a chuva cai sobre os justos e sobre os injustos; o mesmo mal ocorre tanto ao bom quanto ao perverso". Acredito no que Jesus - que eu aceito como personificação de Deus - ensinava: "ama ao próximo como a ti mesmo". Isso me soa como obra de Deus. Não uma religião distorcida, mas Deus em sua essência: amor e entendimento. O resto seria consequência de nossos atos.

154404_352005811514129_261705443877500_939563_366357492_n_large

12 comentários

  1. Não tenho um conceito ou uma opinião formada à respeito de quem foi/é Deus. Não acredito que exista isso de criador do mundo, histórias sobre a criação do homem e da mulher e etc. Não sei como o mundo se formou e nem quero saber. O que importa é que ele já está prontinho! Pra mim também não há uma "imagem" de Deus ou Jesus e não sou 100% crente de que algum deles viveu. Acredito que religião não é um modo de vida, é apenas fé. Fé em um ser superior, mais puro e digno que ama a todos igualmente e que, acima de tudo, é nosso melhor amigo em qualquer momento! Enfim, não consigo me explicar quando se trata de Deus.

    ResponderExcluir
  2. O mal do homem extremista -seja ele ateu ou fanático- é acreditar apenas que Deus só pode se enquadrar dentro do que ele conhece como homem. Então, assim, Deus será barganhador, punidor, desequilibrado, conveniente, equivocado, materialista... Coisa que Deus não pode ser de forma alguma.
    No dia em que deixarmos de querer compreender Deus -que é algo que ainda está acima da nossa capacidade de compreensão- e nos dedicarmos mais ao respeito e ao cuidado ao próximo, vamos poder senti-Lo. Isso sim é importante. E encontraremos Deus no amor dedicado ao outro.
    Enquanto isso, continuaremos ver incoerências e justificativas para desacreditar ou para radicalizar com a figura divina.
    Mais um grande texto, Mia.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do texto, uma visão bem interessante. Você responde as perguntas com outras perguntas, nos fazendo pensar por nós mesmos. Acho que Deus será sempre um ponto de interrogação, embora saibamos que deve ser algo bom. Parabéns pelo blog. Gostei daqui!

    ResponderExcluir
  4. Bom, não será a primeira nem ultima vez q lerei as formas esteriotipadas que fazem do "Deus dos cristãos". As pessoas enchem a boca pra dizer "O Deus tirano que mata pessoas, castiga e bla bla bla". Não vejo Deus sendo um Deus tirano, como dizem. o Deus que dizem ser tirano, é um Deus de amor e também de justiça... se gastassem mais tempo lendo a bíblia com a alma e não lendo com a intenção de destruir essa bela imagem dEle, veriam que Deus amou a todos nós de tal maneira que deu Jesus para morrer em nosso lugar para que não perecessemos em nossos pecados. O ser humano é cheio de erros e só pode se justificar no sangue de Cristo. Pergunte a qualquer cristão, o modo de vida dele tem de proceder da forma mais correta possível pq o sonho de Deus é ter filhos parecidos com Jesus, mas como humanos vamos cometer erros... e Deus dá oportunidade a todos de se achegarem a Ele, todos tem seu livre arbítro de escolher seguir ou não seguir a Cristo, mas sabendo que viver sem Jesus é viver nas trevas para sempre.

    Deus é amor, mas também é justiça. A gente só entende isso depois que tem filhos... vc é amor para seus filhos mas é justiça tb... se vc qr q seus filhos cresçam como pessoas íntegras, sabe q vai ter q corrigi-los em seus maus atos, doendo ou não em vc.

    Não quero de forma nenhuma atacar à blogueira, mas isso é um desabafo de quem já está cansada de tantos textos dessa linha. Se não quiser manter no ar meu comentário, fique à vontade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja bem, eu não disse que Deus é tirano. Você não leu direito ao que eu escrevi. Eu disse que não concordo com a versão tirânica que ouço em pregações por aí. Eu não excluo comentários por não estarem de acordo com minha opinião - que tipo de pessoa seria eu se quisesse que todos concordassem comigo? Mas analise o que escrevo antes de mal interpretar minhas palavras, ok?

      Excluir
  5. Você só gosta de escrever polêmicas, bububu.
    Brincadeira.

    Eu não acredito que exista um "Deus", mesmo que ele seja só a tal da força espiritual que nos move, nos dá fé e etc. Fui criada por uma família não cristã, com costumes bem diferentes dos meus amigos, vizinhos e etc. Eu não ia pra igreja no domingo, não fazia catequese e nem ao menos era batizada. Ninguém lia a bíblia pra mim antes de dormir, e eu nem sabia direito o que era uma bíblia até entrar na escola e ter aula de religião.
    O motivo pelo qual eu estou contando isso é: por ter sido criada dessa forma eu acabei não tendo algo à que me apegar além de mim mesma. E na minha visão, esse "Deus" de que tanto falam, pra mim nunca passou de uma extensão do meu próprio esforço ou, no caso de alguma coisa ruim acontecendo, a extensão da minha falha. Posso parecer arrogante ao dizer que na "crença" da minha família, Deus somos nós. E de fato eu acho que sou um pouquinho, mas essa visão me fez:
    a) Nunca deixar as coisas como estão na esperança de que algo superior vá ajeitar tudo pra mim.
    b) Sempre entender que apenas eu sou o motivo das minhas falhas, e não alguém lá em cima que tava disposto a me sacanear.

    Enfim, mesmo vindo de uma família de ateus, acho que todo mundo precisa ter uma crença, ne? Nem que essa crença seja na própria força de vontade.

    Bom, só pra compartilhar porque eu também adoro uma polêmica. <3

    E sobre o post lá no meu blog: tem pra baixar, boba! Se você conseguir ler pelo computador e não incomodar nem nada ne. O livro é mais ou menos curtinho, e é uma boa opção se você não conseguir ele na forma física. ^^

    taiyounorakuen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Difícil. Bom, eu acredito em Deus. Acho que essa é a parte mais difícil. Mas não acredito num Deus tirânico, nem nesse Deus personificado que é comum. Não critico a crença de ninguém, é uma coisa extremamente pessoal. Não sei se estou certa, é simplesmente o que eu sinto.
    Separo Jesus de Deus, mas isso sou só eu. Não acharia certo tentar impor isso a ninguém.
    Esse assunto dá pano pra manga. hehe
    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Você levantou uma questão que eu não tinha parado pra pensar na minha opinião sobre isso: O que é Deus pra mim? Já tinha ouvido falar da boca de outras pessoas, já tinha visto em filmes personagens dizendo o que é Deus para eles, mas eu mesma, nunca respondi essa pergunta. Mas lendo seu post, concordo com o que você diz. Existem coisas que o ser humano não sabe, não entende e acho que nunca irá entender, mas acredito em Deus, ele existe. Nossa vida, nosso mundo, tudo que nos rodeia não seria tão perfeito ao acaso, não consigo acreditar nisso.
    Enfim, gostei do que você escreveu, não é um post sobre uma religiosa fanática defendendo a existência de Deus e criticando outras crenças, acho muito inteligente suas conclusões Mia. Quando crescer quero ser igual a você *O* hausha' Brincadeira.

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  8. Concordo, todos aqueles conservadores de ideias antigas que não admitem questionamentos porque dizem que é heresia deviam estudar mais afinal, como você disse, Deus nos deu raciocínio. Acho que algumas ideias de certas pessoas são incoerentes mesmo, concordo com Einstein, Deus é a força das forças.

    Garota de All Star

    ResponderExcluir
  9. na verdade, toda a nossa crença em Deus é baseada na fé
    Emilie Escreve

    ResponderExcluir
  10. Ola amiga blogueira td bem?
    Eu vim conhecer seu blog através do grupo do blog parceiros,
    Sou a blogueira da lista de divulgação blogs parceiros de numeração 188,
    Olha adorei seu blog, tudo muito lindo feito com amor, e estou seguindo seu blog já, espero que você visite o meu blog e goste e me siga também se gostar claro. rsrs
    Participe do sorteio que está rolando lá.
    Link direto para o meu sorteio:
    http://coisinhascorderosadaannyealves.blogspot.com.br/2012/02/sorteio-seus-pes-vao-ficar-apaixonados.html
    ***********************************************************
    Faço divulgações de sorteios, caso você queira divulgar me avise é grátis e só ser minha seguidora e pronto eu divulgo e participo também.

    Link para você divulgar seu sorteio: (http://coisinhascorderosadaannyealves.blogspot.com.br/2012/03/divulgue-seu-sorteio.html)
    ***********************************************************
    Se você é um blog que está na mesma categoria que o meu, por exemplo: (beleza em geral, modas, dicas, receitas, divulgações de sorteios etc.).
    Aceito parcerias trocas de links e banners juntos crescemos na blogosfera.
    É só deixar um recado no meu email an.nye.alves@hotmail.com
    Ou um comentário no meu blog assim que eu ver eu entro em contato e seremos parceiras.
    **********************************************************
    Dica: Essa campanha ajuda você a ter mais comentários em seu blog.
    Aproveite e se vc ainda não aderiu essa campanha dá uma olhada nela é a campanha eu odeio verificação de palavras bjus!! Desculpe-me se vc já aderiu.
    http://danilarrifotografia.blogspot.com/2012/02/bom-amigas-estou-aqui-novamente-para.html#comment-form
    ************************************************************
    Lembre-se sempre gentileza gera gentileza, se você comentar meu blog sempre eu sempre vou retribuir, mas deixa seu link direto para o seu blog em baixo do comentário para que eu retribua.
    Finalmente acabei de apresentar meu blog a você são tantas coisas e blablabla.

    http://coisinhascorderosadaannyealves.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Concordo com você: Isso me soa como obra de Deus. Não uma religião distorcida, mas Deus em sua essência: amor e entendimento. Eu também acho que Deus não seja esse tirano que é pregado por ai. Acredido que ele seja amor, seja o perdão, e que tudo o que fazemos tem uma consequência. Não acredito que Deus dê cartigos cruéis para os erros, mas sim que o que nós fazemos tenha uma consequencia. Para mim, Deus é o perdão e a salvação. Para mim, Ele é amor e é tudo o que eu tenho.
    beijos,
    http://the-mandie.blogspot.com/

    ResponderExcluir