Amor sadomasoquista

Confesso: eu amo te ver sofrer. É a combinação perfeita: você, tão masoquista e eu, tão sádica. Tão perfeita que não deu certo.
Perfeição demais me dá agonia. Sempre deu. Mas você sempre soube disso. Sempre soube da minha autossabotagem e do quanto eu me divertia em te fazer sofrer. Sempre soube do meu sadismo, da minha alegria em manipular as situações. E você gostava. Amava. E ainda ama. Só que agora, eu mudei.

Dizem as más línguas que as pessoas não mudam. Eu digo que elas são idiotas. Se eu - a quem você chamava carinhosamente de "vadia manipuladora", por influência de House M.D., é claro - pude mudar e deixar meu lado sádico pra lá, é claro que todos podem. A diferença é que nem todos querem.
Sim, eu sei que você quis, por um tempo, ser alguém melhor. Um cristão convicto - se bem que você só fez afirmar suas práticas masoquistas com isso, não é? - que se deleita em viver num estado de "pureza" espiritual. Mas também sei que é pra mim que você liga à noite quando quer experimentar tentações.

Nenhuma pessoa me conheceu da forma como você o fez. Você sabe a meu respeito coisas que eu nunca revelei - e que, de fato, nem precisei, pois nossa conexão era tão forte que apenas um olhar bastava para que tudo fosse apurado - e nem revelarei. Mas você não me conhece mais. Não conhece o meu novo estado de ânimo, minha paciência há muito cultivada, minha leveza pelas coisas pesadas da vida. Não conhece meu amor pela humanidade, meu desprezo por suas atitudes e nem minha força de vontade. Você conheceu o que há de mais detestável e obscuro em mim. Você foi até as profundezas da minha alma e viu a escuridão que lá pode habitar. Mas não conheceu meu lado luminoso, minhas paisagens, meu encanto pela vida.

Sim: eu ainda amo te ver sofrer. Porque, após sofrer feito o cão em suas mãos, eu aprimorei a técnica sádica, mas a destinei apenas a uma pessoa: você. Afinal, só um cara muito, muito estúpido se autossabota a ponto de ser largado por mim. Por isso nosso amor meio sádico, meio masoquista, sadomasoquista, não deu certo. Nunca daria. O que é muito perfeito e muito extremo sempre arrebenta. E a corda arrebentou pra o lado mais fraco: o seu.

Como você - cristão convicto e aspirante a santo - me diz em suas desesperadas ligações à noite: eu desandei e virei essa coisa que consegue viver na ausência de ciúme e em um relacionamento saudável, virei essa coisa que só escreve e ri do que você faz. Porque você é e sempre foi um idiota. Nunca passará disso. Sim, eu desandei. Mas é como papai sempre diz: "quem anda na linha, o trem pega". Aceite o fato e viva sua vida de "pureza" longe de mim. Pois eu, meu bem, prefiro muito mais uma luxúria em escarlate do que uma vida de pureza em branco. 

19 comentários

  1. Só tenho uma coisa para dizer: QUE TEXTO, QUE TEXTO!

    ResponderExcluir
  2. Fiquei lendo este texto e imaginando uma super voz narrando-o em um daqueles filmes que são meio suspense meio romance, e a trama gira em torno de atração puramente carnal ;) Pois bem, achei incrível.

    ResponderExcluir
  3. Ah, esqueci de comentar: adorei a trilha sonora do texto viu. Lily linda <3

    ResponderExcluir
  4. Nossa, concordo com o que as meninas disseram. Que texto! Me identifiquei MUITO! Mandou super bem. Gostei mesmo! Me deixou sem palavras.

    ResponderExcluir
  5. Texto incrivelmente cheio de emoção! Um amor sadomasoquista, nunca pensei nisso e ficou encantadoramente ousado Mia! Parabéns!

    Bjs

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o quê as meninas disseram: que texto! Está incrível. E o final principalmente, ficou muito mais incrível!
    "Pois eu, meu bem, prefiro muito mais uma luxúria em escarlate do que uma vida de pureza em branco. "
    Gostei muito. Ficou ótimo, parabéns!
    Beijos.
    Amanda - Doce Diário

    ResponderExcluir
  7. He-ei, Mia *w* Poxa, que texto³! Adorei. Sério.
    Você escreve sempre sobre você, ou inventa também? u_u

    Beijo ♥
    thestarsthief.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. @Momo, why? Eu costumo escrever sobre mim mesma. Às vezes eu invento um pouquinho, mas a grande parte dos meus textos é verdade. Só invento quando são contos, e mesmo assim eles sempre têm uma parte de mim.
    Esse texto é completamente verdade, só pra constar.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, adorei. Tu escreve super bem.
    Um brinde aos amores sadomasoquistas. haha Um dia todo mundo vai ter um, se é que já não teve!

    Beijos,
    santaironia.blogspot,com

    ResponderExcluir
  10. Esse é o primeiro texto que eu não me identifiquei. Só não sei se é porque em matéria de relacionamentos eu sempre fui a pessoa mais bizarra possível e não consigo formar um conceito de "meu namorado" decente pra explorar, ou porque eu não quero admitir que passo pela mesma coisa. :B

    Mas enfim, o texto tá incrível, só que isso não é novidade ne. Mas³ nunca é demais dar uma inflada no ego e dizer que tá lindo, tá lindo, tá lindo. <3

    ResponderExcluir
  11. Uau, que texto incrível. Amor sadomasoquista lembra muito aqueles filmes do estilo "Atração fatal", haha. Beijos ♥

    Garota de All Star

    ResponderExcluir
  12. Uau, que texto! Acho que esse é o primeiro texto que eu leio que achei diferente do que você costuma escrever (e eu gostei bastante). A trilha sonora combinou super com ele!

    ResponderExcluir
  13. Escreveu esse texto depois de ler meus pensamentos foi?! Imaginei esse texto como um discurso que eu com certeza queria falar pra um certo alguém. haha' Amei a música da Lily no post, super a ver <3

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Acabei de conhecer e adorei.
    Amei o texto, dá vontade de sair por ai e falar pra algumas pessoas que merecem ouvir. kkk
    Beijos
    passarelabrasil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. EU AMO AS MUSICAS DA LILY ALLEN <3
    essa foi a primeira que eu ouvi dela, os clipes e musicas dela são tão..tão.. criativos e inspiradores! haha
    e AMEI o texto, me identifiquei com algumas partes hehe

    menina me diga pq vc não come miojo ha 11 anos? O_O não me faça ir ai e te internar!
    ASHUSAHUHUSAHUSA

    http://rascunhosdasuuka.com

    ResponderExcluir
  16. Não sei se isso foi um conto totalmente ficcional ou se foi uma carta a um ex-namorado seu. Só sei que você escreve maravilhosamente bem. Me ensina?

    Jean Corrêa
    Blogueiro de http://prosadecrente.blogspot.com.br
    Colunista de http://leideanediniz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Mia, sua escrita me deixa sem palavras, como as outras meninas eu digo que é incrível esse, bem Mia sabe. A música se encaixou, meus sentimentos também e todos temos alguém para falar tudo isso mas poucos, como você tem a coragem de expressar.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. POLEMICO,
    se pudesse resumir este texto em uma palavra seria esta.
    As pessoas mudam e o podem fazer isso quando quiserem, mas acredito que a essencia do ser, esta é dificil.
    ___
    Passa lá no Blog, espero por ti:
    http://katherinebroke.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. o vídeo se encaixou perfeitamente no texto... e que texto! digno de aplausos!

    Lindinha, meu blog é o 342 da lista de blogs parceiros e vim conhecer o teu cantinho.

    Já estou seguindo o teu blog aqui e no facebook.

    Quero indicar meu blog a você, a fanpage dele também:

    http://ibagis.grandemidia.net

    http://facebook.com/seenovidadeeuquero

    Quero convida-la também para participar de dois sorteios, segue o link:

    Valendo um portarretrato do dia dos namorados, de vidro, lindo! até 20/05--->>>> http://ibagis.grandemidia.net/2012/05/pesquisa-premiada.html

    Valendo uma máscara super shock da avon até 30/05 ------>>>>>> http://facebook.com/seenovidadeeuquero

    Valendo um óleo corporal de maracujá até 10/06 ------>>>>>>> http://ibagis.grandemidia.net/2012/05/nova-colunista-do-blog-mayara-sales.html


    Aguardo a tua visitinha, bjksss

    ResponderExcluir