Às onze apaga a luz

Sempre fui uma pessoa metódica. Planejo tudo antecipadamente, anoto tudo - desde o despertar até o adormecer, o que me falam, como agem as pessoas à minha volta, entre outras coisas - e sou cheia de manias apenas minhas e um tanto malucas - como a de comer tudo separadamente, tendo um prato pra cada coisa, tendo meus próprios talheres, copo, caneca, prato, taça de sobremesa, etc. Não durmo com a porta fechada de forma alguma e muito menos de luz desligada. Tenho uma ótima memória e, como disse acima, registro tudo de tudo desde que me entendo por gente.

Estou explicando isso porque, na minha família, sempre que eu fazia algum dos meus hábitos metódicos e estranhos, o pessoal citava o seguinte: "Às onze apaga a luz", sendo uma referência direta ao filme Rain Man, onde Dustin (hot) Hoffman interpreta Raymond, um autista de meia-idade.
A questão é que eu não havia entendido a referência até esta noite, quando decidi assistir pela primeira vez ao incrivelmente bom filme Rain Man.
(alguém explica como dois caras velhos conseguem ser muito mais atraentes do que garotos com a pele lisinha por aí? será o nariz grande o segredo? #fetichepornariz)

Quando era pequena as pessoas que não me conheciam perguntavam aos meus pais frequentemente se eu era autista. Sim. E não, não me envergonho disso. Eles o faziam porque eu era muito pequena porém muito desenvolta, bem articulada, debatia com as pessoas, lia muito e rapidamente, gravava tudo o que me falavam, obtinha o maior número de informações possível e ainda por cima tinha todas as manias acima (e mais algumas que conservo até hoje), sendo também que tinha horror que encostassem em mim.

Não, eu não sou autista. Na verdade o que tenho é um tipo leve de TOC (transtorno obsessivo compulsivo), o qual já se encontra quase nulo hoje em dia, graças a muitos livros de psicologia e força de vontade. Mas a pessoa que tem TOC nunca elimina completamente uma mania, apenas a troca por outra. Como se se a pessoa não fizesse tal coisa, algo de muito ruim aconteceria. E eu transferi muitas das minhas manias e neuras aqui para o blog. Aqui eu conto meus dramas, histórias tragicômicas (ah, como eu amo minhas dramédias cotidianas!), coisas meio sem sentido e até mesmo contos advindos de sonhos e pensamentos estranhos e um tanto peculiares.

Nunca fiz um tratamento adequado para isso, mas escrever é algo que me ajuda tanto, me alivia tanto, que hoje em dia consigo relaxar em situações que antes não conseguia. Sempre fui muito tensa, atenta a detalhes que passam despercebidos para a maioria e distraída para coisas que as pessoas costumam prestar atenção. Hoje equilibro muito melhor isso, de uma forma saudável e quase imperceptível para as outras pessoas.

Claro que esse é um processo longo e ainda há muito o que percorrer, mas que o blog ajuda e muito, ah, isso ajuda! E vocês, pessoinhas que leem o Wink e conseguem se identificar um pouquinho com as loucuras que escrevo aqui, também têm uma parcela nesse processo. Afinal, através dos seus comentários falando do quanto se identificam com uma coisa ou outra é que percebo que não sou lá tão irrecuperável assim e que todo mundo é um pouquinho louco.
3014871157_1_49_4p4u5dyx_large
Só não dá mesmo é pra ficar que nem o Charlie (Tom - hot - Cruise) no filme e sair gritando e chutando terra pra tudo quanto é lado. hahaha   
Afinal, às onze apaga a luz. 

24 comentários

  1. Ah, vou falar que vivo chutando tudo por aí, principalmente cucas...diria até que é uma espécie de TOC, já que se cismo com certa cuca, chego a desviar o caminho só para chutá-la!

    Todo mundo tem algum tipo de toc, talvez em diferentes níveis, mas todo mundo tem. E quanto essa coisa de encostar, eu não curto gente estranha me tocando não... Só quem me toca são meus amigos e claro meu namorado... De resto, que fale com a boca, não com a mão! rs

    ResponderExcluir
  2. meu deus, o tom cruise sempre foi um pedaço de mal caminho em :9 deu ate calor aqui KKKKKKKK

    nossa eu tbm sempre tive manias estranhas, quando eu era pequena eu não conseguia prestar atenção nas coisas, principalmente na escola, nunca lembrava de nada e era muito ansiosa, se eu sabia que amanha a gente ia viajar eu não conseguia dormir e passava mal de tão ansiosa que eu ficava, e eu também não conseguia falar palavras difíceis com R, ou dormir a noite, eu tinha que dormir com a minha mãe pq se não eu não conseguia dormir, dai eu fiz muitos exames, fiz uns 10 eletros da cabeça nessa vida viu, e nunca dava nada ate que uns tempo atras eu fui no medico e ele disse que eu tinha deficit de atenção(DDA)e por tomar remedios muito fortes pela depressão isso aumentava D: dai eu comecei a fazer terapia mais num adiantou nada (pelo menos eu acho) mas depois que eu comecei a ler livros e revistas eu acho que melhorei nesse negocio de prestar atenção, eu só consigo prestar atenção se anotarem algo pra mim, pq se falar eu esqeço em 2 minutos que a pessoa falou D: e o meu sono tbm melhorou, agora eu consigo dormir sozinha, mas dormi com a minha mãe ate os meus 14 anos D: (sim, é muito mico)
    HASHUHUSAUHASHUSAHUSAHUSAH
    eu vejo a minha mãe, e tanta outras mulheres mais velhas e acho que todas nos vamos ser que nem elas: viver num hospital viu KKKK
    a minha mãe tem tanta doença, tanta dor e esse blablabla que toda semana ela vai no medico, e toda semana o medico fala que ela tem algo diferente KKKKKKKK

    ei manola, to te convidado pra participar desse meme, se ja participou e não qer participar tudo bem, mas se ainda não pode participar viu, hunf
    http://rascunhosdasuuka.com/tag-onze-coisas-sobre-mim-post-parte1/

    ResponderExcluir
  3. fiquei com vontade de ver...

    Eu tbm sou meio metódica, mas em um nível bem leve. Tbm uso o blog como forma de desabafar e transferir algumas angústias pessoais para a telinha.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho algumas manias que cultivo desde criança, manias estranhas, como balançar o pé/perna na hora que estou deitada quase dormindo, ou.... Pera, não vou falar uma que me veio a mente agora por que é meio estranha e não sei explicar direito D: hasu' Mas enfim, todo mundo tem um pouco de loucura em si, acho tão legal você ser boa em memorizar tudo, eu sou péssima com isso, vivo esquecendo das coisas, tendo súbitos momentos de amnésia, sério! :/ rs Sou meio 'avoada' ás vezes. Mas é legal ser diferente <3

    Quero ver o filme agora!

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  5. nossa... agora que eu descobri que dá pra fazer comentário, não tinha entendido o que representava essa bolinha cinza.
    Bem, achei muito legal seu post Mia...tudo que falastes é engraçado, é comum e de tão comum se torna ao mesmo tempo estranho, porque afinal, de louco... todos nós temos um pouco. Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Leio seu blog já faz algum tempo mas nunca comentei nada porque sempre tive um pouco de vergonha. Tive ataques de riso com sua história sobre seu "umbigo que soltava um líquido estranho" e na maioria de seus devaneios me identifiquei. Gosto muito do seu blog e também sou um pouco "esquisita" e tenho alguns TOCs. Além de muitas fobias. Ler o Wink me deixa feliz e me faz pensar que nessa mundo de pessoinhas tão perfeitinhas existem também pessoas loucas e diferentes, que nem por isso são chatas e tão esquisitas como pensam.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo, Mia. Eu não conheço esse filme mas agora eu preciso assistir rs.
    Obrigada pela visita ao Distracting!

    Beijinhos doces.

    ResponderExcluir
  8. Preciso dizer que achei a referência genial, apesar de nunca ter visto o filme. E agora tenho que ver o mais rápido possível!
    Engraçado, fui e sou o oposto de você. Não retenho informação, me distraio muito facilmente, não sou boa com concentração. Sempre achei que tivesse TDA. Será?
    Acho ótimo você usar a escrita e o blog como ferramenta. É pra isso que servem mesmo. Viva os blogs, a comunicação e tudo que eles possibilitam.
    E às onze apaga a luz.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Preciso dizer que achei a referência genial, apesar de nunca ter visto o filme. E agora tenho que ver o mais rápido possível!
    Engraçado, sou o oposto de você. Nunca consegui reter informações direito, concentração eu não tenho, sou muito distraída e sempre tô fazendo mil coisas ao mesmo tempo. Sempre achei que tivesse TDA. Ninguém me tira isso da cabeça.
    Que bom que você usa o blog como ferramenta e que isso te faz sentir melhor. É pra isso que eles servem! Viva os blogs!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. E é por isso que gosto tanto de ler o que você escreve aqui, por ver muito de mim em você :)
    E eu também uso meu blog para me faz sentir melhor e lidar com os meus sentimentos, acho que ajuda muito.

    ResponderExcluir
  11. Tom VERY HOT Cruise, shushuahsuhas, voltando...
    Quando menor eu era simpática mas quieta. Só falava com quem tinha intimidade e esse era o motivo de garotas populares me olharem estranho, ainda tenho essa essência mas melhorei bastante. Eu também tenho mania de planejar tudo, e tenho um certo TOC, que como você disse, você acaba achando que se não o fizer, algo ruim pode acontecer. Acho que o blog é o principal jeito de desabafar - não só no meu lado pessoal, mas também toda a minha opinião sobre o mundo e as coisas. Eu com certeza te entendo - não só te entendo, mas também me identifico com você.

    Beijos, Garota de All Star

    ResponderExcluir
  12. Muito show o seu texto! Você manda muito bem, flor. Escrita ótima!
    Amei muito o seu blog e seu layout é muito fofo, flor. Já estou seguindo o blog =)

    Ahh, tem sorteio lá no blog de 1 Kit de ESMALTES+MAKES! =)

    Um beijo, Luuh C.

    luuhkawaii.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi linda, muito bom seu bloguito... tô seguindo.
    Conheça o meu também...bjos.

    http://bijouteriastmvbijoux.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Cada vez que eu venho aqui conheço mais uma parte da Mia, até onde você vai menina? rsrs
    É incrível como você consegue descrever tão bem em palavras o seu ponto de vista em tudo. Nunca vi o filme, mas deve ser muito bom.

    Beijos. ♥

    ResponderExcluir
  15. Acredita que eu nunca assisti Rain Man? Tá na minha lista de filmes-que-eu-necessito-ver faz anos, mas eu nunca tive pique pra colocar a lista em dia. Talvez eu faça isso. :3

    Acho que ter um blog acaba ajudando todo mundo, mesmo quando os textos não são completamente pessoais (resenhas, por exemplo). Parece que escrever, colocar pra fora, acaba aliviando a gente. Pelo menos pra mim, é como uma válvula de escape pra todo o stress do trabalho. (:
    E também é ótimo conhecer outras pessoas que são tão socialmente inadequadas e tem manias tão estranhas quanto as nossas. <3#

    ResponderExcluir
  16. Eu também tenho TOC, mas não é uma coisa que nasceu comigo, foi a partir da minha adolescência que eu acabei me tornando obsessiva por alguns detalhes. E por uma incrível coincidência também já perguntaram se eu era autista quando criança. HUHSUAHSUA O blog é uma coisa que tira tudo aquilo que nos incomoda, como um diário, ou um método de desabafar. É como uma válvula de escape. Adorei o Blog Mia, Saudades de vir aqui, não deixarei de vir aqui mais *-*

    www.misterios-dela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Tenho umas manias bem estranhas também, aliás, muitas. Não sei se chega a ser TOC... Bom, fiquei com vontade de falar então lá vamos nós. Eu tenho uma mania que é o seguinte: quando to fazendo algo, ou vou fazer, eu determino lugares e coisas que eu não posso olhar, se não algo muito ruim vai acontecer. Tenho isso desde uns 2 anos atrás e achava horrível, eu ficava toda paranóica, mas agora já é rotina e nem sei se consigo parar. E tenho modos para fazer as coisas, por exemplo, colocar primeiro a meia direita, tudo na ordem que eu determino se não, novamente, algo de muito ruim vai acontecer.
    É, talvez seja TOC. Ótimo texto e adorei a referência ao filme, fiquei com vontade de assistir.

    Crying Lightning

    ResponderExcluir
  18. Ainda não assisti esse filme, e agora estou morrendo de curiosidade para vê-lo.
    Eu também tenho um pouco de TOC, mas é coisa muito mínima. Como tudo separado, mas tudo num prato prato. enfim, e algumas muitas outras coisas que hoje também são quase nula por causa do blog.
    É impressionante como esse mundo aqui ajuda tanto as pessoas né?

    Adorei o post flor!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Parece ser bem legal <3
    O Crystal Bow foi hackeado,estou muito triste,espero você lá.
    crystalbow.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Fala, dona Mia.

    Mulher, é verdade isso, né? Que compartilhar a loucura faz a gente se sentir menos louco. Mas não somos não. É que de médico e louco, todo mundo tem um pouco hahaha

    Bom texto e bem direto. Dizem que o meu blog é um livro aberto, mas isso aqui foi muito mais escancarado do que eu jamais sonhei em publicar.
    Beijos, gatona! ;)

    ResponderExcluir
  21. HAHA Nossa! Eu tenho umas coisas meio doidas também, não chega a ser TOC, acho que é mais coisa da minha personalidade mesmo. Mas quem é normal, né? Rain Man é um ótimo filme. <33

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Quem dera se eu conseguisse gravar tudo o que me dissessem, como você, rs Não me lembro de nada! D:
    Acho que a escrita alivia muito. Agora que estou sem inspiração, me sinto tão presa, sabe?
    Acho que só o fato de ter um lugar no mundo em que as pessoas te leem (blog) já é maravilhoso!
    Sempre fui uma pessoa muito ansiosa e tímida, depois que comecei a escrever no Primeiro Livro e gravar os vídeos - taí uma coisa que ajuda muito na timidez, haha - me sinto muito mais confiante...
    Além das críticas que só me fortalecem! (Algumas me abalam, lógico, mas procuro só crescer com elas, rs)
    Aii... Depois desse discurso inteiro só posso dizer que seu blog é lindo e você parece ser muito fofa!
    Fiquei curiosa para assistir esse filme, ainda não o conhecia. ;]

    ResponderExcluir
  23. Levo horas pra pegar no sono dormindo no breu... mas não chega a ser um TOC mesmo, só uma mania. E eu era bem articulada e sociável quando criança, mas aí cresci e fiquei chata! Não posso ouvir barulho de visita que corro me esconder no quarto (uma tia minha, quando criança, fazia o mesmo, mas se escondendo no guarda-roupa).

    ResponderExcluir
  24. Menina, amo filmes e não conheço essa. Sério, nunca ouvi falar. Parece ser muito interessante. Assim como você, tenho minhas manias. Algumas são legais, como se fossem minha marca, mas muitas me fazem mal. Tenho me controlado e obtido muito sucesso, mas durante anos me vi obrigado a fazer coisas ridículas porque algo invisível me ameaçava. Coisas ruins aconteceriam se eu não fizesse gestos coordenados, ou não olhasse as horas antes de dormir. Isso é desesperador.

    ResponderExcluir