Sofrível, sofrível

Estou emocionalmente cansada. Cansada de tentar qualquer coisa, de ser eu mesma e até de falar com as pessoas. Simplesmente esgotei todas as gotas de vontade que tinha para fazer dar certo. Talvez não tenha que dar certo, talvez eu seja uma dessas almas que estão destinadas a apenas irem e irem e irem e continuarem sozinhas, por mais rodeadas de pessoas que estejam, por mais cheias de ideias e de vontades que sejam.

Eu sempre fui sozinha mas nunca me senti realmente sozinha. Tudo está bem: eu nunca tive tantos amigos, tenho um namorado que adora professar o quanto me ama, estou mais magra do que já estive em anos e mesmo assim me sinto cada vez mais sozinha e mais cansada.
Vai ver possuo um daqueles temperamentos sofríveis, como daqueles escritores que se entregavam a coisas nefastas, supérfluas, apenas numa tentativa desesperada de preencher algo que não está lá, de ser, de deixar algo bom...

Vai ver sou água, sou transparente, sou insípida. Vai ver sou tão insossa quanto as pessoas à minha volta. Vai ver a tempestade que vi em mim não passava de uma chuvinha rala de primavera. Vai ver nem sei mais quem eu sou.
Tumblr_m4ztqzpezu1rxa7t4o1_500_large

19 comentários

  1. NOSSA, que texto expressivo e cheio de sentimentos. Sobre estar mais magra e ter um namorado que ama muito, << Me vi em suas palavras. Realmente chega uma hora que todos nós nos sentimos assim. Faz parte de nossa vida, espero que seja só uma fase para você e que fique tudo OK. Beijão, www.spiderwebs.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiee..
    Gostei de seu blog..
    realmente texto cheio de sentimentos..
    estou te seguindo,dp me siga de volta..bjus

    http://helenageral.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Me sinto assim muitas vezes! Acho que as únicas coisas que eu realmente tenho ao meu lado, são os meus sonhos.

    Garota de All Star

    ResponderExcluir
  4. yep, também tô com um vazio, um não saber direito quem eu sou e tal. Mas pra mim o problema foi que eu sempre me senti sozinha, sempre me senti 'menos', inclusive preferi ficar sem namorado pra poder resolver tudo isso e ter um cara legal na próxima... o caso foi que eu descobri alguém legal que me preencheu esse vazio todo. só que pessoas são livres, né... e se completar sozinha agora parece ser extremamente difícil.

    mais sorte e força pra vc! =)

    ResponderExcluir
  5. nem precisa dizer o quanto me identifiquei não é? Sou tão sofrível também '-'

    adorei: ''...Vai ver a tempestade que vi em mim não passava de uma chuvinha rala de primavera. Vai ver nem sei mais quem eu sou.''

    É aquela coisa de já estar tão acostumada com a dor, que você só sabe conviver com ela. Mas tem momentos, que exagerar na dor, ''acalma'' bem mais, do que apenas sentir dor.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. To me sentindo exatamente assim também. Me identifiquei demais com seu texto. :/
    Beijo

    Pelos Dezoito
    @maaryale

    ResponderExcluir
  7. Eu sofro desse mal, muitas vezes. E tento esquecê-lo acreditando que não devo ter compaixão comigo mesma. Afinal, nada há de pior para o ser humano que o fato de sentir pena de si. Chega a ser medíocre. Às vezes confundimos solidão com essa auto-piedade sem sentido.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Well, eu me sinto muito assim ás vezes, ainda mais agora que os poucos amigos que eu tenho, não mantém muito contato comigo, não tenho namorado *nem preciso*, tenho uma família linda *pequena, mas linda* perto de mim, e ás vezes sinto esse vazio, mas eu sempre digo a mim mesma que estou fazendo drama demais. Enfim :/

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  9. É complicado. Mesmo que as coisas estejam boas, parece que as vezes falta algo, que nem sabemos o que é. Eu também me sinto assim. Eu denomino 'crise' e espero que passe rápido, como as outras. Mas sabe, eu te entendo e quem nunca se sentiu assim, que atire a primeira pedra. A gente pode ter tudo, mas não ter o que mais queremos. E nesse caso, talvez não seja ingratidão ou algo do tipo. De fato, também acho que nasci pra ser sozinha.
    Adorei suas palavras, emoções. Você passou tanto de si mesma, nesse texto. E de um jeito tão surpreendente. Incrível, Mia!

    ResponderExcluir
  10. Sinto-me assim mais vezes do que gostaria, Mia. Às vezes me bate um cansaço das pessoas, de mim mesma, do mundo, da vida. Às vezes me bate uma agonia desgraçada, uma vontade de partir não sei pra onde, fugir de não sei o que ou quem. Sei lá, desconfio de que não sou normal, hahaha.

    Beijo!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  11. Oi linda, cada vez que entro no seu blog me surpreendo não só com o cantinho mais com os textos andei um pouco ausente mais estou de volta, como afiliada sempre estarei por aqui :)
    http://alternativateen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Ultimamente estou me sentindo exatamente como você, se quer saber, acho que a gente jamais saberá o que somos de verdade, porque o ser humano é uma série de mudanças drásticas que acontecem a cada dia. Não dá pra ter certeza de nada nesse mundo que a gente vive, muito menos de nos mesmos.

    ResponderExcluir
  13. 'Eu sempre fui sozinha mas nunca me senti realmente sozinha.'
    Essa parte me traduz muito, estava pensando nisso a semana toda e quando li isso no seu blog, foi muito especial - porque eu gosto muito daqui, mesmo que eu o esteja acompanhando não faz muito tempo.
    Espero que esses sentimentos sejam passageiros... :}

    ResponderExcluir
  14. Cê sabe, né? Tô bem nessa vibe também, cheguei em um ponto que parecia ser o que eu queria mas agora não parece mais o certo. É difícil até definir, é uma falta de perspectiva de continuar desse jeito, uma sensação de que preciso me livrar de algo para poder abraçar coisas novas e que realmente me façam feliz. Difícil... :~ Força pra nós.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. oie mia, tudo bom?
    eu ando assim também... cansada de tudo e de todos, cansada de tentar fazer as coisas darem certo e só levar pancada na cabeça. ando me sentindo sozinha também, apesar de saber que tenho amigos em quem posso confiar para qualquer coisa... mas acho que não é bem isso! é outra coisa... é um pouco de insatisfação com o momento que estou vivendo, um desanimo sem fim, que me deixa completamente cansada de continuar vivendo as coisas do jeito que estão! espero que as coisas se resolvam... para mim e pra você também! boa sorte pra nós! ;)
    beijo, beijo!

    ResponderExcluir
  16. não é bom se sentir assim, mas faz parte né?!
    Eu até que gosto as vezes, porque nos traz uma força (dps que passa) que nos ajuda a seguir :)

    ResponderExcluir
  17. Às vezes também acho que sofro do mal dos escritores. Mas no fundo é falta de se encontrar em algo. Sabe? Se achar em alguma coisa importante. Muitas vezes em nós mesmos, mas quem é que se suporta tanto assim?

    ResponderExcluir
  18. Todo mundo chega nessa fase. A pessoa realiza seus sonhos, coloca a vida no lugar, mas é como se faltasse algo ainda. Talvez de tanto querer e correr atrás de alguma coisa, a pessoa tenha perdido o que realmente é pelo caminho, ou só esqueceu.
    Adorei o texto Mia:)
    Beiijos*-*
    http://cartasp-voce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Que lindo esse texto Mia. Muito lindo mesmo, adorei, fazia tempo que não lia um texto tão bom com qual me indentificasse tanto.

    beijos,
    www.desejosdemenina.com.br

    ResponderExcluir