Subespécie de criança

Tumblr_m5tsedlre01rvl7teo1_500_large
Conversando com o namorado sobre coisas que fazíamos quando éramos crianças, me lembrei de uma história que eu costumava contar pra meus coleguinhas da primeira série (e que acreditei piamente até os 9 anos).
Estávamos em uma discussão (três colegas minhas e mais um menininho que era apaixonado por mim) sobre de onde vinham os bebês. As meninas disseram que eles vinham de dentro da barriga das mulheres, mas elas não sabiam como explicar e o menino disse que uma cegonha colocava uma semente na boca da mulher, ela engolia e o bebê saía de lá.
Após ouvir isso, eu - toda me achando em uma minissaia jeans aos 7 anos de idade - disse, com toda a convicção:

- Sentem que eu vou contar pra vocês como ele vai parar lá.
- Sério que tu sabe, Mi?
- Com certeza. Escuta! O guri e a guria cospem em um potinho, aí eles mexem os cuspes deles com uma colherzinha, que é pra misturar bem e ter um pedacinho de cada um. Aí eles colocam açúcar - porque tudo que é bom tem açúcar - e colocam aquela mistura dentro de um balão vazio.
- Ah, mas não é assim, porque o bebê não nasce de um balão!
- Nasce sim, porque dizem que a bolsa estoura, mas o que estoura é o balão, né?
- E como que ele vai parar na barriga da mulher?
- Assim: ela pega o balão vazio que tem a mistura de bebê dentro e toma, como se estivesse tomando um remédio. Aí o balão vai parar na barriga dela e vai crescendo, crescendo... até que estoura! Aí o bebê nasce.
- Ohhhhhhhhhhhhhh! Como tu é inteligente, Mirian!
- Aprendam comigo, crianças.

No outro dia uma das meninas engoliu um balão que trancou na goela dela e a professora teve de enfiar a mão lá dentro para tirar.
E eu tinha medo de beijar alguém até os 11 anos com medo de engravidar - apesar de saber que não se engravidaria assim, mas eu contei a história tão bem que até eu acreditei.
Sim, eu e minha muito fértil mente nos metemos em enrascadas desde sempre. É um dom.
Gente, tá rolando um sorteio lá no Papo Teen, em parceria com o Wink, e eu ficaria bem contente se vocês participassem. Passem ? *-* 

33 comentários

  1. Ri muito da sua história! huahuehuahueha
    Essa eu nunca tinha escutado XD
    Criança é uma bosta, né? ahahahhah

    ResponderExcluir
  2. 1° não sabia que seu nome era Mirian :O
    kk.. gente que história loucaaaa.. coitada da menina que se entalou com o balão, kkkk. má você mia.. Eu ri com essa história.. kk
    muito bom
    Ser criança é tão bom, quer dizer, era né! No tempo em que eram inocentes assim, quem nem nessa sua época! rs

    bjão sua lindaa

    erikarayanaheart.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. kkkkk' Mia! muito tosco esse post :p

    À respeito da frase da imagem...geralmente quando não gostamos de uma determinada área de espécimes das pessoas, tipo (criança, adolescentes, adultos, idosos, etç) é porque no fundo-no-fundo, nos identificamos e beça com eles. Eu detesto adolescentes, apesar de já ser adulta, mas é porque no fundo, me identifico e aindam me sinto como uma.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Ei Mia, que história foi essa? As mentes férteis do mundo se ajoelham aos pés da sua! E olha, eu realmente acho que ter a mente fértil é um dom, e devia ser mais valorizado, porque né? haha. Faz bem, sério, mesmo que nos meta em algumas enrascadas de vez em quando. u.u

    Beijos,
    http://www.ideias-defenestradas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Hahuahauhauha coitada da menina!
    Eu até tenho paciência com criança, mas o melhor mesmo é quando ela não é sua, porque assim você sabe que uma hora ela vai embora!

    ResponderExcluir
  6. "Aprendam comigo crianças"
    UDHDSAUHDSAUSDAHDU Medo de engravidar por beijo eu também tive! Loucura né? Pra ti ver como as mentes das crianças eram inocentes!

    www.essasoueufalandosozinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. HUSIAHUISHAUISHIUASHIUAHSI'
    Que história ótima. Adoreeeeeeeeeeeeeeei. Eu sempre soube de onde surgiam os bebês, por que o primeiro livro que li era uma explicação bem clara. #risus.
    Beeeeeeijos :)

    ResponderExcluir
  8. Eu fui uma criança muito quieta e sem amigos, então eu não tinha muita convivência/experiência adquirida através de conversas no parquinho.
    Mas depois de ler a sua história, comecei a pensar que aquelas crianças que comiam cola, misturavam coca cola com fanta pra fazer guaraná (não dá certo, nem tenta fazer), ou tinham medo de dar a mão pro amiguinho na fila pra subir as escadas da sala de aula podiam ter fortes motivos pra tudo isso...
    Cara, agora história de bairro que eu soube quando eu devia ter uns 12 anos? 13 anos? E as crianças em questão tinham uns 6 anos:
    Lembra daquela novela Porto dos Milagres? O filho da minha vizinha e uma menininha aqui na rua estavam brincando na casa da minha vizinha e inocentemente a menina sugeriu brincar de "Lívia e Guma". Ok, mas como é que se brinca de Lívia e Guma? Simples: tirando a roupa, se enfiando embaixo do cobertor e se mexendo de um jeito esquisito por algum tempo! HAUHSUHSAS
    Lembro até hoje da mulher berrando, dando bronca nos dois e depois dando uma surra no muleque. XDDD
    Fim da história de bairro.

    ResponderExcluir
  9. Nunca fui das mais criativas mas vivia me achando na escolinha - coitadas das minhas amigas. Eu contava histórias absurdas e todos acreditavam, e depois as 'tias' vinham tirar satisfações comigo. Detestável a parte das tias.
    E, uau, que teoria magnífica, Mia! Sério, é a mais bem elaborada que eu já ouvi, hahahah

    Crying Lightning

    ResponderExcluir
  10. asuheuasheuasheuasheushae, pô, cara, não tinha "mamãe botou um ovo" na sua escola? eu nem lembro que que eu achava, rs, acho que eu nunca realmente me importei com isso... acho que minha mãe dizia que meu pai colocava uma semente na barriga dela e eu nunca me importei como isso realmente acontecia! ah, a inocência!!! hehehe, muito bom xD

    ResponderExcluir
  11. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, ri muito aqui. Quando pequena, minha mãe sempre falava que o bebê vinha de uma sementinha, aí na minha mente, eu imaginava uma mulher com duas sementinhas na palma da mão, aí ela botava uma na boca e dava a outra ao marido. Só. Mas aí quando eu soube da verdade, me decepcionei MUITO.

    Beijos, Garota de All Star

    ResponderExcluir
  12. HAHAHAHAHAHAHA!
    Não sei se você era uma criança troll ou apenas muito criativa. Mas essa foi uma das teorias mais divertidas que eu já vi entre as crianças.
    "Porque tudo que é bom tem açúcar". HAUAHUAHAUAHUA Que lindo e que verdade. Era uma criança fofa também.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  13. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Essa história foi ótima.
    Eu já ouvi a da melancia, a do feijão que tem semente e do beijo né- clássica. Tenho uma amiga que beijou um garoto quando era novinha e chorou porque pensou que estava grávida. Quando ela contou eu morri de rir.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Adorei relembrar isso *-*

    ResponderExcluir
  14. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    PERAI QUE EU AINDA TO RINDO!
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA

    Mirian (caramba, que nome lindo!), me identifiquei bastante com o fato... Também sou dessas que fala mais do que a nega do leite e acaba se metendo em confusão por conta da boca grande...
    mas olha, essa tua imaginação se superou hein, adorei!

    ResponderExcluir
  15. Gente, de um balão com cuspo? o.o Que teoria linda!!! Sério, essa nunca tinha ouvido! Que imaginação :33333 (Mas eu ri, viu) E uma dessas meninas que tinha a ideia quase correta, foi tentar ter um bebé, com a sua ideia...? Gente!!!11!!!!!1111!!!!!!!!!!! Que isso?! HAHAHAHA//

    Gente, que isso.......................
    Bai ♥

    ResponderExcluir
  16. legal, kkk historia muito boa de se contar pra criança, eu até quase acreditei!
    http://karinafotolog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. hahaha, eu tb acreditava quando eu tinha uns 8 anos que com um beijo eu iria engravidar '-'
    Amei a teoria do balão, SHUSHUS.

    Beeijos,
    www.blogmundodamoda.com

    ResponderExcluir
  18. Eu nunca criei nem fui obrigada a acreditar nessas historinhas que os pais inventam para fantasiar um mundo mágico para suas crianças. Sempre ouvi a realidade, e pra mim foi o melhor! Acho que era por isso que sempre fui meio excluída, já que eu era madura, sincera e objetiva demais em relação ao meus amiguinhos. Quando alguém falava alguma coisa sobre cegonha, pé de alface e etc eu já ia logo falando "larga de ser besta, os adultos fazem sexo e pronto"!

    ResponderExcluir
  19. Olá Mia! Também torço pela Jess e Nick, tomara que eles fiquem juntos! *-*
    Como assim, de um balão? Serio, vou não era normal, rs. Quando eu era criança, minha mãe me botava medo dizendo as crianças nasciam de sementes, e se eu engolisse semente de melancia iria me dar mal. Até hoje tenho esse trauma, rs.

    Beijos, Ma Petit (:

    ResponderExcluir
  20. hAHAHAHA, adorei a história,fiquei pensando no desespero da professora ao tirar o balão da guela da menina tadinha!

    Curti teu blog,estou seguindo ;
    bjos

    ResponderExcluir
  21. AHuahuaHuahUa....
    Muito boa teoria.
    Mas melhor não contar para os filhos, vai que tentam engolir o balão igual a sua amiguinha.

    Mente muuuuuiiito fértil Mia...kkk

    Bjaoo!!

    ResponderExcluir
  22. Morri de rir, hahaha! Coloca fértil nisso, menina. A amiga que engoliu o balão que o diga, né? Hahaha!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  23. ASDFGHGASDFGHADFGHGFDSA!
    Vou me lembrar disso quando eu tiver um filho e ele vier me perguntar isso.

    ResponderExcluir
  24. É história verídica mesmo?OH MY GOD! hahahaha
    Desde que eu me entendo por gente acho que sei mais ou menos como tudo acontece, ou pelo menos se antes não sabia, não me lembro de ficar curiosa sobre.

    Mas já passei por essa fase de pensar que beijar engravida. Poor girl.

    ResponderExcluir
  25. hahaah adorei a histórinha!
    Que engraçado!
    Bem coisa de criança mesmo, né kkk

    ResponderExcluir
  26. Descobri o que era sexo quando vi dois cães "grudados" na rua.

    ResponderExcluir
  27. ASUHAUHSHUSA coitada da menina que engoliu o balão. Que mente fértil em Mia, haha.
    Beiijos:)
    http://cartasp-voce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Mia, como faço para fazer parceria com você? Troca de banners.

    ResponderExcluir
  29. Céus, acho que de todas as histórias "de onde vem os bebês", essa foi a mais engraçada! Não, "the birds and the bees" ainda é a pior de todas, haha!

    bjs

    ResponderExcluir
  30. Ai Mia, você e seus textos sem pé nem cabeça me descontraindo desde sempre. Super coisa de criança isso HAUHAUHAU

    ResponderExcluir
  31. haha, eu lendo e como sempre morrendo de rir. Que história doida do cuspe! aushausahs
    Maas crianças são crianças. E nossoss filhos serão assim também . aushaush
    http://oicarolina.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  32. haha,voce era uma criança criativa nascer bb pelo cuspe esta e boa,bom seu blog http://cinnamoncake-br.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Eu ri agora UAHHAHAHAHAHA Uma criança muito criativa que você era, hein?!? HEHE Abraços!

    ResponderExcluir