(F)rio Grande do Sul

E finalmente o tão esperado - e odiado - frio do inverno sulista chegou. E minha garganta, pra variar, estourou. Porque é o que acontece desde sempre, ou seja, história da minha vida: Mia sai alegremente pela estrada com seu fone de ouvido pendurado e tocando Queen a todo volume quando de repente - e tão de repente! - o vento Minuano a pega desprevenida, despenteando seus cachos castanhos - como se eles estivessem penteados às 06:30 hrs da manhã, haha! - e a deixando com um resfriado terrivelmente entediante. Boring.

É incrível a capacidade que eu tenho de adoecer. I meant it. Qualquer ventinho inesperado, qualquer garoa, qualquer aragem que for e voilá: lá está a Mia de cama e com febre. Desde pequena é assim, e por isso mamãe sempre tomou cuidados excessivos comigo. E mesmo com todos os cuidados, vez que outra eu fico doente. Ao menos duas vezes por mês.
Como eu consigo a proeza de ter ótimas notas escolares mesmo assim (nenhuma vermelha!)? No one knows. É um mistério o fato de que eu, mesmo aparecendo cerca de 2 semanas e meia por mês às aulas, consiga notas incrivelmente boas. É um dom.

E a melhor parte disso tudo é que sou alérgica a uma pá de coisas, incluindo um componente presente em quase todos os medicamentos: sulfa. Aí que a coisa fica boa na minha vida - só que ao contrário. Então, quando fico doente, só posso tomar estes medicamentos: Amoxicilina (o único antibiótico que posso tomar), Ibuprofeno (vivo a base de Vicodin Ibuprofeno), alguns antigripais e chás caseiros. Porém eu detesto chá, então.
Assim como também prefiro tomar injeção a tomar alguma pílula. Engasgo com qualquer coisa. Seriously. Vivo me engasgando com saliva, por exemplo. Com pílulas, então... simplesmente corto-as em pedacinhos (o que obviamente não dá pra fazer com a Amoxicilina).

Semana passada fiquei a semana toda de cama por conta de uma amigdalite bacteriana. E pirei, completamente. Tudo começou com um ventinho que peguei desavisadamente na semana retrasada; no outro dia minhas amígdalas estavam inchadas e doendo, dor essa que logo se espalhou para o ouvido. E foi assim por uma semana inteira: eu, minha cama, papai me trazendo chocolate quente e pílulas de Amoxicilina.
Claro que eu pirei porque, após um umbigo soltando pruridos estranhos e vários exames sem resultados conclusivos - a não ser pelo fato de que meu sangue é roxo e as enfermeiras ficaram chocadas ao admirar um sangue que não é vermelho - eu já comecei a achar que teria de operar para tirar as amígdalas - sim, quando eu estou doente eu piro de vez.

Baseada em meu histórico de doenças estranhas e na minha fragilidade ao frio de manter pinguim alegre polar que faz aqui no meio do mato em Viamão, estou considerando seriamente a possibilidade de fugir ir para algum lugar quente, onde haja noites agradáveis e brisas suaves, e de preferência nenhum vento chamado Minuano pra acabar com meu bom humor.
O lado bom disso? Ficar na cama e assistir a filmes randômicos tomando um chocolate quente, tipo o que conta a história do vibrador (assistam, pelamordedeus, assistam a esse filme!). Agora, no meio das minhas conversas randômicas, eu posso chegar pra o povo e dizer: hey, vocês sabem como foi criado o vibrador?
É, isso é minha cara mesmo.
Tumblr_lr9ha9snuy1qbwxizo1_500_large

24 comentários:

  1. cara, adoro essa tua capacidade de pegar temas tão cotidianos e transformá-los em textos bem detalhista. Isso é tão legal *-* E ah, odeio frio... Graças adeus moro em lugar onde o frio é raridade, porque eu odeio essa coisa de ficar com meus ossos doendo por causa de frio. Odeio! Odeio! E ei, que antítese né? Tu alérgica a Sulfa e eu VICIADA em Sulfa. Eu alérgica a Amoxicilina e tu só pode tomar esse antibiótico... que loucura!!! kkkk E ah, comprimidos, quando mais nova eu também cortava-os em pedaços, mas hoje toma de boa. É bem melhor do que tomar o remédio líquido, pois as chances de fazer cara feia com o gosto são reduzidas AHSUAHS

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. e esqueci de dizer mais uma coisa: Me identifiquei tanto com essa imagem ;D awn, Jess!

    ResponderExcluir
  3. o vento Minuano aqui no RS é terrível, fora que hoje choveu o dia inteiro e eu passei a tarde ensopada na escola, era lindo de se ver. Pois é, bem vindo inverno gaúcho! D:
    http://alisson-aline.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. hahaha Mia :p
    Sua hipocondriaca! kkk' olha só quem fala... (a própria hipocondriaca enrustida) enfim. é sempre ilário ler-te, mesmo se trantando de uma coisa bem irritante que é adoecer. mas olhando por um outro lado, isto mostra q estamos vivos, diria q são ossos do viver, em vez de ''ossos do ofício''.

    ResponderExcluir
  5. Acho que minha saúde é tão ruim, mas TÃO ruim, que nem as bactérias e pestes chegam perto de mim. Quer uma dica? Mesmo não querendo, vou dar haha: chupe um limão, doce ou puro. Ou tome um suco beeeeeeem natural de laranja (ou limão também) que a vitamina C faz revertério nas tuas amígdalas! É tudo ou nada migue, 8 ou 80! Se joga no ácido!

    www.essasoueufalandosozinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Seu blog é lindo, muito fofo mesmo*0* parabéns!! Já estou te seguindo amada =))

    Convido voce e suas leitoras a conhecer meu blog

    http://toobege.blogspot.com.br/

    Beijinhoooos ;**

    ResponderExcluir
  7. Sério, como acham bom o inverno? Qualquer coisa é motivo para gripe e todas as "ites" aparecerem.
    Ah, sobre as amigdalas... eu tirei as minhas e não tenho mais tantos problemas, mas antes eu era como tu... Bem, fica a dica DESAPEGA das amigdalas.

    Melhoras,
    santaironia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Se muda aqui pra Santos/SP... No momento eu sinto o capeta em chamas me abraçando, só que ao invés dele cheirar enxofre, ele cheira maresia. Isso porque meu apartamento está sempre uns 3/4 graus mais frio do que o exterior (não é ar-condicionado, é alguma macumba do morador anterior...Eu e minha mãe ainda não descobrimos qual é da magia).

    Eu era assim quando era mais nova, tinha crises de amidalite de ficar de cama, do nada elas sumiram (na verdade elas sumiram quando eu resolvi ser vegetariana, mas daí ganhei anemia em troca).

    ResponderExcluir
  9. Nem me fale em ficar doente... escapei de uma faringite pra cair num resfriado. E tamb,em detesto chá, mas vivo nos comprimidos. Já me desce até sem água, a seco mesmo. Pior que quando fico doente, não consigo ser produtiva pra praticamente nada, nem ver filmes D:

    ResponderExcluir
  10. Uma vez eu achava que o inverno era tudo isso: charmoso, agradável, e essas coisas que pessoas - que vem de fora do estado e vão para Gramado ver a neve de dentro do hotel quentinho - geralmente falam. Mas aí entrei na faculdade e comecei a estudar de noite. Meu conceito inverno mudou completamente. Não suporto, não suporto, não suporto. Frio demais me irrita. Chuva com vento então, é pior que tpm. Sérião.

    E já to baixando o filme porque adoro filme aleatório. :D

    ResponderExcluir
  11. Qualquer chuvinha e lá vem a Thayse com a garganta estourada mal conseguindo comer (mas relevando isso normalmente pra tomar uma coca cola trincando) e sobrevivendo a base de chá de gengibre com mel e limão. Que tal? Haha. :X

    Também sou daquelas que adoecem vinte vezes por mês, mas é tudo culpa do maldito clima temperamental de Floripa.De manhã, 15 graus. Na hora do almoço, 27. A noite, chuva fudida. Quando você for migrar aí de Viamão pra um lugar melhor, risque Floripa da lista a menos que você queira cometer um daqueles suicídios dramáticos, causando a própria pneumonia e deixando rolar até ficar no fundo de uma cama tossindo sangue e chamando os parentes pra contar sobre o testamento. Sério. x_x

    Eu adorei o texto, me identifiquei tanto³ com ele.

    ResponderExcluir
  12. coo vc é talentosa, escreve e temas cotidianos e faz td mundo se identificar tanto com ees! legal, sou mais uma,rs
    bjs
    karinafotolog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Miia, posso repetir uma coisa? Tu é incrível. Amei o textos, bem Mia Sodré ele. Eu amo frio, mesmo com resfriado (mas aqui na Bahia é pouco ne?) Sou muito dificil de ficar doente. Mas quer saber? Eu tenho uma enorme vontade de ir no Sul uma época dessa, conhecer o frio de vocês;

    ResponderExcluir
  14. Uau, ainda bem que eu não adoeço com tudo. Só tem uma coisa: mudança de estação. Ahh, quando muda inverno-verão ou verão-inverno lá estou eu com dores no corpo e com um nariz parecendo um bueiro. Apesar de a sensação ser ruim, como sou meio masoquista, até que curto ficar doente, sei lá, ficar deitada o dia todo assistindo Friends e coisa e tal... é sou pirada. Cara, eu não fui com a cara desse filme, sei lá, parece ser bem chato, haha.

    Beijos, Garota de All Star

    ResponderExcluir
  15. Ah Mia, você não é a única a pegar resfriado fácil, eu sou assim também, por que não me alimento direito, pois é. Mas não sou alérgica a várias coisas como você D: E COMO ASSIM SEU SANGUE É ROXO? QUERO PROVAS! hahahaha'
    Mas enfim, espero que melhore e fiquei curiosa pra ver o filme de como foi criado o vibrador! D: hahahahaha'

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  16. Uau, como alguém pode não gostar de frio como uma guria disse no comentário??? :( Frio pra mim, não existe algo melhor *-* Nada como tomar um chocolate quente, debaixo das cobertas e assistindo uma série (como New Girl) awn, não há nada melhor :B

    ResponderExcluir
  17. Gostei!
    Post novo lá, dê uma passadinha lá se quiser... http://psmylove4ever.blogspot.com.br/2012/07/curta-nesse-domingo.html

    Beijos e bom domingo! =D

    ResponderExcluir
  18. Eu também não gosto de frio,ah mais ou menos so gosto pra usar roupa mais bonita (as roupas do inverno são mais bonitas),ficar em casa com varias cobertas e tomar chocolate quente esta parte a unica coisa ruim e ficar em casa.http://mesintodiva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu também sempre fico doente no inverno. E olha que eu moro no Nordeste, em Natal, onde a temperatura não fica menor que 20º C.
    Mas me conta aí qual o segredo de faltar umas 2 semanas todo mês e tirar notas boas...
    Você deve estudar muito em casa por conta própria, só pode!
    Como sempre, ri muito lendo seu texto KKKK
    Beijo e melhoras!

    ResponderExcluir
  20. Entendo sua dor, também não gosto de frio e olha que eu moro em São Paulo, hein! Se morasse no RS piraria com toda a certeza!

    bjs

    ResponderExcluir
  21. Não sei como - não sei mesmo - mas nunca fico doente. Raramente fico, quando saio de casa e pego um vento, fico com o nariz entupido, mas é só chegar em casa e ir curtir algum seriado embaixo das cobertas e estou novinha em folha. Sem contar que eu amo incondicionalmente o frio (ainda mais o gaúcho, por ser um frio muito mais autêntico e que faz juz ao nome), e uso casacos finos e tudo o mais. Não entendo pessoas que dizem que amam o frio e parecem um robô/pinguim de tanta roupa que colocam.
    Tenho umas primas que moram em Viamão e nas partes que andei, era bem o meio do mato mesmo. Sem ofensas, dasnfjadsnmfasm Fiquei curiosa pra ver o filme - quem não ficaria - e espero que você passe por esse inverno sem mais gripes, doenças e alergias. E sangue roxo. E abuse de Vicodin. Yay.

    Crying Lightning
    Fleumaticamente Falando

    ResponderExcluir
  22. Ah meu sangue não chega a ser roxo mas é um vermelho muito escuro meio macabro. haha. Nesse frio que anda fazendo aqui em SC nem sei mais o que é viver sem estar gripada. É uma gripe atrás da outra, tenho muita facilidade pra ficar doente também. Agora mesmo estou tossindo aqui kk
    Bj e melhoras
    rascunho-errado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oie amr muito lindo seu blog e supeer fofo , ja estou te seguindo ( claro ; rsrsrsrsrsrs ) se pudeer seguiir de voolta agradeço !
    bjinhoos
    http://cherryice-2012.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Ahhhn, eu trocaria de lugar com você. O frio não chega nunca aqui em BH :(

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.