Abaixo o príncipe encantado


Prince Charming, você é um safado!
É, você mesmo, seu desgraçado, manipulador de menininhas inocentes que cresceram ouvindo histórias da Branca de Neve e do sapatinho de cristal da Cinderella. Quem você pensa que é para nos enrolar, hein? Quer dizer, tu estás lá, numa boa, dançando com todas as garotas do baile, do reino, e após dançar com a Cinderella e ela correr para casa, - pois sua carruagem estava virando abóbora, se bem que tenho lá minhas suspeitas de que ela correu mesmo porque você estava pisando no sapatinho delicado dela, seu babaca - você simplesmente pega o sapatinho de cristal esquecido por ela e convenientemente é acometido por uma amnésia instantânea, que faz com que você esqueça do rosto da garota a qual você diz ser o amor da sua vida. O que você faz então? Você simplesmente pega e sai em busca da sua garota do sapato de cristal pelo reino todo. Mas é muito conveniente você sair por aí, colocando o sapatinho nos pés daquelas vadias todas que cruzam seu caminho, ao invés de simplesmente lembrar do rosto da tonta da Cinderella, por quem você diz estar apaixonado, né seu otário? E aí, após pegar todas as moças do reino, você simplesmente "acha" a casa dela, não é mesmo? E coloca o sapatinho nela. E manda os passarinhos furarem os olhos das irmãs de criação da Cindy, para que elas não contem que te pegaram no baile real após Cindy ter ido com sua abóbora gigante, não é verdade?

Só digo algo, príncipe: em mim é que esse sapatinho não vai nem encostar. Prefiro ser borralheira para o resto da minha existência e me ferrar para viver do que ser apenas uma bonequinha de porcelana para um principezinho "encantado" brincar de vestir e despir quando bem lhe convir.

só porque sempre tive vontade de dar um chute com sapato de cristal na cara real do príncipe enjoado.

9 comentários

  1. Príncipe não existe, prefiro os sapos. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Hahahaha, principes encantados são uns babacas. Todas as meninas vivem pensando em encontrar seus príncipes, mas não veem esse lado. Muito legal (e engraçadinho) esse texto! huhuhuhu

    ResponderExcluir
  3. Uma opção, caso o tal príncipe apareça para reclamar direitos sobre a moça com quem dançou, apenas porque possui um mero sapatinho, é dizer que aquele sapato não interessa mais, que não precisa, que já comprou novos. E, se o charming da história se interessar, pode ficar com a outra metade do sapato que ele fez questão de estuprar com os pés de todas as moçoilas da cidade (e ele mesmo pode usar esses sapatinhos no próximo baile que fizer, hoho). ^^

    ResponderExcluir
  4. Hahá, adorei, Mia. Apesar de eu esperar, sim, a droga do príncipe que talvez- provavelmente- nunca chegue, gostei muito do que você escreveu:~)A gente realmente nunca vê esse lado das coisas.
    Beijos♥
    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Sabe, sempre tive uma queda pelos vilões... Príncipes são tãão chatos.

    santaironia

    ResponderExcluir
  6. Adorei, Mia. Realmente os príncipes são uns fanfarrões, hahahahaha. Beijos e feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  7. Mia descontando toda a sua raiva num príncipe só hahahah. Gosto dos principes, mas sempre preferi as vilãs. Vai entender? rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Muito bom seu post, Mia. Diferente, inovador, cômico. Adorei!

    ResponderExcluir