Incoerências e maluquices

O período que se segue entre os dias 01/04 e 14/04 poderá ser sentido por você como uma fase de uma certa incoerência e contradição, Mia. (sério isso, Personare, sério? tá tirando uma com minha cara, né? confessaSabe aqueles dias em que a gente tem a impressão que quer fazer uma coisa, mas as nossas atitudes apontam para caminhos contrários? Ou quando a gente diz que vai fazer uma coisa, mas faz do avesso? (tipo everyday? sei, sei, tô sabendo, tô informada)
A palavra-chave do momento é incoerência.
(do momento? tem certeza? porque, olha, incoerência = estamos aqui pra isso)

Então, não se impressione muito com acontecimentos imprevistos e coisas que lhe soarão como maluquice total, do estilo de alguém lhe dizer uma coisa e na "hora h" fazer outra totalmente diferente, ou você determinar-se a algo e então perceber que não estava de fato assumindo um compromisso persistente. (não me impressiono com nada, Personare; apatia total aqui no Sul, juro)
Não é, portanto, um bom momento para começar coisas, mas tão somente para continuar aquilo que você já estava fazendo. (ou seja = nada)

Até o Personare está zoando comigo. Percebam.
personare = ciência exata; super creio, super acredito; achei supimpa, achei pertinente, achei ululante
 

4 comentários

  1. O que é isso, horóscopo?
    A escritora Liliane Prata deu uma dica supimpa para essa bananalização e generalização astrológica: leia o seu signo ao fim do dia. E veja se houve coerência entre aquilo que está escrito e o que você viveu hoje. Vá por mim, funciona.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. tô acostumada já. o Personare vive tirando uma com a minha cara, acostume-se Mia... -nnn

    ResponderExcluir
  3. Olá Mia,adorei seu blog,estou seguindo =))
    poemas-danoite.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Acho que falta um vinho nessas veias. E não me vem com essa bobagem de "eu não bebo".
    Se for pra optar por não beber alguma coisa, não beba absinto, vodka, gim, e aquela porcaria chamada cachaça.
    No mínimo não beba cerveja.

    Mas nunca, nunca, nunca negue um bom cálice de vinho ♥

    ResponderExcluir