é o que há pra essa vida

Dizem por aí que eu sou muito pacienciosa. Há quem pense que sigo aquela regra de "a pressa é inimiga da perfeição" (o que explicaria por que nasci de 11 meses, mas enfim) mas não. A verdade é que eu não poderia estar ligando menos.

EU.NÃO.DOU.A.MÍNIMA. pra grande parte das coisas que me ocorrem ou ocorrem a meu redor. Ao menos pras que importam. Meu dom é dar importância a coisas que os outros acham bobagens. 

Aí fico eu lá ~desprezando~ tudo e aparentando ter a paciência de um sábio chinês quando na verdade o que ocorre é que tenho preguiça de falar/fazer algo quando eu sei que as pessoas simplesmente continuarão a ser cada vez mais idiotas, enquanto meu DJ mental começa a tocar uma playlist bizarra e passo meus dias abstraindo e fazendo cara de paisagem.

Porque cara de paisagem é o que temos pra vida. 
E todos acham que sou super pacienciosa.
Tolinhos.

5 comentários:

  1. Oii Mia, queria ser mais como voce sabia? Vou precisar ler esse texto mais vezes ;D

    ResponderExcluir
  2. Se a Mia fosse um animal eu aposto que seria um gato.
    Com toda essa de "Não tô nem aí pra nada" e a mínima que dá pras coisas que acontece ao redor.
     ­ 
    Só falta dormir bastante e gostar de carinho. Nhá. :3
    [Não... carinho não... definitivamente não. HAH]

    ResponderExcluir
  3. cara, como assim eu não sabia que tu esperou 11 meses para vir ABRILHANTAR esse mundo triste??????????????

    E olha, tô nessa vibe também. Tentando poupar estresse e guardar ainda algum resquício de sanidade mental. Não vale ''se acabar'' por quem não merece o seu melhor, muito menos, o seu pior.

    Beijos ;*

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.