Romeu e Julieta: amor?

Sei que a grande maioria das pessoas ama Shakespeare e sonha em viver um amor como o de Romeu e Julieta (nota mental: o amor de Bella e Edward consegue ser mais saudável, mas enfim...), porém eu tenho algo a dizer: o amor de Romeu e Julieta não é amor.


É isso mesmo. Após ler e reler o livro (Tragédias - Shakespeare) e analisar cuidadosamente cada parte e cada contradição ali escrita, cheguei à conclusão de que a maior parte dos adolescentes que postam no tumblr coisas como "Romeu e Julieta é que tinham um amor de verdade" nunca chegaram a ler realmente o livro. Não me entendam mal: não sou contra romances, amor ou seja lá o que for mas aquilo não pode ser chamado de amor. Veja bem: Romeu, um cara de 18 anos (com uma cabeça de um moleque de 14, diga-se de passagem) começa o livro dizendo que "ama" uma garota linda e maravilhosa mas que infelizmente não poderá ficar com ela porque ela decidiu que não vai ter relações sexuais com ele (opa, tem algo de errado aí: quer dizer que pra ser amor tem que ter "algo a mais"?).

Então o tal do Romeu - abalado por não poder "concretizar seu amor" com a menina que ele jura ser o amor da vida dele - vai até uma festa na casa de seus inimigos (de penetra, é claro) juntamente com outros rapazes. Lá ele vê Julieta e já começa a se dizer apaixonado. Já diz que ama. Ama? Ama. Só de olhar. Segundo ele, porque ela é "a criatura mais linda da face da Terra". E quanto a outra que ele amava há meia hora? Que outra? Já era. Agora é a Julie. Pois é. Só eu acho que há algo de errado nisso? Pois isso tem um nome, e não é amor: é excitação. Hormônios adolescentes pipocando pra todos os lados (e em uma parte em especial, é claro).

Julie, de 13 anos (veja bem a pseudo-pedofilia do texto: 13 anos) se vê encantada pelo tal do Romeu ao ouvir as juras de amor da parte dele para ela. E se ferra, porque a tonta menina acaba indo contra a própria família pra ficar com o horny abestalhado do Romeu. Pois é. Típica história adolescente. E foi assim que nasceram as dramédias românticas.

O final todos já sabem: eles se matam. Sinceramente, eles mereceram morrer. Tontos do jeito que eram, com certeza isso foi até um alívio para as famílias em questão. Mas o que me irrita mais nessa história toda é que há quem fique desejando isso para si, como se fosse uma linda história de amor. Minha filha, isso não é sobre amor, não. Isso é sobre hormônios, excitação, gente com mente fraca e atração. Amor não é isso. Leia Orgulho e Preconceito (de Jane Austen) para realmente conhecer uma história de amor, okay?

Enfim, por hoje era só. Aos fãs de Shakespeare: sorry, but it's true. 

16 comentários

  1. Oii Mia, concordo totalmente com voce... sabe o que acho? É que o autor fantasia muito, escreves coisas lindas de amor, aí por isso que as pessoas acham essa história maluca linda =s

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca li Romeu e Julieta, mas já assisti uma resenha no Youtube e fiquei meio chocada ao saber que a história de amor que as meninas mais se baseiam na vida é uma mentira.
    Já assisti um filme de Romeu e Julieta com o Leo Di Carprio (morri, aquele lindo), mas eles deixaram a coisa mais romântica que tudo e não dá pra ver as entrelinhas dessa história, o que ajuda com a interpretação errada.

    E, cara, se o amor do Edward e da Bella é mais saudável, é porque a coisa tá MUITO crítica.
    É isso, valeu por abrir meus olhos! :D

    (Estarei na sua terrinha no final da próxima semana, vou pra Gramado. CAN'T WAIT (nordestino indo pro sul parece pinto no lixo hauhauhah))

    ResponderExcluir
  3. Concordo em tudo Mia, essa não é uma história de amor e até o amor de Crepúsculo é mais saudável. Tenho certeza que quem se inspira em Romeu e Julieta é porque nunca leu o livro, só viu o filme com o Leonardo DiCaprio e a Claire Danes, que convenhamos, não tem a mesma essência do livro.

    Beijos (:

    ResponderExcluir
  4. Amei seu ponto de vista, pelo amor de Deus, quase ninguém conhece a real história de Romeu e Julieta! Você escreve muito bem <3

    www.c-yourmin.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Hahaha!

    Sua análise faz todo o sentido Mia. Nunca tinha visto por esse ângulo, mas você tem razão.

    Lamentável mesmo...

    Beijo!!

    ResponderExcluir
  6. Mais uma ~resenha~ com a qual eu concordo, Mia. Já fui a babá numa peça de escola, então conheço bem a história. Dizer que é um amor lyndo s2s2s2s2s: bitch, please, isso é coisa de guria retardada!
    Eu não sabia que o Romeu foi largado pela fia porque queria o porco nu dela e não era recíproco. E depois dizem que os adolescentes de hoje é que são safados!
    Até pra forjar um suicídio, eles eram burros! Que falta fez um Google nessa história.
    Continue desmistificando supostas love story, to gostando disso UAHUAHAUH
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Gente, eu li só uma vez Romeu e Julieta e não vi tudo isso que viu na estória. Pior que sua visão é super verdadeira nesse ponto de vista '-' haushaus' Mas enfim né, é bom que saibamos quais estórias tratam realmente de amor e quais não e não nos iludamos com as pseudo-estórias de amor t.t rs

    Beijos ><

    ResponderExcluir
  8. Romeu e Julieta não era pra ser uma peça teatral, o que justificaria os três dias de amor e também o dramalhão suicida?

    ResponderExcluir
  9. Amei seu post sobre Romeu e Julieta!!! A sinceridade com que você escreve é tocante!!! Parabéns!
    Marcinha Peixoto
    www.paginasdecetim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Concordo plenamente com você Mia. Nunca entendi porque todos querem ter esse amor de Romeu e Julieta, mas a sua conclusão está certa: porque eles não leram o livro. Muito legal a análise, gostei :)

    http://nerdicesdeumagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu nunca tinha pensado por esse lado... achava que era uma forma estranha e surreal de amor, mas concordo com o texto!
    Beijo beijo.

    ResponderExcluir
  12. Gosto mais de "Sonho de uma noite de verão". Só não podemos esquecer que a "visão de amor" muda de tempos em tempos. Hoje em dia muita gente acaba de conhecer e diz que já está amando. Uma vez inventei de falar a alguém, não me lembro quem, que não acredito em amor virtual. A pessoa rebateu que cada um ama da forma que sabe, da forma que quiser, que não existe um molde. Fiquei pensando sobre isso.

    ResponderExcluir
  13. E pior que é isso mesmo! Sempre que alguém diz que quer um amor do tipo Romeu e Julieta eu só posso olhar com pena! Pq, realmente, amor é outra coisa. E adorei que você indicou Orgulho e Preconceito como exemplo de história de amor! <3

    ResponderExcluir
  14. Nunca parei para pensar nisso, porém, nunca desejei um amor igual ao deles porque os dois morrem no final e isso já é suficiente ruim por si só. Mas adorei seu ponto de vista, faz todo sentido.

    ResponderExcluir