Das coisas que.

Aí eu chego em casa logo após a escola e minha mãe - sempre tão delicada - diz:
- O que tu tá escondendo?
- Só se for minhas curvas nesse bandiroupa.
- Mi, me disseram que tu tá namorando um estrangeiro de Veneza e que pretende fugir de casa pra casar com ele.
- OIII?! Quem foi o ser do inferno que disse isso? Diga que eu vou tirar satisfações do por que ainda não ter conhecimento do ser masoquista que aceitou casar comigo.
- Ligaram aqui pra casa e disseram. Não sei quem, mas era uma pessoa bem preocupada contigo. Tu tá namorando?
- Não, eu não estou. Eu não acredito que tu REALMENTE acreditou nisso.
- E por que não acreditaria? Pessoas namoram pela internet.
- Só em um detalhe já dá pra ver a mentira: eu quero fugir pra casar? Please mamis. Eu quero fugir DE casar, veja bem. Casamento apenas num futuro muito muito distante e olhe lá. Perca as esperanças, não irei subir ao altar.
- Chateada.

(eu estou namorando com um veneziano e nem sabia; veneziano, cadê você seu lindo? por que tão tímido?)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Wink .187 tons de frio.