Acabou-se o que era agridoce.

Se eu sinto saudade de escrever?
Sinto. Todos os dias. Tenho escrito bastante, mas escrever é essa coisa maluca de tirar o que há dentro de nós e colocar em palavras, delinear a dor, o amor, a paixão, partilhar ou não isso com alguém. Mas neste momento eu quero ser egoísta: quero me viver sem me arquivar num blog. Quando me arquivo parece que estou perdendo parte de mim - ao escrever, esvazio.

Este blog começou por conta de uma menina assustada, depressiva, solitária e magoada que apenas queria fazer terapia em palavras: escrever para esquecer, para aliviar, para tirar tudo aquilo de dentro e transformar em poesia. Ao passar do tempo o blog virou outra coisa, virou mais do que um refúgio de palavras, mas também um local para compartilhar segredos, histórias engraçadas e perguntar se apenas comigo esse tipo de coisa acontecia. Mas essa fase da minha vida acabou. E não há mais noção em eu tentar continuá-la.

Portanto o blog acabou.
Não sei se voltarei para cá, não sei se ele se transformará junto de mim, mas sei que o que ele foi durante todos esses anos já não é mais - assim como eu não sou mais a moça que aqui escrevia. Eu não posso mais escrever meus textos dramáticos, minha poesia pingando sangue e meu humor auto-depreciativo quase insuportável por conta da depressão simplesmente porque eu não sou mais assim. Não sou mais eu - ou sou um eu que já era antes e estava adormecido por traumas e feridas na alma.

O fim? Eu não sei.
Talvez um recomeço para mais um "era uma vez". 

15 comentários:

  1. Daí que meu note maldito encalhou as setas, então tá em anônimo mas é Mareska mesmo.

    Considerando que essa é uma fase boa na sua vida, espero que ela continue. A fase, quero dizer. E a vida também.

    Até!

    ResponderExcluir
  2. Nem sempre comento mas tenho acompanhado o blog! Gosto muito de seus escritos mas é bom saber que todos aqueles textos depressivos e auto depreciativos não fazem mais parte do teu eu! Espero que o blog não acabe, quem sabe apenas modifique ;)

    bjs

    ResponderExcluir
  3. O que começa sempre tem um fim, e nesse fim... Se foi uma decisão sua, nós a respeitaremos. Mas sentiremos falta do seu escrever assim como você sente falta de escrever. Espero que esse novo ''era uma vez'' seja daqui pra frente melhor e que valha a pena, porque se não valer... Nós iremos logo te receber de volta com braços aberts - comentários.
    Beijos Mi, até mais!

    ResponderExcluir
  4. Inevitável, tudo chega ao fim. Mas sei lá, eu não vejo finais como coisas ruins e sim como coisas boas. É uma nova fase começando e isso é ótimo Mia... mesmo que esteja deixando o blog pra trás. Acontece né?! Vou sentir falta dos seus textos por aqui, mas quem sabe você não volte a postar um dia? A gente nunca sabe o que vai acontecer, não é?!
    Enfim, seja feliz nessa nossa fase da sua vida. Muita força pra conseguir o que tu deseja ♥

    • Adorável Rebeldia •

    ResponderExcluir
  5. Poxa, não queria que acabasse, mas se vai ser assim... :/ boa sorte nesse manicômio global! Estamos te esperando se voltares um dia ;)

    ResponderExcluir
  6. Fico feliz de ver que você superou mais uma fase da vida, mas vou sentir falta! Deixa a gente acompanhar essa nova etapa. :)

    ResponderExcluir
  7. De tudo, o importante é que tu está feliz e bem. O tempo se encaixa, e um dia quem sabe, tu volta, e volta melhor do que hoje.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  8. Eu vou sentir falta das tuas postagens. Porém eu sei que você está numa fase muito boa da tua vida e que superou aquela fase tão complicada que vivia. E como somos colegas, sei que você sempre vai postar no facebookos diálogos randômicos que ocorrem na sala de aula. :)

    ResponderExcluir
  9. As vezes me pego pensando também se devia ou não fechar as portas do meu blog. Tudo tem se tornado tão o reflexo da minha vida que estou me sentindo um livro aberto. Não sei se possuo mais a essência que tinha antes pra escrever. Mudei muito, mas as vezes ainda escrevo. Boa sorte nessa sua nova fase Mia, é sempre bom evoluir e se sentir bem com essa nova fase. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Uau!!! Cheguei aqui no fim através do blog do Christian porque os seus primeiros parágrafos são o retrato do que é blogar para mim... Te desejo sorte!!!

    ResponderExcluir
  11. " Espero que o blog não acabe, quem sabe apenas modifique." rawr, flores.

    ResponderExcluir
  12. Sei que já dei meu chilique, mas me bateu uma saudade tão grande daqui... E sei que parece idiota dizer isso, já que fiquei um tempão longe, mas não é a mesma coisa. Eu precisava daquele tempo e sabia que quando eu voltasse tuas palavras e histórias estariam aqui, esperando para ser lidas.
    Não pense que não te entendo- agora eu entendo, pelo menos em tese, já que me sinto nova demais para realmente ter uma vida na qual posso nadar, rir e dançar. Sinto aqui dentro que é disso que você precisa, mas isso não quer dizer que não sentirei tua falta.

    Okay, estou fazendo o maior drama levando em conta que tem leitores que te acompanham a muito mais tempo. Mas Mia, você é viciante.

    ResponderExcluir
  13. Poucas pessoas tem (querendo ou não) a lucidez ou interesse (Rubik) pelo "o que está acontecendo?". Apaixonante (essa é a palavra mesmo) ler o que você escreve (pensa, despensa). Chamo essa lucidez de lucidez do diabo, e saber o que aconteceu. Um querido abraço.

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.