Delírio

Labirinto
Quando a vida se torna um espinho
Quando a rosa lhe fere o caminho
Quando já se perdeu a paixão.

Retiro
Há um lago aonde se vai sozinho
Na beleza da estrela azul
Na esperança de achar algum trilho.

Sozinho
Caminhando à margem de um rio
À esquerda há apenas vazio
À direita há paz na contramão.

Suspiro
O que resta é encontrar um alívio
Um sorriso que mostre uma ilha
Que é deixada na imaginação. 

2 comentários:

 
Wink .187 tons de frio.