Do inconveniente de ser pequena

A vida da pessoa pequena é muito difícil.
Porque um evento comum como comprar roupas (ODEIO) torna-se sempre um suplício, um andar trocentos mil quilômetros apenas para ter a certeza de que não, não há nada do seu tamanho.

Aí que hoje foi o dia de fazer compras.
Mamis disse: "Mia, você precisa de um sapato social. Vá lá." E eu fui, né. Que vibe errada, amigos. Primeiro porque: não gosto de sapato social. Não me entendam mal, eu amo roupas sociais. Mas adoro tênis. Sapatilhas. Coisas fofinhas e com lacinhos. (E misturo tudo com camisas sociais porque sou aquariana e posso.) Porém, dizem as más línguas que é preciso combinar roupas, texturas, estampas (um saco isso, se querem saber) e lá fui eu tentar achar coisas que combinassem e, ao mesmo tempo, me fizessem feliz.

Procurei, procurei, procurei.
Eu sou uma pessoa pequena. Tenho um metro e meio de altura, calço 34/35, tenho mãos de criança, uso aliança tamanho 11, caibo perfeitamente nas roupas que usava quando tinha meus 10/11 anos. Eu tenho vinte e poucos anos na cara, mas tamanho de criança, roupas da sessão infantil e voz fininha. E sempre, SEMPRE é uma desgraça ir fazer compras, porque:

1. Quando acho uma peça legal, supimpa, linda, diva e maravilhosa, ela não me serve.
2. Quando me serve, é infantil, tem o Bob Esponja por estampa ou glitter até não poder mais.
3. Jeans é um troço que nunca pude usar porque SEMPRE fica grande nas partes erradas e apertado nas partes que deveriam ser soltas.

Mas aí que fui em busca do sapato social perfeito.
Após entrar e sair de oito lojas, dei por mim com um sapato lindo-divo-maravilhoso: preto, com um salto médio, extremamente confortável e, o melhor de tudo, num preço baixíssimo, pois era o último.

Vi o número: era 34. CARAMBA, UM SAPATO LINDO, MARAVILHOSO, CONFORTÁVEL E 34? ♥ Estava declarando amor eterno ali mesmo, quando fui experimentá-lo, e... ficou grande.

O 34 FICOU GRANDE.

Eu, delicadamente, perguntei ao vendedor:
- Moço, licença, mas... tem em 33?
- 33 não existe neste setor, moça, só no infantil.
- Ah, tá.

E saí desalentada porque me recuso a usar uma sapatilha da Moranguinho com calça social. Há limites, gente. E eu cheguei ao meu.
Por uma indústria que fabrique - sem mimimi - sapatos adultos em tamanhos pequenos! o/

~em busca do meu sapatinho de cristal~

7 comentários

  1. MAS MIA! Como assim? hahahaha eu tenho poucos centímetros a mais que tu e calço 37/38!!! Triste, eu graças a deus nunca tive problema com nada, a não ser o estilo das roupas nas lojas hahhaa quando eu era menina usava marcas tipo nico boco e etc porque achava mais legal acredita? Mas isso passou graças a Deus, mas comprar sapato é uma treva.

    Eu preciso de uma bolsa casra, mas não acho nenhuma que me agrade nem em preço nem em modelo e tá difícil, espero que tu encontre o sapato ideal no seu tamanho!

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ENTÃO, ALÊ. É o seguinte: todo mundo da minha altura calça 37/38. No mínimo um 36. Mas ninguém tem os pés tão pequenos quanto eu. Sabe Murphy? ENTÃO. ♥

      Porém, essa fase de usar nico boco: já tive. Quem nunca? hahahaha

      Beijo ;*

      Excluir
  2. Poxa, tomara que tu consiga encontrar os teus sapatos :~
    Minha mãe também calça 34. Mas aqui ela acha em todo lugar sapatos nessa numeração. E eu tenho uma tia que calça 33 e sempre anda com uns sapatos ~liendjs~
    Daí eu ficava com ~eveja~ porque, no meu caso, eu sofro porque calço 39 ou 40 ou 41 e, bom, também nunca tem. Eu sou como você: não gosto de coisas mais ~sociais~ prefiro os tênis. Mas sempre tem uma ocasião que requer algo mas *frufru* /infelizmente/ Passo horas procurando algo que me agrade, quando acho 'AH NÃO TEM' :x

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas guria, onde é esse lugar que tem sapatos do meu tamanho? ME CONTA, GURIA.Quem sabe a gente faz umas trocas de sapatos? hahahaha

      Excluir
  3. Existe silicone pra preencher o sapato que fica escapando. Dependendo do quão grande era o sapato, dá pra colocar o silicone nos dedos do pé ou no calcanhar e o sapato não escapa :)
    Outra coisa que os formatos tendem a variar de loja pra loja, dependendo da fábrica. Por exemplo, um sapato 37 (meu número) numa loja chique fica confortável e um na Gaston fica grande. Ou vice-versa.

    E quer uma dica que é a maior resolvedora de problemas com sapato social: SCARPIN. Tem de todas as cores, tamanhos (adulto) e saltos e cai bem até com calça jeans. É um sapato MÁGICO com poderes de RAIO ELEGANTIZADOR. ♥ Tenho dois há uns 3 anos (uso pouco) e os adoro e os usarei até cair a sola.

    ResponderExcluir
  4. HAHAHAHAHA, ri da sua história e lembrei da minha.

    mas a minha situação é totalmente o contrário: eu sou ALTA. Tipo, alta mesmo. 1,84. É difícil ser minoria, nos eu caso:pequena. No meu: grande. Posso falar que sofro basicamente os mesmos problemas que você, só que inversos. É uma luta pra achar uma calça jeans que me sirva, SEMPRE FALTA UM PALMO NA BARRA. Sempre, sempre... SEMPRE. Ou as vezes até a barra é ok, mas não serve no meu quadril (que tb é grande, ó que maravilha). As blusas de manga longa não ficam longas o suficiente... eu já desisti de comprar vestidos... eles servem na largura, ok... mas ai fica basicamente mostrando toda minha bunda, o mesmo pras saias... os longos, não ficam longos (obviamente). É difícil.

    Já com sapato não tenho muitos problemas, pq embora eu seja alta minha numeração é 38/39, o que é razoavelmente ~normal~ por aqui, mas sempre acabam muito rápidos.

    Sonho com o dia que as marcas pensem nas pessoas e seus variados tamanhos, sejam elas menores ou maiores. Pq o problema não é a gente ser pequena ou grande demais, o problema é seguirem sempre um padrão e achar que todo mundo é desse tamanho.

    ResponderExcluir
  5. Não sou pequena assim, tenho 1,65, mas tenho uma certa dificuldade para encontrar roupas que me sirvam. Nenhum dos números do comércio serve em mim com perfeição, parece que estou sempre no meio do caminho, sabe? Tipo sapatilha: não calço 35 e nem 36, o número ideal não existe e é entre os dois, haha! Aí é aquele suplício.

    Com calças é a mesma coisa (mesmo que eu esteja tentando aboli-las do meu armário): por causa do meu quadril tipo Kim Kardashian, tenho que pegar um número maior e aí sobra na cintura e na barra. Sério, não é fácil não ser padrão.

    Beijo, Mia!

    ResponderExcluir