Lado A

Hoje eu te chamei mentalmente de amor da minha vida.
Eu não gosto disso. Eu não quero te chamar assim. Não quero sofrer. Porque tudo se vai. Um dia, você também irá. Não sei como ou porquê, mas sei que ocorrerá. Pode ser daqui a uma semana, um mês, dois anos ou trinta e oito. Hoje eu te chamei mentalmente de amor da minha vida e isso me fez perceber que meu coração não está tão empedrado quanto pensei que estivesse. Que não sou tão cínica quanto gostaria de ser. Que continuo sendo boba e acreditando em contos de fadas.

Hoje não consegui imaginar meu futuro sem ti.
E isso é patético. Simplesmente patético. Eu não deveria. Você não pensa assim. Você continuaria. Eu quero continuar. Com ou sem você. Preferencialmente com, mas quero ter a habilidade de ser resiliente, de conseguir, de carry on.

Quero apenas me ser.
escrito em 4 de maio de 2015. 

2 comentários:

  1. Que patético o quê.
    A vida é só uma!! ♥ All you need is love~

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.