I had no idea that food could be this delicious

Todos os meus sonhos envolvem culinária. Posso estar em meio a um pesadelo infernal - o que acontece constantemente, visto que SÓ tenho pesadelos -, mas sempre, no meio da fuga dos monstros, demônios e espíritos do mal, haverá o momento de parar tudo e comer uma refeição.

~sim, tem que ter a pausinha da comida~
Vocês acham que eu tô brincando? Pois bem, vejam só: hoje, por exemplo, sonhei que estava em meio a uma reunião de blogueiras - presságios dizendo que tenho de marcar uma - quando, de repente, minha avó morta invade a casa, me pega pela mão e me leva a um caixão aberto. Não lembro quem estava naquele caixão, mas lembro que fiquei desesperada porque a pessoa morta estaria desconfortável. Chorava, chorava, chorava. Consegui acordar por uns minutos poucos e, quando voltei a dormir, voltei pra tal casa do encontro de blogueiras e TODO MUNDO LÁ tava de cara feia pra mi porque me acusavam de trair meu namorado sendo que, oi, eu supostamente estava num enterro e jamais trairia alguém - tenho PAVOR de traições. Namorado chegou e ficou de beiço, não entendendo nada. Eu não entendia nada. As pessoas me odiando. Até que, em certo momento, a comida acaba e ninguém lá tava com vontade ou sabia cozinhar algo decente. Me dizem: "tá aí tua hora de se redimir" e me atiram uma panela gigante em mãos. Vou eu lá pra cozinha e faço uma macarronada maravilhosa que era uma mistura de dois livros de receitas: um de receitas tipicamente brasileiras e outro de receitas tipicamente alemães. Ficou uma maravilha, todos nos divertimos, ainda me olhavam de cara feia, mas eu disse que não havia envenenado a comida, o que provocou risos. ATÉ QUE OS ALIENS APARECERAM PRA CONQUISTAR A TERRA. O que eu fiz? Os conquistei com a minha culinária divina - eu sou muito boa, gente -, e assim acordei.

(Pausa para: sim, todos os meus sonhos são nesse nível desde que eu tinha uns 5 anos de idade. E é por isso que já passei uns bons anos da minha vida não querendo dormir, porque a cada sonho um trauma. Tenho horror de lidar com a morte, ainda mais morte de gente próxima, ainda mais quando gente próxima que morreu aparece no meu sonho. SAI PRA LÁ, TE AMO, MAS 'CÊ JÁ FOI. Outro grande horror meu é essa coisa de todo mundo me odiando sem que eu tenha feito algo. Eu me preocupo com gente de cara comigo quando eu apronto? Não, ué, mereci mesmo. Mas quando não faço nada ficou MALUCA. Portanto, somente o sonho de hoje combinou uns medos supimpas que tenho, num combo superespecial, ó que maneiro isso.)

Pois bem, aí que decidi que este post será dedicado a minhas três comidas preferidas de todo o universo simplesmente porque sim, porque sou uma pessoa que adora comer e pausa até mesmo pesadelos só pra poder fazer uma refeição.

1. Batata-frita.
Tem gente que não gosta. Já vi por aí. Particularmente, eu gosto de batata de tudo quanto é jeito. Não tem como estragar batata, gente. Tu pode fazer ela frita, assada, amassada, no vapor, triturada, com maionese, com temperos estranhos, com recheios mais estranhos ainda... Batata é amor e sempre será. A pessoa que consegue estragar uma batata é uma pessoa deveras habilidosa, hein.

Mas a minha forma preferida de comer batata é frita. ATENÇÃO: NÃO É QUALQUER BATATA. Tem que ser a batata rosa que fica crocante e sequinha. Se a pessoa usar a batata inglesa até pode ser que fique gostoso, mas certamente ficará meio molenga e nada sequinha.


Porém, uma coisa que odeio é quando vou a um restaurante, lancheria, whatever, e peço uma porção de batatas. NUNCA VEM BATATA BOA. Geralmente eles fazem aquelas batatas prontas para fritar, que vêm naqueles sacos gigantes que se compra por um preço bem barato e que são cheios de conservantes e porcarias. COMO EU ODEIO AQUILO! A batata perde o gosto de batata e fica com gosto de... sei lá, gordura, papelão, álcool, qualquer coisa menos batata.

Por conta desse tipo de coisa que detesto sair pra comer. Amo comer em casa, amo fazer minha própria comida do meu jeito e sempre levo algo pra comer dentro da minha bolsa, porque VAI QUE o restaurante sirva um troço desses? Não sou obrigada e também não quero passar fome. Ou seja.

~sinto o cheiro a quilômetros~ 

2. Bolo de chocolate.
Eu poderia dizer simplesmente bolo. Qualquer bolo. Mentira, não é qualquer bolo, que não suporto bolo de coco - sou alérgica. Mas eu AMO. Na minha família funciona da seguinte maneira: mamis faz a comida-COMIDA - pratos principais -, o pai faz os sucos e saladas e eu faço os doces. Sei fazer o resto também? Sei, mas não com tanta habilidade quanto eles. Porém, se tem uma coisa que eu sei fazer nesta vida são doces. E se tem uma coisa que eu sei fazer com perfeição são bolos.

Ainda mais bolo de chocolate. Tem muita gente que não gosta de chocolate, mas eu amo. Sou chocólatra? Não. Posso passar meses sem encostar num chocolate e tá tudo certo, não vou sentir falta. Mas sou completamente apaixonada por bolo de chocolate.


Não é qualquer bolo. A maior parte das pessoas não sabe fazer bolo, na verdade, muito menos o de chocolate; fazem de uma forma que ele fica ressecado e esfarelento. Bolo de chocolate tem que se fofinho, macio e levemente molhadinho com uma calda especial. Pode ter recheio ou não. Se tiver: ganache de chocolate meio-amargo fica uma delícia, ainda mais se combinado com trufa de maracujá. É AMOR EM FORMA SÓLIDA. ♥

Recentemente descobri a fazer chantilly de chocolate e desde então é só amor, tenho feito combinações diversas em meus bolos. Se tem uma coisa que me acalma nesta vida é fazer bolos. Claro que adoro comê-los, mas não tanto quanto fazê-los. Resumo da ópera: culinária = ♥ Muito mais eficaz do que livrinhos de colorir.

~saiam da frente, tô passando, o bolo me chama, estou chegando, meu amor~

3. Macarronada.
Eu amo massa. Se tiver uma mesa inteira cheia de opções e entre elas houver macarrão, pode ter certeza de que meu prato será composto por quantidades absurdas dele.

Não conheço muita gente que não gosta de massa porque né, TEM COMO? Sempre tem, mas acho quase impossível. Massa é amor, massa é paixão, massa é calor no coração - rima boba porque sim. Minha preferida é a massa com molho de tomate, especialmente se houver muito queijo envolvido. Qual tipo de queijo? QUALQUER UM. Sou uma ratinha, amo queijo. Troco quantidades absurdas de doce por qualquer queijo que me aparecer na frente. ♥


Mas nem tudo é amor... porque existe aquela monstruosidade chamada MOLHO BRANCO. Quem inventou aquilo é uma pessoa muito triste, não é? Só pode, gente. Aquilo é o fim do fim. Quase não tem gosto, é geralmente frio e deixa a massa com um aspecto de... gelatina. Que triste isso.

Outra coisa que detesto é quando colocam óleo na massa. NÃO PRECISA, GENTE. A massa não vai grudar sem óleo, eu juro. Pode usar só água, não tem problema. Ninguém vai morrer e vai ficar uma delícia, nada grudenta. Vão por mim que eu sei das coisas (risos).

~Michelle Tanner sou eu~ 
Juro que não tenho nenhuma veia italiana - incrivelmente não: tenho ascendência de tudo quanto é canto, menos da Itália -, apenas amo comer, amo cozinhar, amo estar em meio a comida, amo ver canais culinários, amo ler livros de receita e amo TANTO que faço pausinhas em meus sonhos pra comer.

Isso é amor verdadeiro, isso é dedicação, isso é uma pessoa comprometida com aquilo em que acredita: comida é amor. ♥


Se nada der certo, faço Gastronomia e escrevo livros sobre a arte da culinária feita com amor.

7 comentários:

  1. Também amo essas três comidas aí que você citou ♥ Sobre batatas, sim é amor ♥ Mas eu detesto batata rústica :/ Para mim não é batata frita e tenho até um momento da minha infância que eu não lembro mas é a história da família, em que eu, com uns 2 anos de idade, joguei batatas rústicas aos berros em um restaurante porque não era do jeito que eu gostava de comer. E não como as rústicas até hoje rs Sobre o bolo de chocolate, nem tenho o que dizer, só sentir ♥ E sobre macarronada, também adoro e até gosto um pouco de molho branco, mas se ele estiver saboroso e de preferência for molho de queijo, não só branco. Eu amo queijo, então qualquer coisa que tiver queijo eu vou amar rs
    Beijos! =**

    ResponderExcluir
  2. NOSSA CARA Q FOME Q EU TO AGORA (to gritando)
    meu, batata é a melhor coisa que existe, nao importa como: frita, assada, cozida, no purê, gratinada, socorro... ainda bem q comprei batata hoje! amanha vou comer no almoço.

    eu tenho sonhado mt com dinossauros. eu amo dinos, mas tenho medo de raptors e eh justamente com eles q eu sonho e da um desesperoooo... sonhar com comida ♥

    www.pe-dri-nha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Reunião de blogueiras? Quando? Como? Onde? VAMOS.
    HAHAHAHAHAHAHA Eu sonho -- mas já acordada -- que todo mundo me odeia e não quer me falar. Difícil a vida.
    Gente, teu post veio de encontro ao post que programei pra hoje: batatas. <3 Como não amar batatas? Eu não confio muito na índole de alguém que não curte batata.
    Mas eu não sei cozinhar, e minha mãe se nega a fazer batata frita em casa porque dá sujeira </3, aí sou obrigada a comer só quando saio fora.
    Eu não piro muito nos bolos, mas esse gif que tu colocou....... SOCORRO.
    Macarronada é amor, macarronada é vida, mas eu não gosto de molho de tomate e curto molho branco. Ainda assim minha preferida é bolonhesa. ♥♥♥ Mas curto espagueti e talharin, as outras não piro muito.

    (tô com fome agora)

    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho um sonho bizarro que é recorrente, mas só muda o cenário: urinar num banheiro-sala-de-aula. Começou com uma pequena latrina no fundo da sala. Depois passou pra um banheiro com latrinas em pedestais. E o terceiro que tive era praticamente isso, mas com apoio para os pés estilo gineco e do nada apareceram vários alunos, meninos e meninas, em roupas de colegial japonesa (feminina) e ficaram me fazendo perguntas. Por quê? Não sei. Brrr...

    Eu larguei as massas. Muito de vez em nunca como uma massinha, e bem pouco, porque quero perder a pança. Foi um tapa pra ganhá-la, mas pra perder tá difícil. Mas evitar farináceos é impossível, ainda mais quando a sogrinha faz pão e bolo de milho.

    Mas também é impossível evitar as batatas fritas... já experimentou cozinhar batata doce e depois assá-las no forno com sal, azeite e alecrim? ♥

    ResponderExcluir
  5. Amo todas essas comidas ai que voce citou... E pra deixar todo mundo com as lombrigas enlouquecidas eu apenas digo q eu moro na Belgica e TODO lugar aqui tem batata frita maravilhosa... O podrao daqui eh de batata frita e so... porcoes gigantescas de batatas fritas... Eu sou uma pessoa redonda e feliz.

    ResponderExcluir
  6. COMIDA. Deus, tenho me sentido uma baleia ultimamente de tanto que tenho comido. Comer faz bem, deixa feliz, espanta tristeza.. Mas amo cozinhar também, ainda mais se for STROGONOFF <3 Amo batatas, mato e morro por um bolo de chocolate e domingo é dia de macarronada [o que eu não como há décadas depois que fui morar sozinha], mas meu prato favorito sempre será Strogonoff.
    Meus sonhos são bem dos comuns, acho que nem comida entra neles.. estranho.
    Bem, já cogitei fazer Gastronomia também, tive um semestre na faculdade e foi o semestre mais amor da minha vida.
    Beijos, Mia!

    ResponderExcluir
  7. Eu amo batata frita, bolo de chocolate, macarrão e mais um monte de coisa! Gosto um pouco de molho branco, já provei alguns bem saborosos e com consistência boa, mas realmente não é todo lugar (nem todo mundo) que faz um bom.
    Sou super a favor de você escrever um livro de receitas! Podia também ensinar pra gente esse chantilly de chocolate, né? =D Fiquei curiosa!
    Beijo

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.