Retrospectiva literária 2015

Mais um ano se passou e, assim como no ano passado, estou participando da retrospectiva literária do blog Pensamento Tangencial. Adoro essa retrospectiva porque leio muito, PRA CARAMBA MESMO, então isso faz com que muitas vezes eu me perca em meio a tantas leituras. 

Mas vamos lá! o/ 



A aventura que me tirou o fôlego - A biblioteca mágica de Bibbi Bokken (Jostein Gaarder)
O terror que me deixou sem dormir - O iluminado (Stephen King)
O suspense mais eletrizante - Os homens que não amavam as mulheres (Stieg Larsson)
O romance que me fez suspirar - Não leio romances :p
A fantasia que me encantou - Não li fantasias este ano. :( 
A saga que me conquistou - Os homens que não amavam as mulheres (Stieg Larsson)
O clássico que me marcou - O sol é para todos (Harper Lee)
O livro que me fez refletir - Admirável mundo novo (Aldous Huxley)
O livro que me fez rir - O casamento suspeitoso (Ariano Suassuna)
O livro que me fez chorar - Ponte para Terabítia (Katherine Paterson)
O livro que me decepcionou - Entrevista com o vampiro (Anne Rice)
O livro que me surpreendeu - Um estranho no ninho (Ken Kesey)
O livro que devorei - Comer, rezar, amar (Elizabeth GIlbert)
O livro que abandonei - Inês da minha alma (Isabel Allende)
A capa que amei - Orlando (Virginia Woolf)
O thriller psicológico que me arrepiou - O alienista (Machado de Assis)
A frase que não saiu da minha cabeça - "Este lugar desumano cria monstros humanos."
A personagem do ano - Stella Mayfair, de A hora das bruxas (Anne Rice)
O casal perfeito - EU NÃO GOSTO DE ROMAAAAAAAAAAAAAANCES 
O autor revelação - Elizabeth Gilbert. Pensei que fosse uma dessas autoras romance mimimi, mas na verdade foi uma grande revelação saber que ela é muito boa. 
O autor que mais esteve presente entre as minhas leituras - Stephen King, I guess. 2015 foi o ano em que li o titio King. 
O gênero literário que mais li - Clássicos. 
O gênero literário que preciso ler mais - Fantasia. 
O melhor livro nacional - O alienista. 
O melhor livro que li em 2015 - Cem anos de solidão, do Gabriel García Márquez. 
Li em 2015... 103 livros, mas apenas 90 "inéditos". 
A minha meta literária para 2016 é - ler os livros que estão parados na estante.

~e este post foi feito no celular com internet ruim, ou seja: vibe errada, mas o que vale é ter a listinha feita~

4 comentários:

  1. Eu choro só de pensar em Ponte para Terabítia. Livro lindo, filme lindo, história linda, tudo lindo <3 Adorei as leituras! Um beijo : *

    ResponderExcluir
  2. Oi Mia, tudo bem?

    Gostei bastante da sua retrospectiva literária. Em 2015 eu comecei a ler Stephen King e gostei bastante da experiência, também li "O Iluminado" e gostei muito, mas o meu preferido foi "Misery". Tenho bastante vontade de ler "Admirável Mundo Novo".

    Desejo um 2016 cheio de conquistas!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  3. Olá , tudo bem ??? Encontrei seu blog, enquanto estava navegando pela internet e amei, já estou seguindo ele !!! Quero te apresentar o meu também : www.blogmariviana.com.br . Ele completou 4 anos no mês passado . Se quiser me encontra no Instagram é blogmariviana e o snap blogueiramari . !!!! Beijinhos, sucesso p você , que vc consiga realizar todos os seus objetivos.

    ResponderExcluir
  4. Meu. Deus. COMO ASSIM? Mais de 100 livros? Chocada. Hahahahah. Eu realmente não sei como tu consegue dar conta de tudo, Mia. Mas admiro muito, inclusive adoraria ser assim.
    Beijos!

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.