TAG O Poderoso Chefão

Estava eu no blog da Del quando me deparei com uma TAG que eu já havia visto em alguns vlogs literários por aí e decidi respondê-la simplesmente porque sim. A TAG se chama O Poderoso Chefão e consiste em relacionar livros com determinadas citações dos filmes. Bora. o/

1. “Se um homem honesto como você tivesse inimigos, então eles seriam meus inimigos e temeriam você” – Qual livro te deu mais medo?
Eu não sou bem o tipo de pessoa que sente medo em livros. Ou em filmes. Na verdade, meus amigos detestam assistir a filmes de terror comigo porque eu sou justamente o tipo de pessoa que dá gargalhada nas cenas "apavorantes". A mesma coisa acontece em livros. O autor tenta preparar todo um clima aterrorizante, descreve a cena e... blergh. Nada. E é por isso que os livros do Stephen King não funcionavam comigo. Até que eu li O Iluminado. QUE QUE FOI ISSO, GENTE. O livro é maravilhoso, extremamente bem escrito e tudo o mais, mas tem duas ceninhas que me fizeram olhar pra os lados na hora de dormir. Apenas um outro livro me colocou tanto medo quando esse: O Exorcista (um dos melhores livrinhos da vida, por sinal). Mas olha, titio King está em perpétuo parabéns por esse livro, hein (que tem resenha no blog, inclusive). 

2. “Nunca odeie seus inimigos, isso atrapalha seu raciocínio” – Qual o livro mais confuso que você já leu?
Vocês vão ficar de cara meio virada pra mim agora - ou não -, mas o fato é que o livro mais confuso que eu já li é A Hora da Estrela, da Clarice Lispector. "Ai, por que confuso? Adoro Clarice, ela me representa." Meus parabéns, porque até hoje não consegui ler nada dela que me agradasse de verdade. Para mim, Clarice é uma ótima escritora de contos, diálogos, mas não de histórias inteiras. E o que me deixou confusa - e, depois, apenas irritadiça - em A Hora da Estrela é o fato de que o narrador não chega nunca na história e só fala de si mesmo. SÃO PÁGINAS E MAIS PÁGINAS DELE FALANDO DE SI MESMO. Deu raiva. Até eu entender que aquilo não era um prólogo, mas o livro em si, demorou um tempo. "Mia, tu fala isso porque não entende Clarice." Gente, eu entendi a história. Eu entendo o que a dona Clarice quis dizer. Aliás, adoro a personagem da Macabéa - e gostaria muito mais do livro se se tratasse mais sobre ela do que sobre o narrador. Só que não rolou o amor, só rolou confusão. 

3. “Quem lhe oferecer segurança será o traidor” – Qual livro te decepcionou?
Sabe aquele livro que tu não consegue largar porque é simplesmente maravilhoso? Aquele livro que te faz virar a noite lendo - mesmo que cê tenha aula pela manhã no outro dia? Aquele livro que te deixa ansiosa pra saber logo o que acontecerá com as personagens? Então. Esse livro foi A Hora das Bruxas I e II (sim, são dois livros; sim, estou trapaceando na cara dura, mideixa), da Anne Rice (com resenha aqui). Isso tudo porque: a história é realmente maravilhosa, as personagens são as melhores que existem, toda a trama se desenvolve de forma a prender loucamente o leitor. Aí chega o final. E é simplesmente o final mais frustrante de todos os livros que já li. Eu literalmente quis arremessar o livro pela janela - tipo naquela cena de O Lado Bom da Vida. Dona Anne Rice, por que aloprar tudo no final, senhora? Mas okay, vida que segue. 

4. “Nunca deixe que ninguém de fora da família saiba o que você está pensando” – Qual livro te fez pensar na vida?
"Mas de novo esse livro, Mia?" Sim, de novo e outra vez. A insustentável leveza do ser, do Milan Kundera, não é apenas o meu livro favorito da vida, não é apenas o meu livro de cabeceira: ele também me faz pensar pra caramba. Eu sei, eu sei, a literatura deveria ser entretenimento, não um tipo de catarse. Olha, podemos tirar bom proveito da literatura de qualquer forma, seja como entretenimento, seja como catarse, seja num âmbito ético-pedagógico... A questão é que: esse livro é altamente filosófico e me faz questionar assuntos que me são importantíssimos e é por isso que eu o amo tanto. Livro bom, pra mim, é livro que me faz refletir. (Inclusive, já fiz uma resenha desse livro incrível aqui.)

5. “Um advogado com uma pasta na mão pode matar mais que mil homens armados” – Qual livro te surpreendeu?
Vários livros já me surpreenderam, mas vou falar de um recente que me deixou com aquela sensação de QQQQQQQQQQQ?! São três livros, na verdade, uma trilogia básica de umas duas mil páginas no total (risos) chamada Millennium, do Stieg Larsson - sobre a qual já escrevi aqui, é claro. Esses livros são sensacionais. Lembro que virei a noite lendo o primeiro - os outros dois nem tanto porque né, estudos, trabalho, prioridades, mas foi difícil me conter. Não vão atrás daquele filme que o David Fincher fez sobre o primeiro livro - Os homens que não amavam as mulheres -, porque os livros são bem mais do que o filme, sério. É uma surpresa atrás da outra. Quando a pessoa pensa que uma coisa vai acontecer, BOOM, outra completamente diferente acontece e você fica com cara de esquilo porque não entendeu nada. Maravilhoso.

6. “Mantenha seus amigos perto e seus inimigos mais perto ainda” – Quem é seu melhor amigo literário?
Não entendi muito bem o objetivo da pergunta. Quer dizer, é pra pessoa responder qual autor é seu melhor amigo literário ou qual personagem? A Del respondeu o autor, e creio que meu autor-amor é a Marion Zimmer Bradley, escritora da quadrilogia As Brumas de Avalon, assim como de outros tantos livros que amo. Adoro tudo o que essa mulher escreve. Mas há uma competiçãozinha entre ela, Kundera e Isabel Allende. Difícil. Portanto, escolherei uma personagem com a qual eu gostaria de sentar e conversar sobre a vida, tomando um chazinho de maçã, quem sabe?! Elizabeth Bennet, de Orgulho e Preconceito (inclusive, se alguém quiser me dar esse livro de presente, eu super aceito que ainda falta ele na minha coleção da dona Jane Austen).

7. “Se dedica à família?” – Qual livro você mais se dedicou a ler?
Ler Saramago nunca é uma coisa muito fácil. Peguei esse livro em março e só consegui terminá-lo há 2 semanas por motivos de: gente, ele exige dedicação. As intermitências da morte é um dos melhores livros que já li, mas também um dos que mais me exigiram como leitora porque: Saramago era uma alminha livre que simplesmente se recusava a escrever com pontuação, com separação de diálogos, seguindo as regras da gramática. Ele escrevia como pensava: fluxo de pensamento mode on - num nível mais hard do que o da dona Virginia Woolf, por sinal. Então não é o tipo de livro que você vai ler numa viagem de ônibus - trust me, I tried. Tive de parar durante alguns domingos e me dedicar apenas e tão somente a lê-lo. Mas ó: super valeu a pena. ♥ (A resenha já tá no blog também.) 

8. “Farei uma oferta irrecusável a ele” – Indique 5 blogs para fazer essa tag. 
Todo mundo que quiser pode fazer, mas vou indicar 5 bloguinhos-amor (e salvá-los neste BEDA, hahahaha): o da Mu, da Thay, da Tati, da Mareska e da Cacá. MAS PODEM FAZER, GENTE, NÃO SE REPRIMAM. ♥ 

~grupinho do amô pra gente se apoiar durante o BEDA~

19 comentários:

  1. Geeeente, vai me fazer ficar horas em cima de uma postagem! Não sei se eu te amo ou te odeio mais (talvez os dois). Marion <3 também merece sua estrelinha no meu coração, vamos ter que dividir ela u.u

    ResponderExcluir
  2. Ótima escolha logo na abertura da TAG, Stephen King é único, demais, best, incrível e O Iluminado deixou sua marca, impressionante e assustador.
    Gostei da TAG, parabéns
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  3. Mia, cê salvou um dia do meu calendário do BEDA, que a deusa te ilumine por isso, haha! <3
    Agora, sobre suas escolhas: 'O Iluminado'! É tão maravilhoso esse livro que até a continuação que, teoricamente, seria desnecessária, consegue ser boa. Digo isso porque o primeiro foi tão bom que pavimentou muito bem o caminho para 'Doutor Sono', por mais curioso que isso pareça ser.

    Lembro de ter lindo 'A Hora da Estrela' para o vestibular e entendi vários nadas. E simplesmente AMO os dois primeiros livros da saga das bruxas Mayfair, mas dona Anne Rice aloprou com 'Lasher' e depois ainda mais com 'Taltos'. Quando ela começou a pirar e inventar de colocar religião no meio ela me perdeu. =/

    E como não amar 'Orgulho & Preconceito'? Vou pensar em outro livro para a minha resposta, mas super tomaria um chá com bolinhos enquanto converso sobre a vida, o universo e tudo o mais na companhia de Elizabeth Bennet. E estou para ler a trilogia Millennium desde que li sua resenha, vamos ver se desencanto.

    Beijo, Mia! <3

    ResponderExcluir
  4. Hey, Mia!

    Que tag diferente, essa é mais elaborada que algumas. Gostei bastante.
    Eu não tenho respostas paras as perguntas agora, teria que pensar.
    Mas gostei e vou tentar fazer no blog no futuro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Li A Hora da Estrela a anos atrás e me senti da mesma maneira que você. Não sei se foi pelo fato de ser muitô nova, mas a leitura se arrastava para mim. Pretendo lê-lo novamente e ver se mudo de opinião.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Ainda não conhecia essa Tag, achei ela bem diferente!
    Eu ainda não li nenhum dos livros que você citou, apesar de ter um exemplar de Orgulho e Preconceito aqui na estante :(
    Eu quero muito ler a trilogia Millennium, assisti os filmes da versão sueca e achei todos maravilhosos.
    Nunca li nada da Clarice, mas me pareceu confuso mesmo...
    Gostei da Tag!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oiii.
    Nossaa não acredito que ainda não respondi essa tag kkk, vou me lembrar de nunca ler O iluminado pois eu morro de medo de histórias de terror. ja ouvi muita gente dizer que a hora da estrela é um livro muito difícil de ler.
    Adorei o post, parabéns.
    Bjs Mary
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mia!!
    Adoreeeeiii a TAG! Enquanto lia as tuas respostas, fiquei pensando em quais eu escolheria... hehehe... Já li "A hora da estrela", mas faz muitos anos, lembro que achei confuso também. "Os homens que não amavam as mulheres" é um livro de que gosto muito e "O iluminado" está na minha meta de leitura do ano. Parece que temos gosto de leitura parecido! :)
    Beijo.
    Ana Karina

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    Adorei a Tag e adorei suas escolhas.
    Também não sou de sentir medo em livros de terror, só senti medo de um até hoje. Vou deixar pra por qdo fizer a tag também rs
    Posso me sentir tagueada, não posso?
    Bjs
    mundoliterando.com.br

    ResponderExcluir
  10. Ola,
    Que TAG diferente de outras que já vi. Bem formal! Eu adorei, mas eu sou muito fã de terror, um livro para meter medo tem que ser para valer. O livro do King que deu medo foi IT. Kk
    Vou tentar responder e creditar o blog!

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem? Nunca tinha visto a tag, ou alguma outra parecida, e gostei bastante. Achei bem criativa, suas respostas foram ótimas!

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Eu também tenho medo dos livros do Stephen King e ainda não li nenhum, rs, mas só saber que são de terror, prefiro não. Da Clarice ainda não li nada, mas tenho vontade apesar do que você disse.
    O que mais quero ler da sua lista é o do Stieg Larsson.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  13. Sou fã incondicional de Stephen King! O Iluminado é um ótimo livro, um dos melhores dele, mas como fã maluca, é difícil escolher o melhor. Também tive vontade de trucidar Anne Rice pelo final de A Hora das Bruxas... Até vendi os livros depois disso. As Crônicas Vampirescas salvaram ela... Gostei da TAG e gostei das suas escolhas! Bj!

    ResponderExcluir
  14. Oiii
    Adorei a TAG
    A Hora da Estrela também foi muitoooo confuso para mim. As intermitências da morte não consegui terminar. Mas um dia quero me dedicar a ele.
    Bjus

    ResponderExcluir
  15. Concordo com A Hora da Estrela. Não li ele todo, mas o pouco que li fiquei confusa. E o filme é confuso também kkkkk
    beijos, beijos

    ResponderExcluir
  16. Achei a tag bem interessante e criativa. E dos livros citados só li "Orgulho e preconceito" e amei.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oie
    eu estou louca para ler O Iluminado, parece ser uma leitura que realmente causa medo e adoro o King, muito legal essa tag e adorei suas respostas

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá tudo bem?
    Suas respostas para a tag foram bem legais, livros mais "difíceis de ler" mas foram ótimas respostas. Achei a tag bem legal, mas não conheço o mundo de O Poderoso Chefão, nem os livros nem os filmes, porém tenho muita vontade de lê-lo.

    Abraços, Carlos.

    http://triplicenerd.blogspot.com.br/
    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. primeiro: cada dia gosto mais do teu blog na real kkkkk vai pro meu blogroll <3
    segundo: gostei da tag, é interessante porque você sempre traz livros diferentes do que estão nesse hype louco e adoro isso o/

    ResponderExcluir

 
Wink .187 tons de frio.