Ghostlight

Ghostlight
Marion Zimmer Bradley
Editora Rocco
379 páginas
Ano de publicação: 1995 
Sobre o que é: Verdade Jourdemayne é filha de um cara ocultista da onda hippie dos anos 60 e de sua seguidora ritualística. Ambos morreram. A guria cresce tendo raivinha de tudo isso e vira uma cientista cética, criada pela tia. Mas coisas acontecem e ela acaba decidindo escrever uma biografia sobre o tão odiado pai para desmascará-lo como grande mago conhecedor das magyas e abridor de portais. Nisso, conhece um cara que me lembra o Antonio Banderas em todos os filmes que ele fez com o Almodóvar e a situação fica caótica - pra dizer o mínimo. Verdade não sabe mais em que acreditar: na sua tão incontestável ciência ou num mundo em que magia, espíritos e rituais são coisas aceitáveis e cotidianas. 

Por que ele é bom? Cês já leram alguma coisa da Marion Zimmer Bradley? Não? Então, é o seguinte: a mulher era uma escritora excelente que sabia envolver seus leitores com uma narrativa realmente incrível e sedutora. Ela é a autora de As Brumas de Avalon (amo ♥) e todos os seus livros trabalham com o conceito de reencarnação, ou seja: mudam as histórias, mas as almas são as mesmas. 

Disse isso tudo pra deixar claro que: se tem uma autora cuja lista de compras eu leria, é ela. 

Em Ghostlight temos a história de Verdade e de como seu mundo se desfaz em poucos dias. A mulher, extremamente cética, vai pra Shadow's Gate, antiga mansão do pai e lugar em que sua mãe morreu após um ritual bizarro, para começar a investigar o passado de Thorne Blackburn, seu pai, e escrever uma biografia pra desmascará-lo e mostrar ao mundo a grande farsa da magia que ele era. 

Lá, ela encontra um cara com ares megalomaníacos que comprou a casa e está tentando reavivar A Obra de Blackburn, com um novo Círculo da Verdade (como eles se auto-intitulam). A mulher começa a ficar completamente louca e a história só faz melhorar. Adoro essas histórias com magia e mistérios, ainda mais quando envolvem pessoas céticas - porque eu mesma sou bem cética pra tudo na vida, então é sempre interessante acompanhar o raciocínio das personagens, duvidando de tudo que acontece a seu redor. 

Quando a gente acha que vai ter um baita clichê de histórias mal-assombradas, PAH, algo acontece e não é nada daquilo que cê imaginou. Fazia meses que eu não lia um livro tão rapidamente: 
LI 
O LIVRO 
EM TRÊS 
DIAS 
\o/ 


Mas isso foi possível porque esse livro tem uma escrita leve e trechos que me fizeram chorar de rir. Por exemplo, já de início é narrado um ritual em que Thorne Blackburn aparece com seu longo cabelo loiro e ondulado, nu e cheio de óleo no corpo (o cara é o Bon Jovi, claramente), dizendo: EU SOU A CHAVE DE TODAS AS FECHADURAS! SOU AQUELE QUE ABRIRÁ O CAMINHO! E, num outro momento, uma mulher diz: EU SOU A FECHADURA DE TODAS AS PORTAS! 

Como não rir, eu me pergunto. 

Por que ele é ruim? Não é ruim, mas não é profundo. É um livrinho de fantasia. Não vai mudar sua vida, sua visão de mundo ou ser o melhor livro da sua vida. Fora isso, a tradução peca várias vezes. Há também o fato de que existe uma personagem colocada ali apenas para criar uma rivalidade inútil e inexistente: Fiona Cabot, construída para ser a bonitona, femme fatale, e ter acessos de ciúme infantil contra Verdade, sem justificativa alguma. Isso é bem bobo. Mas, de resto, o livro é muito bom, sim. 

Esse é o 1° livro de uma série de 4 livrinhos e geralmente eu detesto séries, mas como se trata da escrita da Marion Zimmer Bradley isso só me deixa feliz porque terei mais 3 livrinhos desses pela frente! o/ 

Se eu recomendo a leitura? Sim, mas é claro! Melhor tipo de livro para distrair a mente não há! 

Em um quote: 
Nos deram uma vida neste mundo e, enquanto estamos aqui, nossa tarefa é nos preparar para o que seremos convocados a fazer neste mundo, e não tentar viver em outro. (p. 239) 

22 comentários

  1. Hahahah, adorei o blog e a ilustração de et <3
    Sobre o livro, a leitura deve ser muito divertida. Já tinha ouvido falar das Brumas de Avalon, mas nunca fui muito a fundo na história, nem sabia o nome da autora.
    É isso, beijinhos :**

    Layane Machado / Blog Starbooks

    ResponderExcluir
  2. Acho que eu, como uma pessoa extremamente cética, também acharia interessante acompanhar essa visão da personagem, suas dúvidas etc. Confesso que me interessei mais pelo livro depois de ler sua resenha, porque essa capa e o nome em português são terríveis. Incrível como a gente julga um livro pela capa, né? Quanta superficialidade (sorry).

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro e achei interessante sua escolha de resenhar um livro desconhecido pela maioria. Tu é das minhas! ;) Vou procurar esse livro em sebos, já que fiquei bem curiosa com o enredo.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu gostei demais dessa resenha, nunca li livros desse tipo(gênero), me parece bastante interessante.
    Parabéns pelo blog.
    Beijos.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  5. Nossa bem legal essa sua resenha, não conhecia o livro, mas tenho que confessar também que dificilmente me verei lendo ele, já que não faz em nada meu gênero, mas gostei de ver sua animação sobre ele.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nunca tinha ouvido falar desse livro! A capa dele tem um jeito de antiga e curti bastante tudo que você falou... Eu amo fantasia e já estou mega curioso, pois falou nesse gênero falou comigo.
    Anotadinho aqui! Vou ver se consigo achar na net ou quem sabe no sebo aqui de minha cidade. :D

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  7. Oieee
    Gostei muito do design do seu blog, achei super criativo e divertido! Parabéns!
    Sobre o livro, nunca tinha ouvido falar, mas com sua resenha já me interessei bastante e vou dar uma pesquisada sobre toda a série. :)

    Ahh já estou seguindo seu blog... segue lá o meu também pra gente poder continuar trocando dicas literárias... bjosss

    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido falar desse livro, e confesso que só pela capa eu não compraria ou colocaria na lista de litura, mas sua resenha ficou ótimaaa! E agora quero conhecer melhor essa história.

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    Achei muito interessante esse livro e adorei a resenha.
    Beijos!


    https://blogparadaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie
    não conhecia o livro mas parece ser muito interessante, não é meu gênero ou o que procuro no momento, mesmo assim muito legal sua resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiii, tudo bem?
    Geeeeeente fiquei louca, to bem LOKA HAUHAUAHAU eu amei o seu blog quero te dar um abraço, acho que finalmente encontrei um que irei amar seguir e me entreter diante das postagens, agora vamos falar sobre a obra senão vou ficar morrendo de amores, eu amei a resenha e preciso super ler, só ver a palavra hippie e o ano já me empolgaram, vou ver se acho no sebo para comprar.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Gosto bastante de fantasia e sou apaixonada por séries (porque me apego aos personagens e quanto mais tiver deles, melhor) e fiquei bastante curiosa para conhecer a escrita da autora.
    Parece ser uma excelente leitura para se aventurar, bem leve e rápida!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia esse livro.
    Mas amo Marion Zimmer Bradley, tenho muitos livros dela, inclusive Brumas de Avalon.
    Bem pelo que tu diz é um livro que serve pra te entreter. Então pra mim tá valendo. rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o livro, mas conheço "Brumas de Avalon", que é uma coleção sensacional. Beijos, vou aproveitar sua dica!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  15. Olá, Mia! Não conhecia o seu blog ou o livro e adorei conhecer ambos! Sua escrita é muito divertida, nos aproxima, parece uma conversa boa! :) Fiquei aqui vindo das associações à Antonio Banderas e Bon Jovi...rsrsrs... o livro é diferente de tudo que costumo ler, mas através da sua resenha parece interessante. Boa tb a sua ressalva de que a leitura não é profunda mas diverte. Acho que muitos livros estão aí pra isso mesmo!;)

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oie
    Resenha muito bacana. E só em vc citar as brumas de Avalon. Reencarnação já fiquei com vontade! E sem dúvida seria um conhecimento a mais. Já assisti filmes com Antônio Banderas e são maravilhosos.
    Boa dica
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. seu blog é tão diferente <3 adorei esse layout haha
    quanto ao livro, nunca li brumas de avalon, então não conheço a escrita, mas parece uma leitura bem gostosa.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  18. Eu nunca li nada da autora, apesar de ter o livros das Brumas de Avalon.
    Amo fantasia, então as chances de que eu me apaixonasse por essa leitura é enorme.

    ResponderExcluir
  19. Hello, tudo bem?
    Bacana esse livro, ainda nao conhecia e fiquei curiosa.
    Nunca li nada da Marion Zimmer Bradley, mas a sua animação me convenceu demais a tentar conhecer algo da autora, hehe.
    A capa é bem antiguinha ne? Nao sabia que a Rocco tinha publicado.
    Ótima resenha e espero poder ler um dia.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    Até tentei ler As brumas de Avalon, mas não consegui rs
    Não sei se foi a época, ou algo do tipo. Mesmo assim gostei deste tratar de o limite de ciência e magia.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi!!
    Nunca tinha visto esse livro e a maneira como você fez a resenha me deixou instigada a procurar ele e conferir a história. Gosto quando imaginamos algo, mas o que acontece é completamente diferente, me faz ficar mais envolvida com a leitura.
    A capa não chamou nem um pouco a minha atenção.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  22. Oii, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro, mas tenho que te confessar que talvez eu não o leria porque não faz muito o meu estilo, sou mais de romances, romances históricos, chick lits, new adult então provavelmente esse livro não me conquistaria.
    Mas adorei a resenha, muito bem escrita por sinal.
    Abraços da Mary
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir