Leiturinhas 10

~ilustração de Anya Karina~

Outubro foi um daqueles meses intermináveis em que a pessoa lê, lê, lê e parece que não leu nada. Nessas, li 6 livros, o que já foi uma grande conquista dado o fato de que detestei 3 deles. Vamos lá. 

.lidos 


♥ Comecei o mês terminando de ler um livro que parecia arrastado demais pra que pudesse ser lido: Extensão do domínio da luta, do Michel Houellebecq, pode facilmente entrar na lista de livros mais chatos que já tive de ler. Tive porque o Juremir, meu professor, não vai descansar enquanto não fizer todos os alunos de Jornalismo lerem a obra completa do Houellebecq. Eu realmente gostei do outro que tive de ler dele, o Partículas elementares, mas esse é completamente diferente: deprimente, com um enredo em que nada acontece, misógino e pedante. Me pergunto como alguém aceitou imprimir esse livro, sinceramente. 

♥ Aí achei que seria uma boa ideia ler um livro que recebi de parceria e parecia promissor. Foi aí que embarquei em As perguntas, do Antônio Xerxenesky e, como já falei aqui: que vibe errada. O livro poderia ter sido excelente se não se propusesse a ser terror. Mas enfim, vida que segue, tem gente que gosta. 

♥ Cansada de ler livros ruins e decepcionantes, fui reler um clássico que eu amo demais: Orgulho e preconceito, da Jane Austen, foi só amor e, nessa releitura, pude perceber várias coisas que eu não havia percebido antes (mas o que que a gente percebe direito aos 17 anos, né). Quero relê-lo muitas vezes ainda. 


♥ Mas aí veio um livro que só amor: O livro do juízo final, da Connie Willis, foi claramente a melhor escolha que fiz de parceria com a editora desde o início do ano e entrou facilmente pra lista de livros preferidos da vida. QUE LIVRO MARAVILHOSO. Eu já falei muito sobre ele, mas basicamente: sci-fi escrito por mulher, protagonizado por mulher e com viagem no tempo pra Idade Média!!!! AAAAAAAAAAAH 

♥ Porém, como a vida tem toda uma vibe roda gigante, acabei caindo num cocô tão gigantesco que não sei como ganhou tantas críticas boas: Enclausurado é tão ruim que nem parece que foi escrito pelo Ian McEwan. Juro. Maior decepção. Queria ler esse livro desde o ano passado e agora que li achei cem por cento fuén. 

♥ Como tava chegando o Dia das Bruxas e eu ainda não tinha lido um terrorzão, decidi fazer releitura de um dos meus livros preferidos: O exorcista, do William Peter Blatty, é muito mais do que o filme com a guria virando a cabeça e subiu mais ainda no meu ranking de preferidos porque me dei conta de um monte de coisa, tipo contexto psicológico e que não é o demônio, é tudo doença sem tratamento mesmo. MARAVILHOSO. 

.lendo 

Já estamos no dia 9 e eu ainda estou patinando na mesma leitura desde o dia 31: tá sendo difícil ler Não vai acontecer aqui, do Sinclair Lewis. A ideia é boa: nos EUA, ganha a eleição pra presidência um cara fascista, racista, misógino e que nem é político direito, mas um figurão da tevê. Foi escrito em 1935 e as pessoas acham, atualmente, que foi premonitório porque veja bem o que tem acontecido, não é mesmo. Só que a escrita é bem chata e, por mais que a história seja legal, tô tendo dificuldades pra lê-lo. 


Queria estar lendo Anna Kariênina, mas temos de terminar esse primeiro. Haja paciência. 

8 comentários

  1. Orgulho e Preconceito é minha história favorita da vida! Eu gosto muito, e gosto até mesmo das adaptações cinematográficas. É uma história que me cativa e eu adoro a escrita da Jane <3

    ResponderExcluir
  2. Mia, me dá uma diquinha aí: como você consegue ler tudo isso??? E ainda fazer faculdade e ter uma vida? Eu tento muito, carrego os livros pra onde for e fico lendo assim que tenho uma oportunidade e tal... Eu sei que cada um tem seu ritmo, mas queria melhorar, sabe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Ana, é questão de costume mesmo. Fui aumentando a quantidade conforme o tempo. Mas basicamente leio em viagens de ônibus. Passo cerca de 3h em ônibus por dia e aproveito pra ler.

      Excluir
  3. eu curti Orgulho e Preconceito e O exorcista. Pena vc nao ter gostado de As perguntas, tô louca pra ler ele...adoro o autor... Ian tbm ando querendo ler mas não vou iniciar por esse titulo...
    bjs...

    ResponderExcluir
  4. Dos que você citou só li Orgulho e Preconceito, e entendo quando livros são chatos demais e as leituras decepcionam a gente.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Da sua lista gostaria de ler "O livro do juízo final" e estava ESTAVA ESTAVAAAA interessada em ler "Enclausurado"... perdi a vontade. :)
    Abs
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  6. O único dos que você citou e eu já li foi Orgulho e Preconceito, um livro que eu amei. Mas você conseguiu manter um bom ritmo nas leituras, ainda que nem todas tenham valido tanto a pena.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Ah que pena que você se decepcionou com algumas leituras desse mês. Mas achei legal você ter relido Orgulho e Preconceito e reparado em coisas que não tinha percebido esse antes. Esse livro é realmente maravilhoso e dá vontade de reler muitas vezes.
    Sobre os outros livros, fiquei curiosa para ler O livro do juízo final. Eu não conhecia ele ainda, mas já vou adicionar na wishlist.
    Beijos!

    ResponderExcluir