14 outubro 2017

A garota no trem

A garota no trem
Paula Hawkins
378 páginas
Record
Ano de publicação: 2015

Sobre o que é: Rachel é uma mulher bem problemática que sai todos os dias de casa e pega o trem das 8h04. Nessas viagens diárias de trem ela fica observando o trajeto e se detém numa casa onde mora um jovem casal que ela idealiza como sendo perfeito. Porém um dia ela vê algo que a deixa de boca aberta e, a partir de então, acontecem coisas que a levam por um caminho perigoso envolvendo um mistério, uma investigação policial e a hostilidade de pessoas dizendo que ela não é uma fonte confiável. 

Por que ele é bom? Alguém me explica, por favor? Eu queria muito ter gostado porque uma amiga me emprestou e escolheu a leitura pra mim, achando que eu fosse gostar. Todo mundo gostou. As pessoas parecem obcecadas por esse livro. Tudo é "oooh, a garota no trem, nossa, que misterioso". Mas achei um grande FUÉN em neon e letras garrafais. 

Mas tá, sempre tem algo de bom e o que eu gostei não foi do mistério. O que eu gostei é de que o livro é um ótimo exemplo de como homens fazem mulheres passar por loucas e se perguntarem se is this the real life, is this just fantasy? porque o gaslight nesse livro é forte demais. O que é bem bacana, ainda mais em tempos como hoje em que finalmente as pessoas estão se dando conta de que pra um relacionamento ser abusivo não precisa haver, necessariamente, violência física. A violência psicológica, emocional, aquela intimidação básica do dia a dia também é violência e é crime. 

Achei ótimo também que o livro tem 3 narradoras - todas mulheres dentro de um relacionamento abusivo - e que elas não se dão conta do que está acontecendo até que seja tarde demais. Posso não ter gostado do mistério, mas adorei a abordagem que a autora usou pra tratar um tema tão delicado e atual. 

Valeu 3 estrelinhas só por isso. 

Por que ele é ruim? Assim: não sei se é porque eu já li muitos livros de mistério, romance policial ou porque fui criada vendo séries tipo Lost, mas o grande plot do livro foi resolvido nos primeiros capítulos pra mim. Por isso, a leitura se tornou enfadonha. Quer dizer, se você prestar atenção verá que o mistério está bem na cara. Mas, novamente, isso pode ser porque eu já tenho uma carga grande de leitura desse tipo e pra mim é mais fácil solucionar esse tipo de coisa. 

Não é um livro ruim, só que não funcionou pra mim. Ao menos não como pra outras pessoas. 

Também achei todo mundo meio chato e cansativo. A Rachel é bem chata. Okay, dá pra entender que na situação dela não tem muito como ter coerência, só que ela se autossabota o tempo inteiro. É desgastante ler páginas e páginas dela se embebedando e vomitando tudo depois, sendo inconveniente, mentindo pra todo mundo... E as outras personagens são tão chatas quanto ela, ainda mais aquela lá que se acha melhor do que ela porque ainda não teve problemas com álcool nem perdeu seu emprego. 

Mas é aquilo: é chato separadamente, mas no contexto geral da história faz sentido porque tudo é resultado de trauminha de relacionamento abusivo com homem escroto. Gente ruim pode causar muito estrago na vida das pessoas e esse, pra mim, é o verdadeiro plot do livro.

Você vai gostar se... curte mistérios e narrativas com personagens femininas. 

Em um quote: 

De vazio eu entendo. Começo a achar que não há nada a se fazer para preenchê-lo. Foi o que percebi com as sessões de terapia: os buracos na sua vida são permanentes. É preciso crescer ao redor deles, como raízes de árvore ao redor do concreto; você se molda a partir das lacunas. 

11 comentários:

  1. Oi Mia, tudo bem?
    Vou começar dizendo que adorei sua resenha e o jeito que escreve, serio parecia uma amiga conversando comigo, adorei. Segundo, eu li uma resenha essa semana desse livro, mas você tinha uma opinião contraria e queria saber porque e os pontos que você mencionou foram bem legais, eu ainda não li ou assisti ao filme, mas todos comentam que gostaram e tal. Mas para mim também não é difícil solucionar casos, eu vivo deduzindo o caminho da historia e pegando as informações no ar, e assim como você cresci assistindo Lost e investindo em Sherlock Holmes. Enfim, vou dar uma chance ao livro, quero ver a parte que você citou sobre os relacionamento e a questão da mulher nessa relação.

    Abraços,
    Camila.

    Blog Próxima Página
    FACEBOOK
    TWITTER
    INSTAGRAM

    ResponderExcluir
  2. Oi Mia! Eu adoro esse gênero e sou doida para ler esse livro. Acho que sempre tem pessoas que não vão gostar de uma história, é impossível agradar a todos. Não sabia que o enredo abordava relavionamentos abusivos e isso só me deixou apenas mais curiosa. Mas, espero que os personagens não me cansem tanto como cansaram a você. Tentarei lê-lo com menos expectativas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. adorei a citação. parece um filme que vi que nem era esse terror todo mas anotei uma frase porque achei sensacional. pela sua sinopse já criei um ambiente para o texto, quem sabe eu leia? mas de mistério ainda prefiro a agatha hihihi

    ResponderExcluir
  4. Will have to try this out, thanks for the review. Looks like a great product, thanks for the share!
    Scarlett

    ResponderExcluir
  5. Nossa, é tao estranho quando nos indicam um livro, todo mundo gosta, menos vc :(
    Ainda nao li esse, mas tinha interesse, acho legal mostrar sobre essa coisa de como os homens podem destratar uma mulher e fazê-la se sentir louca.
    bjs floooor

    http://cariocadointerior.com.br/index.php/2017/10/15/suco-de-nuvem-por-darla-dalbone/

    ResponderExcluir
  6. Oi Mia, uma pena que não rolou para você. Eu não cheguei a ler ainda, apesar de ter interesse. Eu até que não ligo que o mistério tenha sido resolvido logo no início, mas é preciso ter um bom desenrolar que compense isso.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  7. eu entrei nesse meio de ler livros policiais a uma semana atrás, li O casal que mora ao lado e não achei nada de mais bem enrolativo e estou lendo a garota no gelo espero que seja melhor, na verdade estou tentando gostar desse gênero mas não ta rolando ainda, a garota no trem está na lista, e também achei que fosse muito bom pelo o que todo mundo diz, mas quem sabe eu não tenha uma opinião diferente né, vou torcer rs

    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
  8. Eu assisti ao filme, mas nunca me interessei em ler o livro. Todo mundo fala bem da escrita da autora, eu só não sou muito de ler o genero.

    http://laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho uma certa curiosidade com esse livro, mas ainda não li justamente por achar que não vai ser O livro! No começo eu tinha grandes expectativas, mas comecei a ler resenhas e o pessoal fala isso mesmo. Vou adiando a leitura por enquanto.

    ResponderExcluir
  10. Me abraçaaaaaaaaa! Eu também achei fué! Até evito comentar por que as pessoas são sensíveis mas a real é que não consegui terminar o livro, e eu odeio abandonar livros!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Assim que esse livro saiu eu fiquei mega curiosa para ler, mas com o decorrer do tempo e muitas resenhas negativas, desisti de ler, e a sua resenha me desanimou ainda mais hahahaha... super sincera!
    Tudo be que nas condições da personagem ela tem o direito de se sentir pra baixo, mas não gosto de ler história onde as personagens se sabotam, é triste e me deixa nervosa! Parabéns pela resenha super sincera!

    beijos!
    http://blogdatahis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

x x x x