05 janeiro 2018

Wishlist de aniversário

Aparentemente meus 24 anos estão chegando daqui a exatos vinte e um dias (ousseje, dia 26 de janeiro, aquarianíssima) e eu nem consigo acreditar direito nisso porque quando eu era criança e via pessoas ao meu redor com essa idade pensava que elas eram muito adultas e já tinham a vida toda resolvida, e cá estou eu, com o mesmo blog que criei aos 15 anos, num quarto cor-de-rosa com ursinhos de pelúcia na cama e não fazendo a menor ideia do que é ser adulta - mas fingindo muito bem no processo. 

A ideia original era fazer uma wishlist de Natal, mas obviamente isso não deu muito certo porque dezembro foi um mês angustiante e desnecessário. Então, já que resolvi nascer em janeiro e todo mundo sempre está ou de férias viajando ou de ressaca pós ano-novo e pré carnaval e esquece dos aniversários em janeiro e acaba comprando um presente nada a ver tipo SALTO ALTO (meu deus, como eu odeio salto alto) só pra não passar em branco, decidi fazer a wishlist agora mesmo pra ninguém errar no presente. 

(Imagino que a única pessoa que vá me dar alguma coisa seja a minha mãe, mas seguimos mantendo a esperança sempre.) 

Estas são as coisas que eu realmente não me importaria de ganhar: 


1. Eu odeio de todo o meu coração usar acessórios. Acho a ideia de pendurar coisas pelo corpo tão horrível que me sinto uma árvore de Natal no processo. Porém, a grande exceção a isso são colares. Mas vejembem que estou falando de colarzinhos discretos, nada daquelas aberrações de maxicolar que ocupam metade do tronco da pessoa. Meu colar do dia a dia arrebentou esses tempos e ainda não achei um que me fizesse feliz :( então aceito de bom grado esse colarzinho inspirado em Doctor Who, ainda mais porque é especificamente sobre aquele episódio maravilhoso que sempre me faz chorar de emoções, Vincent and the Doctor.

2. Também não sou uma pessoa que usa maquiagem. O máximo que uso é um batom. E eu realmente gosto de batons porque descobri que sem eles fico com cara de morta. (História real: uma vez estava bem feliz da vida, sem maquiagem alguma, no banheiro da faculdade me olhando no espelho quando entra uma mulher e dá UM GRITO de pavor achando que sou uma assombração porque eu sem nem um batonzinho = Samara saindo do poço.) Não sou de fazer coleção de batons nem nada, mas gosto sempre de ter um vermelho básico na bolsa porque vai que. Só que meu vermelho acabou. Então estou aceitando esse da Natura, matte, cor vinho 1, bem lindo e com um preço tão acessível que se eu estivesse trabalhando já teria comprado há muito tempo (inclusive, me contratem).

3. Ano passado tentei fazer um bullet journal mas ele foi completamente fail porque não tenho saco pra enfeitar páginas e blablabla. Usei pra me organizar e organizar minhas leituras apenas. Só que seria muito mais legal ter um caderninho pronto só pras leituras. Aí dia desses descobri esse caderninho de leituras que leva o nome do Asimov (!) por um preço justíssimo. Quero demais, me deem ele e me façam feliz e organizada.

4. Obviamente que não iriam faltar livros nesta lista e um deles foi lançamento da Darkside no ano passado e me deixou louquíssima pois pobre e não dá pra ficar gastando com todos os livros que vejo por aí porque há outras prioridades, infelizmente. Mas esse livro tem VIAGEM NO TEMPO e eu sou a louca de Doctor Who e viagens no tempo, portanto é total a minha cara e já quero na minha estante. Me deem o Chronos e ganhem minha hashtag gratidão.

5. Ano passado finalmente conheci a série Outlander e obcecada define a minha relação com ela. Quando descobri que existem livros da série fiquei mais louca ainda e já adquiri três: o primeiro, o segundo e a segunda parte do terceiro (que é dividido em três partes, essa editora quer me deixar falida, meu deus). Ainda não consegui comprar O resgate no mar, livro 3 - parte 1, mas espero realmente que alguma alma boa se lembre de mim e me presenteie com ele.

6. Após ler Anna Kariênina tudo o que eu quero é ler a obra completa do Tolstói, e pra isso preciso demais desse box que a Companhia das Letras lançou no ano passado com os dois volumes de Guerra e Paz. Esse livro tem tudo pra ser um dos preferidos da vida, mas é caro demais, então quem sabe meus amigos rycos (risos) possam me dá-lo de presente, não é mesmo? (Não custa pedir, já dizia Amanda Palmer.)

É isso, gente.
Façam uma aquariana feliz e, se forem me dar algo, me deem algo dessa listinha ou qualquer livro mesmo. Mas é aquilo: acredito fortemente que o melhor presente é estar presente, de verdade.

Um comentário:

  1. Socorro esse caderninho de leituras, quero pra ontem!!!! Não tenho controle nenhum com itens de papelaria hahahaha...
    Espero que você ganhe tudo isso e muito mais! <3

    ResponderExcluir

x x x x